VIDA & ARTE 1 E 3C. FUNDADOR: Euphly Jalles DIRETOR-PRESIDENTE: Norberto Buzzini

Μέγεθος: px
Εμφάνιση ξεκινά από τη σελίδα:

Download "VIDA & ARTE 1 E 3C. FUNDADOR: Euphly Jalles DIRETOR-PRESIDENTE: Norberto Buzzini"

Transcript

1 Idade não é problema para quem curte muita adrenalina CIDADES 6B Divulgação Novela diária brasileira completa 50 anos nesta segunda-feira VIDA & ARTE 1 E 3C Lézio Júnior O universo vive chamando nossa atenção por meio de sinais. Fique mais atento a eles REVISTA BEM-ESTAR DIÁRIO DA REGIÃO FUNDADOR: Euphly Jalles DIRETOR-PRESIDENTE: Norberto Buzzini Ano 63 Nº São José do Rio Preto Domingo, 21 de julho de 2013 R$ 3, QUILOS DE MALDADE Touro mais temido dos rodeios na atualidade, o Agressivo participa do Desafio do Bem hoje, no Rodeo Country Bulls. Animal é considerado o substituto do boi Bandido Pág. 7B Diário convida o leitor a indicar e escolher 37 itens que serão lacrados em uma cápsula do tempo a ser aberta em 2050, quando o jornal vai comemorar cem anos de fundação. Objetivo do projeto é resguardar a história do município e deixar o legado da Rio Preto de 2013 para as gerações futuras Págs. 4 e 5B e Editorial Hamilton Pavam 16/7/2013 Belisário/Editoria de Arte sobre fotos de Edvaldo Santos, Guilherme Baffi, Sergio Isso, Pierre Duarte e Divulgação Região envia 2,9 mil jovens para encontro com o papa Jornada Mundial da Juventude deve reunir 2 milhões de pessoas de 23 a 28 de julho, no Rio de Janeiro. Jovens da região de Rio Preto falam da expectativa de encontrar o papa Francisco. Veja programação. Págs. 1 a 3B São Paulo perde o sétimo jogo consecutivo Tricolor foi derrotado pelo Cruzeiro no estádio do Morumbi e pode terminar a rodada na zona de rebaixamento. Já pela Série B, o Palmeiras venceu o Figueirense em jogo de cinco gols e assumiu a liderança Págs. 9 e 10A Ex-parceiro do América deixa rastro de calote pela região Págs. 13 e 14A Prefeitura desmente a presidente da Empro Em nota, a Prefeitura de Rio Preto classificou de equivocado depoimento da presidente da Empro, Lúcia Hirata, que apontou à CPI da Saúde falha na implantação do sistema de prontuário eletrônico. Pág. 3A Mercado da vaidade sofre boom em quatro anos Abertura de salões de beleza em Rio Preto cresceu 1.172% desde São 394 estabelecimentos registrados, mas o sindicato do setor estima a existência de 2 mil. Corte de cabelo varia entre R$ 15 e R$ 100. Págs. 6 e 7A HOJE CADERNO CLASSIFICADOS OFERTAS VEÍCULOS IMÓVEIS 1 milhão acessos/mês (fonte: Google Analytics) 80 páginas TELEFONE PABX TIRAGEM ASSINATURAS E ENTREGA (CAD) SUGESTÃO DE REPORTAGEM CLASSIFICADOS exemplares, PUBLICIDADE distribuídos em FILIADO AOIVC COBRANÇA (ASSINATURA) municípios INSTITUTO VERIFICADOR DE CIRCULAÇÃO

2 2A / Domingo, 21 de julho de 2013 OPINIÃO DIÁRIO DA REGIÃO DIÁRIO DA REGIÃO Noticiando ou comentando, nossa preocupação há de ser a verdade (Nº 1, Ano 1, 23/7/1950) Diretor Presidente: Norberto Buzzini Diretora Vice-Presidente: Neuza Castro Buzzini Editor-chefe: Fabrício Carareto Editora-executiva: Rita Magalhães ADMINISTRAÇÃO E REDAÇÃO Avenida João Batista Vetorazzo, 50 CEP: Distrito Industrial São José do Rio Preto (SP) Fone: (17) IMPRESSO NA GRÁFICA DA REGIÃO Avenida Feliciano Salles Cunha, 1515 CEP: Distrito Industrial São José do Rio Preto (SP) Fone: (17) SUCURSAL SÃO PAULO Alameda Gabriel Monteiro da Silva, 2373 São Paulo - SP -CEP: Fone: (11) Os artigos assinados representam a opinião dos autores. O ponto de vista do jornal é expresso nos editoriais. O jornal publica textos das agências Estado, Globo e Associated Press editorial cartas do leitor Rio Preto 2050 A partir de hoje, o leitor do Diário está convidado a participar de uma viagem pelo tempo. Em comemoração aos 63 anos do jornal, assinantes, leitores e toda comunidade de Rio Preto e região poderão ajudar diretamente na elaboração de uma cápsula do tempo que será aberta em 23 de julho de 2050, quando o Diário completará um século de existência. charge artigo Cavalinho de pau Éramos muitos diferentes em tudo das crianças e dos jovens de hoje. Principalmente na educação e gentilezas Jocelino Soares Confesso que não tenho o hábito de frequentar os shoppings de nossa cidade, mas, recentemente, tive que comprar presentes e para lá me dirigi. Era sábado e, por ser período de férias, o movimento de pessoas no estabelecimento era muito grande. Passando pela praça de alimentação, uma cena me chamou a atenção: sentados à mesa, quatro adolescentes aguardavam ser servidos. Os jovens, empunhando aparelhos celulares de última geração, estavam alheios à grande movimentação e ao que acontecia ao redor. Os aparelhos em suas mãos tornava possível a aproximação dos amigos distantes e afastava de maneira inconsciente os que estavam naquela mesa. Durante o tempo em que lá permaneci, não vi em nenhum momento alguém do grupo dirigir olhar ao amigo ou fazer qualquer comentário entre eles. Estavam tão absortos em manipular seus celulares que nem notaram quando a garçonete trouxe-lhes o pedido, Objetivo da cápsula é deixar para gerações futuras objetos que representam a Rio Preto de 2013 O objetivo do projeto é levar para gerações futuras objetos, livros, CDs e imagens que representam socialmente, culturalmente e economicamente a Rio Preto de A ideia é deixar como legado os destaques, as conquistas e o perfil da mais importante cidade do Noroeste paulista. E, para que a cápsula seja reflexo do que pensa o rio-pretense, todos estão convidados a dar sua opinião sobre quais objetos representam a Rio Preto de Ao longo da semana passada, o Diário ouviu 25 pessoas de destaque na sociedade que fizeram suas indicações. A presidente da OAB, Suzana Quintana, por exemplo, destacou como marco importante da cidade os protestos populares que reuniram milhares de pessoas nas ruas de Rio Preto, contra a corrupção e pela ética na política. O objeto que vai representar os protestos é a máscara utilizada pelos manifestantes. A Represa Municipal também foi lembrada por vários entrevistados, entre eles a presidente da Acirp, Adriana Neves. O principal cartão postal de Rio Preto será simbolizado por uma amostra da água do local, que será colocada em um recipiente hermeticamente fechado. Com base nessas indicações, foi elaborada uma pré-lista com 40 itens. O leitor poderá contribuir com a cápsula em dois momentos distintos. De hoje até o dia 26, quem quiser participar pode enviar sua sugestão para o Serão escolhidas 23 indicações. A eleição começa para valer a partir do dia 28, no próximo domingo. O leitor poderá então escolher entre 63 sugestões as que ele acredita que representam a Rio Preto da atualidade e que merecem ser conservadas até Os 37 itens mais votados - um para cada ano em que a cápsula estiver enterrada - serão lacrados em setembro deste ano. Conhecer o passado é a chave para compreender o presente e planejar o futuro. Esse é o legado que a Rio Preto de 2013, com o projeto Cápsula do Diário, vai deixar para a Rio Preto de deu no Diário Jarbas Passarinho (ministro da Educação) será convidado para visitar Rio Preto, é a manchete publicada pelo Diário da Região na edição do dia 6 de janeiro de Estuda-se a construção da ponte São Paulo e Mato Grosso. Sem destino e Inocente... mas não muito, em cartaz nos cinemas de Rio Preto. Grandes iniciaram atividades em 71, falta apenas o Palmeiras, é o destaque esportivo da edição. depositou sobre a mesa, e nem ao menos levantaram os olhos para agradecer pelo serviço da atendente. Afastei-me do grupo com uma sensação não muito boa. A cena que eu havia presenciado me deixou pensativo: primeiro, a forma pela qual nossos jovens se portam em grupo. Eles estão juntos, mas separados. Depois, pela falta de educação em não agradecer a uma pessoa que lhes serviu com gentileza, como se ela fosse algo invisível. Sei que o mundo passa por grandes mudanças, que a tecnologia revolucionou e vai revolucionar ainda mais nossas vidas. Que as crianças, ao nascerem, parecem que trazem consigo chip em seus cérebros, tal o poder de interagir com aparelhos digitais. Será esse o preço para serem tão individualistas? Será essa a preparação inconsciente da população que hora emerge, de homens e mulheres prontos para um cenário de conquistas que se avizinha? Não temos como saber o futuro, mas temos como relembrar o passado. Éramos muitos diferentes em tudo das crianças e dos jovens de hoje. Principalmente na educação e gentilezas. Lembro-me que nossos brinquedos eram feitos à mão por nós, ou nossos pais. Raramente os meninos da roça tinham brinquedos industrializados. A grande maioria usava criatividade para transformar latinhas desprezadas no quintal em belas jardineiras, caminhõezinhos ou mesmo jamantas. Um cabo de bassora esquecido em um canto qualquer se transformava em belo alazão galopando pelos campos. Para as meninas, as mães transformavam roupas usadas em lindas bonecas de panos. Em grupos brincavam de casinha no fundo do quintal. O lúdico se fazia presente o tempo todo. Cozinhavam de mentirinha, a menina mais velha transformava-se em mãe, as mais novas eram filhas e, assim, brincavam esquecidas no tempo e no espaço. Estavam, sem saber, se preparando para, num futuro, tornarem-se mães de verdade. Enquanto nós, meninos, quando não estávamos no corgo tomando banho todos pelados, estávamos no campinho jogando bola de meia, ou ainda travando lutas imaginárias, cavalgando nossos cabos de vassouras transformados em imponentes cavalos marchadores. Dos jardins de nossas casas apanhávamos a planta Espada de São Jorge e com ela defendíamos nossos territórios invadidos pelo inimigo. É. Preciso me acostumar aos novos tempos e com o jeito dessa moçada que aí está. Com suas maneiras irreverentes e seus celulares maravilhosos. JOCELINO SOARES Artista plástico. Membro da Academia Rio-pretense de Letras e Cultura (www.jocelnosoares.com.br) Voto Aausência de alguns vereadores na reunião com os ocupantes da Câmara novamente suscita a questão do voto impresso. Esse deveria ser considerado na reforma eleitoral, em que o Congresso fica sofismando para não ouvir a população e resolver a questão na própria casa. Nossos congressistas estãoiludidos que representam a população, apesar da paúra que passaram com as manifestações. Eles poderão, até mesmo, fazer uma reforma política temporária, vigendo para a próxima eleição, porém deverá manter um canal de diálogo com a população, por meio da comissão de Cidadania e Participação, para num determinado tempo incluir os anseiospopulares e, aí sim, consultar a população quanto à sua aprovação. Nestaoportunidade, senão constante desse documento provisório, seria o caso da população exigir o voto impresso, com um instrumento de pressão e cobrança de seu eleito. Exigiria a introdução de artigo que permitisse a cassação de um político mediante vontade expressa de 50% mais um desses eleitores, que comprovariam essa condição com exibição pública de seu voto, mediante o comprovante escrito desse voto. Nesse caminhar, esse novo código eleitoral resolveria questão levantada, há muito tempo, por Sheakspeare, porém não resolvida que é a convivência com um eleito esclerosado. Uma legislação desse tipo inibiria ações antidemocrática como as praticadas por aqueles vereadores. Se praticadas, seus próprios eleitores os cassariam. José Carlos de Souza, Rio Preto Diário ODiário da Região chega aos 63 anos como um dos mais importantes veículos de comunicação impressa do Estado de São Paulo. Só um jornal sério, comprometido com a verdade, sobrevive ao tempo como opção imprescindível de leitura, em plena era de expansão e de domínio absoluto da internet. É só olhar para a história do jornal, nessas mais de seis décadas de notícias e de prestação de serviços à comunidade, para entender as razões do sucesso. Vigilante crítico diário dos dos fatos, a imprensa livre é a garantia do exercício da cidadania. Quero deixar aqui meus cumprimentos à família Diário da Região, constituída pelo meu amigo Norberto Buzzini, minha amiga dona Neuza, seus filhos, pelo editorchefe Fabrício Carareto, por editores, repórteres, fotógrafos e todos os demais funcionários. Orlando Bolçone - deputado estadual, Rio Preto Ministérios O presidente da Câmara Federal, deputado Henrique Alves, quer a redução de ministérios. Ele diz que haveria economia e enxugaria a máquina administrativa. Pois bem, estão querendo nos enganar, de novo. Temos que discutir outras coisas: fim dos cargos em comissão, fim da reeleição em todos os níveis, perda do cargo aos políticos condenados (mesmo em primeira instância), política educacional séria, saúde pública... Continuo achando que - para eles (políticos) - somos meros palhaços, ignorantes que, ao receber 50 dinheiros, votamos em quem eles quiserem. E o povo segue gritando: abaixo isso, fora aquilo etc. Eu seguirei pensando que se não nos vendêssemos, se não gostássemos de levar vantagem em tudo, se orientássemos nossas crianças com valores sólidos, então, não teríamos essa corja de políticos profissionais que tanto mal nos faz. Vamos votar pelo bem! José Antônio de Lima Bueno, Brasília -DF Oportunismo Vivemos a era dos oportunistas. Uma geração de pessoas que mudam seus objetivos conforme a maré. Se uma pessoa qualquer quebra uma vitrine de loja e leva o que está em seu interior, praticou furto qualificado, se uma multidão quebra vitrine de várias lojas e levam o que está em seus interiores, é manifestação. A visão da sociedade é manipulada de várias formas, e fica distorcida por preguiça de pensar, falta de consciência analítica e memória histórica. O vereador Carlão dos Santos, durante quatro anos no exercício de seu primeiro mandato, não solicitou sequer um único documento ao Executivo. Nunca se preocupou emfiscalizar ou acompanhar nada, pelo contrário, apoiava sempre o Executivo. Agora, emprestando os holofotes direcionados ao legítimo grupo de manifestantes que ocupou a Câmara nos últimos dias, e se fazendo valer doventoa favor, achou porbem apresentar documento pedindo comissão processante contra o prefeito. Nesta terça, quando da volta dos trabalhos ordinários da Casa de Leis, teremosmais alguns episódiosda novela legislativa, quando vários vereadorestransformarão a tribuna em palanque, se investirão do espírito dos protetores dos fracos e oprimidos negando tudo o que pregaram em campanha a meros 6 meses, elogiarão e incitarão grupos manifestantes a serem contraventores em nome de um bem maior, ou, pior ainda, disparará munição a mando de algum grande grupo que tenta desestabilizar os poderes por interesses próprios. Seja através desse grupos, que por sua vez parte, apenas parte, carregam interesses políticos de partidos que não conseguiram se fazer representar na Câmara e ou Executivo, e que ainda têm seus atos aproveitados para política partidária. Ou através de políticos que fazem política partidária a mandos empresariais de grupos que não se encontram satisfeitos com os ganhos atuais ou de políticos que perderam eleições, de qualquer forma, o povo continua sendo manipuladoe enganado, como plateia dessa peça teatral quase surreal, mas muito suja e articulada. Fábio Marcondes - vereador, Rio Preto Papa Quando o plano espiritual, através do Mestre Jesus, ensinou ao homem como falar com Deus estava prenunciando um momento divino para que o ser humano pudesse ter a fé inabalável e que a prece era sem dúvida uma ligação sem fio do mundo material às esferas crísticas. Por isso nos ensinou a dádiva do Pai. Orando o ser humano se protege. Orando ele cresce. Orando o ser humano faz nascer virtudes onde existiam defeitos. Orar faz bem. Aproxima-nos das pessoas amadas, encarnadas e desencarnadas. É a glória do amor a serviço do bem. A prece previne o mal. Cria esperança e bem-estar. Na visita do Santo Papa, na Jornada da Juventude, oremos pela paz mundial. Wilson Focássio, Rio Preto cartas As correspondências enviadas para esta seção devem ter o nome legível do autor, RG, foto, profissão, idade e endereço e telefone para confirmação prévia. Para dar oportunidade a um maior número de leitores, as cartas poderão ser resumidas. Os originais não serão devolvidos. As cartas podem ser enviadas da seguinte forma: 1) Pelo correio, endereçadas à avenida Feliciano Salles Cunha, CEP , São José do Rio Preto-SP 2) Entregues pessoalmente no endereço acima 3) Por fax - (0xx17) ) Por , no seguinte endereço eletrônico:

3 DIÁRIO DA REGIÃO Editor de Política: Alexandre Gama / POLÍTICA Domingo, 21 de julho de 2013 / 3A TRAVOU - Nota emitida pela Comunicação afirma que sistema de R$ 3,4 milhões está em pleno funcionamento Aícro Júnior/Editoria Coluna do Diário Alexandre NO LIMITE Governo desmente Hirata sobre falhas em sistema A sessão de terça-feira da Câmara de Rio Preto, recheada com 16 projetos na pauta, tem todos os ingredientes para ser explosiva. Além da promessa do grupo de manifestantes de lotar as galerias para nova rodada de protestos, nos últimos dois dias o clima esquentou entre os próprios vereadores. Temperatura que chegou ao clímax com o pedido de cassação do prefeito Valdomiro Lopes (PSB) pelo vereador Carlão dos Santos (PTB), o que revoltou a base. O líder do governo, Fábio Marcondes (PR), veio a público acusar Carlão de oportunismo. Ficou quatro anos e não pediu um único documento ao Executivo. Nunca se preocupou em fiscalizar ou acompanhar nada, sempre apoiou. Agora quer holofote. Vai começar a apanhar também, declarou Marcondes. Isso depois de o próprio presidente da Câmara, Paulo Pauléra (PP), ter disparado contra a oposição e contra alguns manifestantes que só queriam badernar, hostilizar e denegrir a imagem do Legislativo. Nota diz que presidente da Empro deu declaração equivocada à CPI Rodrigo Lima O governo desmentiu publicamente a presidente da Empresa Municipal de Processamento de Dados (Empro), Lúcia Hirata, de que o sistema de prontuário eletrônico só funcionaria na UBS do bairro São Deocleciano, conforme depoimento prestado à CPI da Saúde, na última sexta-feira. Em nota oficial emitida pela Secretaria de Comunicação, a administração classifica como declaração equivocada a informação prestada pela presidente da Empro aos vereadores da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde. Veja íntegra da nota ao lado. Por outro lado, o prefeito Valdomiro Lopes (PSB) admitiu que o sistema de prontuários eletrônicos não foi 100% implantado nas 26 Unidades Básica de Saúde (UBSs). O prefeito, porém, também desmentiu a versão apresentada por Lúcia A informação que tenho já de bastante tempo é outra. O prontuário eletrônico não está 100% implantado porque não foi possível, mas já tem algumas unidades (UBSs) que têm. Ela (Lúcia Hirata), na verdade, INFIDELIDADE PARTIDÁRIA PTB ameaça tomar mandato de Carlão Guilherme Baffi 20/7/2013 Rodrigo Lima O presidente do diretório estadual do PTB, deputado estadual Campos Machado, ameaça expulsar o vereador Carlão dos Santos (PTB) por infidelidade partidária. O cacique do partido afirmou que não vai tolerar deslealdade e covardia em relação ao cumprimento do acordo político estabelecido com o prefeito Valdomiro Lopes (PSB) na eleição do ano passado. É inadmissível que não cumpramos esse compromisso, disse. Se tiver algum vereador do partido aqui (em Rio Preto) e não apoiar os candidatos do partido não vou expulsá-lo, só tem um caminho: cassar o mandato que não lhe pertence, mas ao partido. Expulsão é prêmio para os traidores, afirmou Campos, que participou do encontro regional do partido em hotel em Cedral. Não existe meia gravidez na política. Se você tem um lado, esse é o seu lado, disse. Carlão protocolou na Câmara de Rio Preto, na última sexta-feira, pedido de abertura de Comissão Processante para cassar o mandato de Valdomiro, por suposta infração político-administrativa. O vereador alegou que deixou de receber cópias de licitação da modalidade carta convite e compras livres da Secretaria de Esporte desde cuida da Empro, mas essa implantação é mais da (secretaria da) Saúde. Nós vamos passar os dados corretos (para ela), disse. No desmentido oficial do governo em relação ao declarado por Lúcia, a nota afirma que o prontuário eletrônico já está em funcionamento nas 26 UBSs e Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF) do município. Questionado se a manifestação da presidente da Empro pode resultar na sua possível saída da administração, o prefeito afirmou: ela (Lúcia) é uma grande coordenadora da Empro. Acho que é só um desencontro de informações. Lúcia foi questionada pelos integrantes da CPI sobre de quem seria a responsabilidade pela aprovação do sistema de informatização da Saúde. A responsabilidade é minha após avaliação dos técnicos da Empro, afirmou no depoimento. A estratégia do governo será tentar alterar o depoimento de Lúcia, tanto que ela será orientada a pedir uma retratação aos membros da CPI - presidente Renato Pupo (PSD), relator Marco Rillo (PT), e membros Jean Charles (PMDB), Celi Regina (PT) e Carlão dos Santos (PTB). Se depender de Rillo, relator da comissão que apura supostas irregularidades na pasta da Saúde, o depoimento não será alterado. Se mudar o depoimento será por conta da pressão do Valdomiro. Por mim, o que falou está falado e assinado, disse o petista. Valdomiro recebeu placa de homenagem do presidente estadual do PTB, Campos Machado Não se pode seramigos das pessoas apenas nos bons momentos. Há situaçõesemque o Valdomiroprocura fazer o melhor. Ele está sendo vitimado e tenho obrigação, se o meu partido aqui está no governo e apoiou Valdomiro, tenho obrigação de apoiá-lo independente de questões partidárias, afirmou Campos, nota ao Diário Ao contrário do que consta na manchete e na reportagem publicada neste sábado, dia 20/7, no caderno de Política, entendemos que o jornal foi induzido a erro em função de declaração equivocada da presidente da Empro, Lucia Hirata, em depoimento à CEI da Saúde, uma vez que o sistema de informatização, composto por prontuário eletrônico e módulos específicos, já está em funcionamento em toda a rede de Atenção de Básica, que compreende as unidades básicas de saúde e unidades básicas de saúde da família do município, num total de 26. Fazem parte do sistema os módulos de recepção e cadastro de pacientes, agendamento de consultas e exames, salas de vacinas (cadastro de vacinas), cadastro de programa de saúde da família, cadastro de procedimentos efetuados na unidade, faturamento e prontuário eletrônico, repetimos, que já está em funcionamento nas 26 unidades básicas de saúde do município, além de duas especializadas o Centro de Especialidades Odontológicas Centro e Norte (CEOs). Salientamos que o prontuário eletrônico está ativo desde o ano passado e a maioria dos profissionais da saúde já o utiliza e outra parte está se adaptando à nova ferramenta. que entregou homenagem ao prefeito durante o encontro do PTB. Ele avisou que, após o caso ser analisado pelo diretório da legenda em Rio Preto, ele deverá avaliar a situação em São Paulo. Agora seria um interferência indevida. É possível tudo. Preciso conhecer os fatos. A única coisa que não vai ocorrer é O prontuário eletrônico traz informações gerais sobre o paciente, como histórico de atendimentos, histórico de sintomas e condutas tomadas, solicitação de exames, bem como por quais unidades os pacientes já se consultaram anteriormente. Quanto à UBSF São Deocleciano, esclarecemos que a mesma é considerada piloto, porque é a unidade referência para atualização e implantação de novas versões do sistema. Desde o dia 1º de julho teve início a implantação do prontuário eletrônico nas unidades de atenção especializada, Centro de Atendimento Especializado na Saúde da Mulher (CAESM), ARE e Hospital Dia, assim como nas cinco upas (Jaguaré, Santo Antonio, Vila Toninho, Central e Norte). Esclarecemos ainda que na Saúde a informatização do sistema é conduzida por equipe coordenada pela diretora do Departamento de Avaliação, Regulação e Controle (DERAC), Margarete Giachetto Vilela, e pelos administradores do sistema Eduardo Vessani e Marcus Scafe. Todas as alterações, diretrizes, customização e monitoramento do sistema são discutidos semanalmente, todas às quintas-feiras, por meio de reuniões técnicas entre Empro, Secretaria da Saúde e empresa contratada. covardia e deslealdade de nenhum dos lados, afirmou Campos. Valdomiro disse ontem que os documentos serão entregues ao vereador. Ele tem de procurar isso nas secretaria e Prefeitura, afirmou o prefeito. A Secretaria de Comunicação disse ontem que tem 15 caixas de documentos para serem entregues. FRATELLI 1 O clima também não é bom entre os protagonistas da operação Fratelli, que desmantelou a chamada Máfia do Asfalto na região de Rio Preto há três meses. Desde então, os órgãos que desencadearam a operação - MPs federal e estadual - não falam a mesma língua. FRATELLI 2 A ponto de o promotor do Gaeco João Santa Terra dizer que ficou sozinho na condução do caso, que envolve milhares de documentos de quase uma centena de cidades. FRATELLI 3 Antesdaoperação contávamos com uma projeção de força-tarefa, razão pela qual foram decididos tantos mandados. Mas o MPE ficousozinho. Depois da operaçãonãoveio umúnico servidordo MPFou dapf, nenhum delegado, nenhum promotor para ajudar. FRATELLI 4 O MPF rebateu a acusação. Diz que o material apreendido na operação é de interesse exclusivo do MP Estadual, que não possuía documentação suficiente para materializar e constituir elementos de prova dos ilícitos investigados. FRATELLI 5 Ainda de acordo com o MPF, o órgão e a Polícia Federal gentilmente apoiaram os trabalhos de cumprimento dos mandados porque o Gaeco não teria gente suficiente. FRATELLI 6 Por fim, a assessoria do procurador Thiago Nobre lembra que a investigação federal foi aberta em dezembro de 2012 e já resultou em duas ações penais. Com 20 acusados. Além de prisão preventiva e bloqueio de bens - trabalho exclusivo do MPF, com o respaldo e o trabalho da PF. HOMEM... A confirmação de que o consultor Júnior Baiano tem ligação com a Sissonline - empresa que forneceu software milionário à Empro - dá novos contornos à CPI que investiga a Saúde....CHAVE A convocação de Júnior se torna essencial para descobrir, afinal, qual sua relação com Rio Preto e com o prefeito Valdomiro Lopes? SONHO A situação de Lucia Hirata não é confortável depois de admitir falha no sistema de prontuário eletrônico. A Prefeitura desmentiu publicamente a dirigente. ÀS CLARAS A presidente do Sindicato dos Servidores, Dela Brognaro, diz que não existe caixa-preta na entidade. Temos assembleia geral todo ano, a categoria é convidada. Não existe nada escondido. SOMBRA Alex de Carvalho está fora do foco, longe dos holofotes. Mas segue como o fiel escudeiro de Valdomiro, a quem acompanhou no evento do PTB no Ipê Park Hotel. RENÚNCIA... Crise no Comitê da Bacia Turvo Grande, presidida pelo prefeito de Catanduva, Geraldo Vinholi (PSDB). Alegando interferências políticas, a sociedade civil, representada por Germano Hernandes, pediu renúncia da vice-presidência....na BACIA Vinholi não foi localizado para comentar o tencionamento no comitê. Aícro Júnior/Editoria de Arte

4 4A / Domingo, 21 de julho de 2013 POLÍTICA DIÁRIO DA REGIÃO Belisário e Aícro Júnior/Editoria de Arte ESTACA ZERO Governo admite que projeto do Trem Caipira corre risco de nunca sair do papel: não depende da Prefeitura Heitor Mazzoco Cinco anos depois, a Prefeitura de Rio Preto enfim admite que não sabe o que fazer com o projeto do Trem Caipira, iniciado em 2008 na gestão do ex-prefeito Edinho Araújo (PMDB) e que consumiu R$ 780 mil para compra de locomotiva e vagão. Para ser viabilizado, o projeto não depende apenas da Prefeitura, resumiu o secretário de Desenvolvimento, Gerson Furquim, por meio de nota. Nem a promessa do prefeito Valdomiro Lopes (PSB) feita em 2011, de que o trem apitaria no seu governo, é mantida. O tempo que será necessário para a execução dependerá ainda de uma série de fatores que terá início após a liberação da linha férrea, informa o Desenvolvimento. Um dos maiores entraves é o número de composições que atravessam Rio Preto atualmente com indicativo de que pode aumentar com a conclusão da ferrovia Norte-Sul. Responsável pelo projeto, Furquim reconhece que nem se a América Latina Logística (ALL), responsável pela malha ferroviária, liberasse hoje o uso dos trilhos, seria possível colocar o trem para rodar. A começar pelo estado de abandono que se encontram os veículos, estacionados desde o início de 2009 na garagem municipal sem uso. Sinais da ação do tempo, como ferrugem, já começam a aparecer, conforme constatado pela reportagem. Além disso, Furquim lembra que a estação ferroviária de Engenheiro Schmitt, ponto central do projeto, ainda não está sob a posse da Prefeitura. A ALL informa que já solicitou junto ao governo federal a desvinculação do imóvel para Partes de ferro do trem começam a dar mostras de deterioração uso do município. A concessionária aguarda parecer do órgão federal. Após a desvinculação, a Prefeitura poderá pleitear a estação junto ao Dnit, diz a ALL. Para completar o cenário de descaso, a Prefeitura reconhece na nota que não existe qualquer outro tipo de tratativa envolvendo o trem. Caso a liberação dos trilhos ocorra amanhã, a Prefeitura terá condições de iniciar todos os procedimentos necessários para que os trilhos, desvios, estações, segurança, adequações, entre tantos outros pontos que envolvem a viabilidade do projeto, sejam executados dentro de todas as tratativas que até o momento foram realizadas, afirmou a assessoria de Furquim. Furquim afirma ainda que, na teoria, o Executivo tem todo material necessário para se debruçar sobre a proposta. Sendo mais claro ainda, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico possui todos os levantamentos e informações necessárias para dar início à execução do projeto a partir do momento que os entraves entre Prefeitura e ALL forem resolvidos, disse. Pierre Duarte 18/7/2013 Inépcia O Executivo e a empresa responsável pela linha férrea não se entendem sobre quem é culpado pelo abandono do projeto. A Prefeitura diz aguardar a ALL para conclusão dos contratos de cessão de uso das estações. Em todas as tentativas houve demora para se conseguir retorno da concessionária, afirma Furquim. A única viagem feita com o trem foi na última semana de dezembro de 2008, quando Edinho recebeu o equipamento. Desde então, com a posse de Valdomiro, existem apenas promessas do retorno as trilhos. A Prefeitura diz que o motor do veículo motriz é ligado a cada 60 dias para manutenção da parte elétrica. (Os vagões) estão devidamente cobertos e protegidos contra o desgaste que poderia ser ocasionado pela exposição, finaliza a assessoria da Prefeitura de Rio Preto, que colocou o assessor Sérgio Menezes para fotografar e tentar intimidar o trabalho da reportagem do Diário na garagem. Projeto perde convênio e vira alvo do MPF Além de não entrar em acordo com a América Latina Logística (ALL) sobre uso da malha férrea, a Prefeitura de Rio Preto perdeu convênio de R$ 731,2 mil com o governo federal para reforma das estações de Rio Preto e Engenheiro Schmitt, que segundo o projeto original abrigaria Museu Caipira e restaurante para fomentar o turismo no distrito. Apesar de a Prefeitura informar que trabalha para a renovação do convênio, no Portal da Transparência do governo federal consta que o convênio expirou em dezembro de Além dos R$ 731,2 mil que seriam liberados a fundo perdido pelo Ministério do Turismo, a Prefeitura entraria com contrapartida de R$ 118,7 mil. Também no final de 2012, o Ministério Público Federal instaurou inquérito civil para apurar responsabilidades em eventual descaso com o dinheiro público. O procedimento é presidido pelo procurador Svamer Adriano Cordeiro, que não quis dar informações sobre o andamento da investigação. Além das atuais 18 composições de até 80 vagões que atravessam diariamente Rio Preto, a ALL afirma que a tendência é que esse número aumente, o que tornaria ainda mais restrita a possibilidade de uso da malha pelo Trem Caipira. (HM)

5 DIÁRIO DA REGIÃO POLÍTICA Domingo, 21 de julho de 2013 / 5A ENTREVISTA - À APJ, governador diz que Dilma não promoveu as reformas necessárias para estimular modernização do País Só reformas contornam protestos Alckmin defendeu ainda modelo de voto distrital e redução da maioridade penal Aurélio Alonso e Wilson Marini Rede APJ Somente um novo pacto federativo, com a descentralização de poder do governo federal para os estados e municípios, poderá resolver as demandas sociais que emergiram nos protestos nas ruas nas últimas semanas. A opinião é do governador Geraldo Alckmin (PSDB), para quem oqueo município puder fazer, o Estado e a União não devem fazer. Mas para isso é preciso oferecer mais recursosaos municípios para enfrentar problemas como o da saúde. Para Alckmin, o país vive uma crise de liderança política, que deve ser enfrentada com reformas estruturantes, entre as quais a implantação do voto distrital para conferir representatividade aos agentes eleitos. Ao receber a Associação Paulista de Jornais (APJ), entidade da qual o Diário faz parte, Alckmin destacou que os municípios paulistas estão se beneficiando neste momento da liberação de recursos adicionais de ICMS, não previstos em orçamento porque se referem a renegociação de dívidas, e que somam R$ 1,2 bilhão em todo o Estado. No final da entrevista, antecipou com exclusividade que a Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp), a quarta universidade pública do estado, tem data para começar - fevereiro de Segue a íntegra da entrevista, dividida por tópicos. Univesp Estamos ampliando as Etecs que têm alta empregabilidade. E ampliando as Fatecs que têm alta empregabilidade: de cada 10, pelo menos nove são contratados. Vão ser instaladas 11 novas faculdades de engenharia. Tem uma novidade boa, vamos implantar a quarta universidade paulista, a Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp) e que será de ensino a distância. Reforço de ICMS Temos feito esforço permanente para fortalecer os municípios. Não há Estado forte sem municípios fortes. E não tem País forte sem estados fortes. Com o Programa de Parcelamento dos tributos, conseguimos arrecadar, este ano, para os municípios, R$ 1,25 bilhão a mais, isso até 15 de julho e já depositado. Rio Preto recebeu R$ 8,2 milhões. Essa transferência de recursos deu uma grande ajuda às prefeituras. O que vemos nas ruas hoje? É ausência de reformas. E não foi feita nenhuma. Não teve reforma política. Não existe democracia com 30 partidos Douglas Reis/ Jornal da Cidade/ Rede APJ Governador Geraldo Alckmin adiantou à APJ a criação de nova universidade pública paulista Creche-escola Previstaem todosos645 municípios. É uma demanda enorme. O Estado paga integralmente a creche e os equipamentos, em média R$ 1,78 milhãocadauma prontapara funcionar. RioPretoreceberáumaO municípiodá o terrenoe a sua contrapartida é o custeio. Varia de 80 a 150 vagas. O Estado nãoentra no ensinoinfantil (creche e pré-escola). Tarifa de transporte A redução de tarifa de transporte só na cidade de São Paulo significou R$ 0,5 bilhão de corte por ano. Se projetar os 645 municípios, são dezenas de bilhões de reais. Quando não se fala de onde vai tirar o dinheiro, pode escrever: está tirando de investimento. Bilhões de reais no País estão saindo de investimentos e indo para custeio, que é tudo o que o Brasil não deve fazer. Para crescer, é preciso investimento. Em São Paulo, o custo do governo do Estado com a redução na tarifa será de R$ 226 milhões. Então, vou fechar uma secretaria, três fundações vão se juntar, fechar uma estatal e uma autarquia, vender um helicóptero, reduzir 10% a frota e telefonia. Não fabricamos dinheiro. Os protestos O que estamos vendo nas ruas hoje? É a ausência de reformas. Geralmente as reformas estruturantes são feitas no primeiro ano de governo. Entra com 80 milhões de votos nocaso federal, com grande legitimidade, e faz as reformas macro. Não foi feita nenhuma. Não teve reforma política. Nãohádemocracia nomundo com 30 partidos e mais cinco a caminho. Há um estímulo para criar partido. Cria um partido e o dinheiro entra na veia. Na política, não precisaria nem mexer na Constituição, bastaria proibir a coligação proporcional, cairia para 7 ou 8 partidos. Voto distrital Estamos vivendo uma crise de liderança. Há um clima de insatisfação e a gente vem para a questão da descentralização para a reforma política. Um deputado em São Paulo pode ser votado em 645 municípios. O eleitor não se sente representado. Sou favorável ao voto distrital. Segurança pública A questão da segurança passa por múltiplos fatores: primeiro a participação dos municípios na chamada prevenção primária: iluminação pública, urbanização, política social com jovens. Estamos aumentando o efetivo policial: Polícia Civil são mais 3 mil homens e mulheres. Um grande trabalho de câmera de vídeo. Nova Iorque tem 5 mil câmeras e cinco pessoas monitoram. Há um software moderno e mandamos uma equipe para lá. Maioridade penal Tenho colocado a questão da maioridade penal. Quando a Constituinte diz que quem tem 16 anos tem direito de eleger o presidente da República, também tem dever. Índices de violência Estou otimista. Tivemos um aumento de criminalidade no Estado no segundo semestre do ano passado, estancou na virada deste ano e começou a reduzir. SEM ACORDO Em reunião tensa, PT racha sobre reforma Agência Estado O racha no PT em torno da condução da reforma política marcou a reunião do diretório nacional do partido. Munidos de cartazes com os dizeres Sou PT e quero plebiscito - Vaccarezza não me representa, dez militantes petistas postaram-se diante da sede da legenda desde cedo e pediram a saída do deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP) da comissão de reforma política. Do lado de dentro, em uma reunião tensa, com fortes críticas a Vaccarezza - que deixou clara a impossibilidade de mudanças no sistema político valerem para as eleições de , o ex-presidente do PT José Eduardo Dutra foi um dos poucos que saiu em defesa do parlamentar. Não dá tempo de aprovar até outubro deste ano uma reforma política com efeitos para as eleições de Nem plebiscito nem comissão da Câmara produzirão resultados agora, disse Dutra. Nos últimos dias, Vaccarezza e a bancada do PT protagonizaram um bate-boca público sobre a reforma política. Na sexta-feira, o líder do partido na Câmara, José Guimarães (PT-SP), divulgou uma nota dizendo que as opiniões de Vaccarezza não expressam o pensamento nem da bancada na Câmara nem do PT.

6 6A / Domingo, 21 de julho de 2013 ECONOMIA& NEGÓCIOS Editor de Economia: Fabiano Ferreira / DIÁRIO DA REGIÃO VAIDADE que vira lucro Nos últimos 4 anos, abertura de salões de beleza em Rio Preto cresceu 1.172%: são 394 salões registrados, mas o sindicato do setor estima a existência de 2 mil estabelecimentos espalhados pelos quatro cantos da cidade Aícro Júnior/Editoria de Arte Clientela é cada vez mais exigente Neste mercado tão competitivo, um trabalho diferenciado é a fórmula para manter o cliente fiel. Mas ainda não há nada mais importante na fidelização do cliente do que atendimento e serviços de qualidade, como afirmam os cabeleireiros Arnaldo Romano e Wanderley de Pádua, presentes no em Rio Preto há 20 anos e 15 anos, respectivamente. "Como prestador de serviços, sempre falo para a minha equipe: 'atenda o cliente como você gostaria de ser atendido'. Não podemos enganá-los nem tentar vender serviços e tratamentos desnecessários. Hoje, os clientes são tão bem informados que sabem como funciona e o que precisam. Para conseguir ser uma empresa saudável e bem estruturada é preciso ser verdadeiro com o cliente", afirma Romano. Para Wanderley de Pádua, bom trabalho e atendimento são fundamentais, mas a Digo para minha equipe: atenda o cliente como você gostaria de ser atendido. Não podemos enganá-lo Arnaldo Romano, cabeleireiro fidelização depende também de uma administração de qualidade. "Uma boa administração para buscar clientes e saber oferecer serviços é essencial. É necessário também investir em divulgação. Se você não é visto, não é lembrado. A fórmula é estar em evidência, mostrar um bom trabalho e ter uma equipe coesa. Não existe uma empresa 100% com funcionários 50%", avalia. A questão do valor também pode influenciar na decisão do cliente, mas também é necessário ser realista quanto aos preços cobrados, diz Romano. "É preciso ter uma tabela que seja compatível com o mercado em que se trabalha. Não adianta achar que tem de seguir a tabela de São Paulo. Os valores devem ser fixados de acordo com os gastos. Por exemplo, se para manter meu salão custa dez preciso ter lucro de pelo menos onze". Apesar de tudo, no fim das contas, o que conta é a relação entre cabeleireiro e cliente. "Individualidade é importantíssimo. Se o cliente se sentir como apenas mais um, ele não vai se importar em trocar de salão. Além disso, é importante pensar em qualidade e não em quantidade. O sucesso vem com a satisfação do cliente", diz Romano. (BC) Leia mais na página 7A Beto Carlomagno Basta uma volta atenta pela região central e pelos bairros de Rio Preto para notar a grande quantidade de salões de beleza, que cresce numa velocidade proporcionalmente inversa a outros setores da economia. Na Prefeitura há 394 salões registrados, mas o sindicato que regula o setor estima que existem pelo menos 2 mil salões, desde pequenos estabelecimentos (alguns adaptados em residências) a espaços sofisticados. Para se ter ideia, entre 2009 e 2012, houve um crescimento de 1.172% no número de aberturas de salões, segundo a Secretaria Municipal da Fazenda. Em 2009, foram 11 aberturas enquanto em no ano passado foram 140. O levantamento feito pelo Diário, com base em dados oficiais, lista pessoas jurídicas ativas cadastradas na Secretaria Municipal da Fazenda que tem como atividade principal o ofício de cabeleireiro. De 2001 a 2008, o número de aberturas pode ser considerado baixo. Somando todos os anos são 16 cadastros. Já a partir de 2009, a regularização começou a crescer ano a ano, registrando inclusive alta de mais de 280% entre um ano e outro, como entre 2009 e 2010, A criadora de cavalos Maria José Caversan Polizello, de Rio Preto, é cliente fiel do cabeleireiro Arnaldo Romano há dez anos. "Venho duas vezes por semana, pelo menos, porque acho quando passaram de 11 aberturas no primeiro para 42 no segundo. Os anos de 2011 e 2012 são os recordistas, com 114 e 140 novas firmas abertas, respectivamente. E 2013 caminha para o mesmo rumo, já que até este mês foram abertos 71 novos salões. Crescimento A realidade local reflete o movimento também observado em todo o Estado de São Paulo. Em 2011, o número de salões de beleza era , segundo dados recentes da pesquisa contratada pela Beauty Fair, realizada pela Gouvea de Souza e divulgada pela Associação Nacional do Comércio de Artigos de Higiene Pessoal e Beleza (Anabel). O estado é o que possui o maior número de estabelecimentos do país, com 100 mil a mais que o segundo colocado, o Fidelidade e investimento Hoje existe uma tendência de lugares com uma estrutura maior Sérgio da Silva Paranhos, diretor do sindicato Rio de Janeiro, que tinha , no mesmo período. Em Rio Preto, o número de estabelecimentos na cidade é maior que o oficial. Entre regularizados e não regularizados, são mais de 2 mil salões de beleza, segundo estimativas do Sindicato dos Empregados em Turismo e Hospitalidade (SE- TH), que também representa os trabalhadores destes estabelecimentos. Mas o número pode ser ainda maior. E além do crescimento no número de estabelecimentos, há uma mudança no perfil, como garante o diretor do SETH, Sérgio da Silva Paranhos. "O crescimento do número de salões vem acompanhado de uma mudança estrutural. Antigamente, a maioria dos salões era menor, com dois ou três profissionais, no máximo. Hoje já vemos uma tendência de lugares com uma estrutura maior". Outra mudança ocorre no quesito s informalidade. Segundo a Anabel, mesmo com o predomínio de salões irregulares neste mercado, como é visível pela discrepância entre pessoas jurídicas cadastradas na prefeitura e número estimado pelo sindicato, o aument o d a formalização parece ser o caminho. "A entrada da Nota Fiscal Eletrônica, a criação do Simples Nacional e a evolução dos sistemas de informação dos diversos órgãos do Governo, com destaque para a Receita Federal, são alguns dos motivos, o que dificulta cada vez mais a sonegação de impostos. Além disso, a indústria profissional, especializada na fabricação de produtos exclusivos para salões de beleza, deixou de vender para salões sem CNPJ, o que acabou obrigando muitos a fazerem a inscrição", afirma Marcelo Paris de Mattos, analista de mercado da Anabel. 140 é o número de salões abertos só em 2012 Johnny Torres 18/7/2013 essencial estar sempre arrumada", diz Zezé, como é conhecida. Ela chega a gastar R$ 450 por semana para fazer o que considera essencial: cabelo, unha, depilação, sobrancelha.

7 DIÁRIO DA REGIÃO ECONOMIA& NEGÓCIOS Domingo, 21 de julho de 2013 / 7A VAIDADE QUE VIRA LUCRO - Donos geralmente são pessoas que já adquiriram experiência em outros salões e querem montar um negócios próprio Salão com 1 profissional é bastante comum Johnny Torres 19/7/2013 Fiz um curso e já comecei meu próprio salão. Não foi fácil partir do zero e captar clientes Maria de Fátima Medeiros, cabeleireira há 5 anos Personalização do atendimento é uma das vantagens de salões enxutos Beto Carlomagno Desde 2011, a abertura oficial de salões de beleza é maior na região central de Rio Preto, com 41 novos estabelecimentos no centro e 38 em bairros próximos como Boa Vista e Redentora. No entanto, é visível a existência de um número maior em bairros periféricos, especialmente se forem levados em conta pequenos estabelecimentos e até os que ficam em um cômodo da residência do proprietário. Apesar de haver tendência de estabelecimentos maiores, não é raro encontrar os que estão satisfeitos com a escala menor de seu empreendimento. É caso de Maria de Fátima Medeiros, de 50 anos, que trabalha como cabeleireira há cinco anos. Ela não tinha uma profissão e quando seu casamento chegou ao fim resolveu entrar na área da beleza. "Fiz um curso e já comecei meu próprio salão. Não foi fácil começar do zero e captar clientes, mas com o tempo fui adquirindo minha clientela e me estabilizando. Hoje tenho um número bom, o necessário para me manter e estou satisfeita desta forma. Faço todo o trabalho sozinha, pois acho mais fácil assim, mas faço o que dou conta. Agendo o número que consigo atender e nunca mais que isso", explica. A cabeleireira também oferece manicure, pedicure, depilação e limpeza de pele. Apesar de considerar a possibilidade de expansão no futuro distante, a cabeleireira Ângela Maria Gimenez, de 35 anos, também está satisfeita com um salão pequeno. "Tenho uma clientela fiel, que vem comigo desde quando era auxiliar em outro salão, o que me deixa mais tranquila. Já expandir é complicado, pois envolve trazer outras pessoas para trabalhar, o que é difícil. Meu diferencial é justamente trabalhar próximo da minha clientela. Desta forma, crio uma fidelidade direta", conta. Experiência adquirida Ao contrário de Maria de Fátima, que começou direto com um curso e a pretensão de já abrir seu próprio salão, Ângela é um daqueles muitos exemplos de auxiliares que resolvem investir no setor para seu futuro. "Trabalhei como auxiliar por alguns anos e neste meio tempo fui fazendo cursos e me especializando. Depois de formada, entrei para outro salão onde trabalhei como profissional, mas era funcionária. Queria ter mais experiência como profissional primeiro antes de montar meu próprio salão, o que aconteceu dois anos depois". Situações assim são muito comuns, afirma Sérgio da Silva Paranhos, diretor do Sindicato dos Empregados em Turismo e Hospitalidade (SETH), que também representa a categoria. "Temos vários casos de pessoas que começam a trabalhar em um salão, vão se especializando e depois acabam abrindo o seu próprio. Isso fica mais fácil porque o cabeleireiro já cria a sua carteira de clientes, que normalmente o acompanham para onde quer que ele vá". Dificuldades Tanto Ângela quando Maria de Fátima afirmam que a principal dificuldade hoje em dia é a concorrência. "Além da dificuldade de ter que se manter atualizada, já que todos os dias surgem novidades, a competitividade em Rio Preto é o mais complicado do setor. Próximo onde fica meu salão, apenas no último ano abriram cinco novos salões", conta Maria de Fátima. "Só aqui na rua onde fica meu salão já tem três", afirma Ângela. 79 salões abertos desde 2011 na região central Segmentação ganha força Artes: Aícro Júnior/Editoria de Arte A abertura de novos salões começa a ganhar um planejamento diante do vasto mercado existente. Um estudo pode ser favorável para entender o setor e direcionar o empreendimento para um público que ainda não tenha um atendimento específico. Hoje, é comum encontrar salões de beleza com áreas voltadas totalmente para o público masculino, por exemplo. "O homem se tornou um cliente tão importante quanto a mulher para os salões. Por isso, investimos em um espaço reservado apenas para este público, que também se preocupa com a moda e com estilo. Tanto que a maioria das empresas de produtos de beleza hoje possui linhas específicas voltadas para o sexo masculino", obser va Arnaldo Romano. O cabeleireiro Walter Rios e seu sócio, o arquiteto Risier Vellani, resolveram investir totalmente neste nicho do mercado e abriram A Barbearia, um salão apenas para homens com aquele clima de barbearia antiga, descrito como um Clube do Bolinha. "Meu sócio mora em São Paulo e viu um estabelecimento deste tipo por lá. Fizemos uma pesquisa de mercado e comprovamos que havia demanda para o tipo de serviço que ofertamos. Rio Preto não tinha um estabelecimento deste tipo, então resolvemos aproveitar este nicho. Por exemplo, hoje em dia, é difícil um salão na cidade que faça a barba", afirma Rios. "Estamos nos destacando. Os clientes estão ficando muito satisfeitos com o espaço e só temos recebido elogios. Apostamos em algo diferente e deu certo". Atualmente, A Barbearia oferece corte, barba e coloração, mas já os proprietários já pensam em expandir. "Nosso projeto para expansão quer permitir que o público masculino possa fazer tudo dentro do salão. Eles poderão fazer as unhas, depilação e tudo que alguns têm vergonha de fazer em um salão convencional", explica Rios. "Além disso, temos cerveja gelada, petiscos, música e jogos na TV para agradar nosso cliente enquanto ele espera ou é atendido". (BC) Sergio Isso 19/7/2013 Walter Rios aposta em salão para homens: corte, tintura e barba, além de cerveja e petiscos Fizemos uma pesquisa de mercado em Rio Preto e comprovamos que havia demanda para o tipo de serviço que ofertamos Walter Rios, sócio do salão A Barbearia Só um curso não funciona: é preciso se atualizar A profissionalização e a atualização são alguns dos pontos mais importantes na profissão de cabeleireiro. Além de uma boa base inicial, é necessário estudo constante para atualização. Tanto que o crescimento do mercado de salões de beleza também ajudou no desenvolvimento de outro, o das escolas de cabeleireiro. Hoje, estima-se que o mercado em Rio Preto conte com mais de 5 mil profissionais, número que deve crescer ainda mais. Apenas o Instituto Embelleze conta com 400 alunos e a meta é continuar crescendo, como afirma a gestora da escola, Conceição Meneguelli. "Queremos chegar nos 800 alunos. Estamos crescendo muito, principalmente com a entrada definitiva dos homens neste mercado, que hoje são responsáveis por uma grande parcela dos nossos inscritos. De uns dois anos para cá, aumentou muito o número de alunos do sexo masculino", conta. Márcia Regina Martins Vicentini, que tem a escola Marcia Beauty há 19 anos em Rio Preto, também notou as transformações pelas quais o mercado passou. "Realmente, os homens hoje começaram a procurar mais escolas de cabeleireiros e não têm mais preconceito. Além disso, há um aumento entre pessoas com um pouco mais de idade que buscam um meio de poder ajudar no orçamento de casa". Os cursos possuem duração variada, dependendo do estabelecimento, chegando até 14 meses, e abordam todo o trabalho por trás de um salão. "Tratamos desde a lavagem do cabelo, passando pelo corte e tintura e até como abordar um cliente", explica Márcia. Na Embelleze, o curso reserva os dois meses finais de sua duração para que o aluno vivencie o dia-a-dia de um salão. "Chamamos esta parte de Academy Hair, em que o aluno se transforma em uma espécie de dono de salão e tem que atender e se virar com todos os tipos de serviços solicitados no local durante o seu período", diz Conceição. (BC) Sergio Isso 17/7/2013 Conceição Meneguele, Marcia Conte, Daniela Ferreira e Kelly Abra: aula até para abordar clientes Salão infantil é bom nicho Nilton Gonçalves da Silva, conhecido entre os clientes como Tio Nilton, também investe na especificidade. Há 15 anos possui um salão dedicado a cortar cabelo de crianças. "Gosto muito de crianças, tenho jeito para atendê-las e desde o momento em que descobri que a maioria dos profissionais não gosta de trabalhar com elas, resolvi investir". De acordo com o cabeleireiro, a baixa concorrência foi um dos principais fatores que o motivaram a criar um espaço dedicado a um público específico. "O difícil não é a criança, mas sim alguns pais. Crianças têm menos complicações que adultos". Atualmente, Silva chega a atender 46 crianças em um sábado, dia mais movimentado em seu estabelecimento. (BC) Leia mais na página 8 A

8 8A / Domingo, 21 de julho de 2013 ECONOMIA/MUNDO DIÁRIO DA REGIÃO Celso Ming Algo parece mudado O Banco Central parece mudado - desta vez, para melhor. Falta saber até que ponto está disposto a enfrentar o jogo contra de outros setores do governo. E até que ponto está disposto a atuar para devolver a inflação à meta, que nãosão os 6,5% aos quais se refere a presidente Dilma, mas os 4,5% no ano-calendário. Ao contrário do que aconteceu ao longo de 2012, nas mensagens que vem passando pelos seus documentos e pelasdeclarações dosseus dirigentes, o Banco Central voltou a dizer coisa com coisa e passou a agir em consequência do que diz. A partir de agosto de 2011, pode-se distinguir três fases distintas no comportamento da autoridade monetária. A primeira, que durou até janeiro de 2013, foi a de agir em sintonia com as diretrizes da presidente Dilma. Foi o tempo em que a prioridade não foi propriamente conduzir a inflação para dentro da meta, mas cumprir a meta (não declarada) de juros básicos (Selic), de 2% ao ano em termosreais, ou seja, descontada a inflação. As indicações então passadas pelo Banco Central eram de que a inflação era predominantemente consequência do choque externo (alta das commodities) causado pela queda das safras de grãos nos Estados Unidos e que confluiria mais ou menos espontaneamente para a meta, "ainda que de forma não linear", sem necessidade de rever os juros. Parecia então seguro de quea área dafazenda cumpriria a meta combinada na administração das despesas públicas, que era a obtenção de um superávit primário (sobra de arrecadação para pagamento da dívida) equivalente a 3,1% do PIB, ou perto de R$ 259 bilhões. Logo se viu que, além de não observar sua parte no trato, o Ministério da Fazenda permitiu que o secretário do Tesouro, Arno Augustin, submetesse as contas públicas à chamada contabilidade criativa, que deformou os resultados e os colocou sob suspeita. A segunda fase, de perplexidade, durou quase três meses, de janeiro a abril deste ano. O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, declarava-seentão "pouco confortável" com a mudança de patamar dos preços e com os efeitos de uma política fiscal excessivamente permissiva, que chamou de "expansionista". Mas parou por aí. Seus relatórios ainda sugeriam que a taxa básica de juros permaneceria no nível em que estava, de 7,25% ao ano, "por um período de tempo suficientemente prolongado". As projeções da inflação com que trabalhava vinham fortemente desalinhadas com as expectativas do mercado, paraenormeprejuízo dacredibilidade da autoridade monetária. O Relatório de Inflação editado em dezembro trabalhava com uma alta nos preçospara o ano seguinte inteiramente irrealista, de 4,80%, quando o mercado financeiro apontava para 5,68%. Em abril, o Banco Central mudou sua postura e, ainda com alguma oposição de dentro de sua diretoria (2 votos contra), deu início à retomada da elevação dos juros. Foi também mais sincero nodiagnóstico eno prognóstico. Já não atribuiu o avanço da inflação a fatores externos, mas a problemas da economia brasileira: uma política fiscal nãosuficientementeaustera, demanda forte não inteiramente coberta pela produção interna e mercado de trabalho aquecido demais. BELEZA QUE VIRA LUCRO - Em Rio Preto, 834 optaram pela firma de Microempreendedor Individual Maioria dos cabeleireiros opta pelo sistema MEI Com a inscrição, eles se regularizam e podem pagar todos os impostos Beto Carlomagno Todo ano é comum ver a abertura de dezenas de novos salões, mas também são muitos os que não conseguem sobreviver durante este primeiro ano de vida. A razão é a falta de preparo de muitos profissionais, diz o cabeleireiro Wanderley de Pádua. "Abrem dez salões, fecham nove. O tempo é curto para aqueles que não entendem nada do mercado". A abertura de um salão requer atenção quanto à burocracia. Segundo profissionais da área, são diversas taxas e impostos a serem pagos e leis que devem ser seguidas e cumpridas, razões pelas quais muitos optam por permanecer irregulares. PRODUÇÃO DE ETANOL Paranhos, do sindicato: força-tarefa para regularizar profissionais "A parte burocrática é muito complicada, mas para mim não foi tão difícil porque meu marido é contador. Além disso, não queria ficar fora da lei, procurei me regularizar o mais rápido possível quando resolvi abrir o salão", conta a cabeleireira Ângela Maria Gimenez Girondi. No entanto, comparando com qualquer empresa multinacional, por exemplo, o valor não é tão alto assim. "É um valor saudável. Empresas grandes falam em margem de lucro de 6%, algo próximo do nosso lucro. É preciso ter em mente que não existe este lucro visionário", conta Arnaldo Romano. O cabeleireiro que trabalha por conta tem duas opções: atuar como autônomo, pagando impostos para a prefeitura, ou com uma firma aberta, como Microempreendedor Individual. Em Rio Preto, o segmento de cabeleireiros e de outras atividades de tratamento de beleza é o segundo maior entre as formalizações como MEI, com 834 adesões, perdendo apenas para comércio varejista de artigos de vestuário e acessórios, com 916. Segundo Sérgio da Silva Paranhos, diretor do Sindicato dos Empregados em Turismo e Hospitalidade (SETH), a entidade não é contra o crescimento dos profissionais e dos estabelecimentos, mas é preciso que seja feito de forma controlada. "Estamos fazendo um trabalho junto ao Ministério Público para chamar os proprietários para regularizar a situação. É necessário conscientizar", alerta. Estrangeiras buscam novos parceiros Agência Estado Após apostarem no mercado sucroalcooleiro do Brasil, multinacionais desenvolvedoras de tecnologia para etanol celulósico tentam driblar a aversão de usineiros ao investimento em greenfield (novas unidades) em meio a um cenário de insegurança do setor. Empresas como a suíça Clariant e a dinamarquesa Novozymes peregrinam atrás de parceiros no País para vender sua técnica de transformação da biomassa da cana-de-açúcar em biocombustível. Também conhecido como "de segunda geração", essa tipo Guilherme Baffi 18/7/2013 de etanol é apontado por muitos como alternativa para ampliar a produção do álcool no Brasil, sem ter de investir diretamente em aumento da área e de matéria-prima, por conta do aproveitamento de resíduos como, por exemplo, a palha e o bagaço da cana. Alguns estudos apontam para redução de custo de até 10% na produção do etanol 2G se comparado ao produto convencional. Apesar das vantagens do etanol celulósico, o custo elevado da enzima, utilizada no processo de hidrólise para a quebra das estruturas da biomassa, ainda é pouco convidativo para empresários do negócio. Aícro Júnior/Editoria de Arte HOMICÍDIO Marceneiro morre com paulada e facada Tatiana Pires O marceneiro Paulo Henrique de Souza, 37 anos, foi morto com uma paulada na cabeça e uma facada no pescoço, ontem à tarde, na empresa dele, no Jardim Simões, em Rio Preto. Sua mulher, Silvia Regina Ribeiro Fonseca de Souza, 40 anos, achou estranho o marido não atender as ligações dela durante toda a manhã. Pediu à cunhada, Débora Cristina Oliveira Souza, 39 anos, que fosse até a empresa para ver se algo tinha acontecido. Quando cheguei, vi a porta abaixada. Entrei e deparei com o corpo dele em meio a uma poça de sangue, contou a cunhada. Ainda de acordo com Débora, a família desconhece que o cunhado tenha desavença com alguma pessoa. A única coisa que sabemos é que ele tinha feito o orçamento de um serviço e hoje receberia R$ 16 mil, afirmou. O veículo do marceneiro, um VW/Gol, preto, foi roubado. A polícia foi chamada e apreendeu uma faca torta e um pedaço de pau. De acordo com delegado Mauro Truzzi Otero, a vítima foi surpreendida pelo assassino, pois não havia sinais de resistência. Ele deve ter abaixado para pegar algo ou estava de costas e foi acertado na cabeça. O corte no pescoço é linear e deve ter sido feito quando a vítima já estava no chão. A entrada do responsável pelo crime foi autorizada pela vítima ou se tratava de alguém conhecido, pois ele tinha uma pitbull, que a menos que a vítima deixasse, ninguém entraria ali.

9 DIÁRIO DA REGIÃO ESPORTES Domingo, 21 de julho de 2013 /9A Editor de Esportes: Edwellington Villa / / Paulo Henrique estreia hoje no Rio Preto, contra Monte Azul, pela Copa Paulista Sergio Isso 19/7/2013 Álbum de família - Colaboração: Nei Medina Edvaldo Santos 28/8/2012 Ayupe, que jogou no Vasco com Romário, é o personagem do Flash Bola Dimas Macedo sorteia, mas não entrega carro zero a torcedor do Catanduvense PÁGINA 11A PÁGINA 12A PÁGINAS 13 E 14A VITÓRIA HERÓICA Agência Estado Palmeiras vence o Figueirense em jogo de cinco gols em Santa Catarina e assume a liderança da Série B OPalmeiras venceu o Figueirense ontem, fora de casa, e dormirá na liderança da Série B do Campeonato Brasileiro. Em jogo cheio de alternativas e reviravoltas, o time paulista fez 3 a 2 sobre o adversário, mesmo atuando no Orlando Scarpelli, e ultrapassou provisoriamente a Chapecoense, que enfrentaria o América-MG também ontem, mas teve o jogo adiado por conta da chuva. O resultado levou o time de Gilson Kleina a 21 pontos, um à frente da Chapecoense. Na próxima rodada, o Palmeiras volta a campo diante do Guaratinguetá, sábado, fora de casa. O começo do jogo foi equilibrado, até que Vinícius foi desarmado na meia-lua, a bola sobrou para Valdivia, que entrou na área, foi calçado pelo zagueiro Thiego e o juiz marcou pênalti. A cobrança ficou para Leandro, que buscou o canto do goleiro, mas exagerou e jogou para fora, aos 20 minutos. O Palmeiras tomava conta da posse de bola, mas tinha dificuldade em penetrar na defesa adversária. Por outro lado, o Figueirense pouco ameaçava. Na primeira chegada perigosa, o Figueirense abriu o placar. Valdivia errou o passe no meio de campo, o time catarinense recuperou e, após boa troca de passes, Ricardo Bueno encontrou Rafael Costa. O atacante cortou Juninho e bateu de fora da área, no canto direito de Fernando Prass, aos 31 minutos. O gol não mudou o panorama do jogo. Gilson Kleina voltou para o segundo tempo com o atacante Alan Kardec, que fazia sua estreia, no lugar de Charles, e acabou recompensado pela ousadia. Aos 11 minutos, Wesley bateu escanteio, a zaga tirou e Vinícius bateu de primeira. O gol animou o Palmeiras. A situação ficou mais fácil aos 26 minutos, quando André Rocha foi expulso por falta em Valdivia. Já com um a mais, o time paulista passou à frente logo na cobrança. Wesley bateu pela direita, André Luiz subiu e tocou no canto de Tiago Volpi. O gol parecia que daria a vitória ao Palmeiras, mas não demorou para o Figueirense voltar a deixar tudo igual. Após cobrança de escanteio, Bruno Pires cabeceou e Fernando Prass fez grande defesa, mas no rebote Nem bateu torto e a bola sobrou para Ricardo Bueno, que tocou para o gol vazio. Outra vez o jogo parecia estar decidido, mas Valdivia apareceu para contrariar as previsões. Ronny cruzou, Alan Kardec cabeceou na trave e o chileno, no rebote, bateu para o gol vazio, aos 42 minutos. Desta vez não havia tempo para uma nova reação do Figueirense. FIGUEIRENSE 2 Tiago Volpi; André Rocha, Bruno Pires, Thiego e Wellington Saci; Nem, Dener, Maylson (Willian) e Ricardinho (Marcelo Toscano); Ricardo Bueno e Rafael Costa (Tinga). Técnico: Adilson Batista. PALMEIRAS Giuliano Gomes/Gazeta Press 20/7/2013 Valdivia marca e garante vitória do Palmeiras contra o Figueirense fora de casa 3 Fernando Prass; Luis Felipe, André Luiz, Vilson e Juninho; Márcio Araújo, Charles (Alan Kardec), Wesley e Valdivia; Vinícius (Ronny) e Leandro (Ananias). Técnico: Gilson Kleina. Gols: Rafael Costa, aos 31 minutos do primeiro tempo; Vinícius, aos 11, André Luiz, aos 26, Ricardo Bueno, aos 30, e Valdivia, aos 42 minutos do segundo. Cartão vermelho: André Rocha (Figueirense).Árbitro: André Gomes da Penha (ES). Renda e público: não disponíveis. Local: estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC), ontem à tarde. NO DURIVAL DE BRITTO Corinthians busca recuperação no Brasileiro contra Atlético-PR CONTRA O CORITIBA Santos quer a vitória na Vila para encostar nos líderes Agência Estado O título da Recopa Sul- Americana, conquistado na última quarta-feira diante do São Paulo, renovou o fôlego do Corinthians para que o time inicie a sua recuperação no Campeonato Brasileiro a partir do jogo de hoje, às 16h, contra o Atlético Paranaense, no estádio Durival de Britto, em Curitiba, pela oitava rodada. Com nove pontos em 21 disputados, a ordem é que o time não vacile mais no Nacional, sobretudo contra equipes que estão atrás na tabela de classificação, como o Atlético, atolado na zona do rebaixamento. Quer colocar a equipe do bloco dos líderes já nas próximas rodadas porque se não for campeão da Copa do Brasil, o único caminho para garantir vaga na Copa Libertadores será terminar o Nacional pelo menos na quarta colocação. A nossa margem de erro ficou pequena e não é porque acabamos de ganhar um torneio que vamos relaxar ou fazer corpo mole. Nosso desafio é, depois de fazer um grande, como foi contra o São Paulo, repetir o desempenho no jogo seguinte, disse Cássio. O treinador optou por poupar Emerson e Guerrero, hoje titulares do ataque, que sequer viajaram até a capital paranaense. Desgastados, eles não atuarão diante do Atlético-PR para evitar o risco de lesões. Já o volante Ralf não jogará por causa de dores na coxa direita e dará lugar a Maldonado. Sem contar com o trio, o técnico escalou Maldonado ao lado de Guilherme como dupla de volantes em um meio-campo que também terá Danilo e Renato Augusto. Já no ataque, Alexandre Pato receberá uma nova chance como titular e fará dupla com Romarinho. Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians 26/6/2013 ATLÉTICO-PR CORINTHIANS Weverton; Jonas, Manoel, Luiz Alberto e Léo; Bruno Silva, João Paulo (Marcelo Palau), Zezinho e Everton; Marcelo e Ederson. Técnico: Vágner Mancini. Cássio; Edenílson, Paulo André, Gil e Fábio Santos; Maldonado, Guilherme, Danilo e Renato Augusto; Romarinho e Alexandre Pato. Técnico: Tite. Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa/MG) Local: estádio Durival de Britto, em Curitiba, hoje, às 16h, com transmissão ao vivo pelos canais Globo e Bandeirantes. Maldonado faz hoje seu primeiro jogo como titular Agência Estado O Santos de Leandrinho, Alan Santos, Neilton e do treinador interino Claudinei Oliveira quer repetir a boa atuação da goleada de 4 a 1 contra a Portuguesa, hoje, às 16h, diante do Coritiba, na Vila Belmiro, para chegar à quarta vitória seguida e derrubar o último invicto do Campeonato Brasileiro. Se somar os três pontos no jogo pela oitava rodada, o vice-campeão paulista poderá entrar pela primeira vez no G4. O clima entre os santistas é de total confiança pelo bom momento vivido pela equipe que mescla a experiência de Aranha, Edu Dracena, Durval e Léo (Arouca continua fora em razão do edema na coxa esquerda) com a nova geração de jogadores promissores. Outra vantagem é que o jogo será na Vila Belmiro, onde o Santos raramente perde. A sua última derrota em casa foi diante do Bahia, em agosto do ano passado, pelo Brasileirão. O Santos na Vila Belmiro sempre é forte, assim como o Coritiba no Couto Pereira. O importante é o time jogar bem, porque jogando bem fica mais perto da vitória, embora nem sempre o que joga melhor vence, disse Oliveira. Principal responsável pela reação santista no Brasileirão, Claudinei Oliveira foi promovido de técnico do sub-20 para auxiliar técnico da comissão técnica profissional e recebeu um reajuste salarial. Diante da pergunta se ele tem esperança de ser fixado como treinador do time principal, diz que se sente integrado no clube. Ser interino não me incomoda, quem for ver as notícias sobre mim vai pensar que meu nome é interino Claudinei porque colocam sempre lá meu nome como interino, ainda bem que vocês colocam em minúsculo, brincou. Clube contrata volante e atacante O clube confirmou na manhã de ontem as contratações do atacante Thiago Ribeiro e do volante Misael. Ribeiro, 27 anos, estava no Cagliari, da Itália, e assinou contrato até dezembro de Já o meio-campista, 19 anos, chega por empréstimo de dois anos junto ao Deportivo Maldonado, do Uruguai. Além de Thiago Ribeiro e Misael, o Santos contratou os laterais Eugenio Mena e Cicinho. SANTOS CORITIBA Aranha; Galhardo, Edu Dracena, Durval e Léo; Alan Santos, Cícero, Leandrinho e Montillo; Neilton e Willian José. Técnico: Claudinei Oliveira (interino). Vanderlei; Victor Ferraz, Leandro Almeida, Chico e Diogo (Iberbia); Júnior Urso, Robinho, Botinelli e Alex; Geraldo (Gil) e Deivid. Técnico: Marquinhos Santos. Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa/RS). Local: estádio Vila Belmiro, em Santos, hoje, às 16h, com transmissão ao vivo pelo sistema pay-per-view (pague para ver) dos canais por assinatura. Ricardo Saibun/Divulgação Santos FC 17/7/2013 Jovem Alan Santos tem a missão de marcar o craque Alex

10 10A / Domingo, 21 de julho de 2013 ESPORTES DIÁRIO DA REGIÃO São Paulo perde mais uma Agência Estado Em noite inspirada do atacante Luan, o Cruzeiro derrotou o São Paulo por 3 a 0, afundou o adversário na crise e se aproximou da liderança do Campeonato Brasileiro. Ontem, o time mineiro contou com três gols de seu atacante para imprimir a sétima derrota consecutiva do clube paulista, em pleno Morumbi, pela oitava rodada. Ao fim do jogo, a torcida, impaciente, gritava olé a cada toque de bola dos visitantes. O resultado levou o Cruzeiro aos 15 pontos, um atrás do líder provisório Botafogo, que bateu o Náutico. As duas equipes, no entanto, podem ser ultrapassadas por Coritiba e Vitória, que atuam hoje. O time mineiro volta a campo domingo que vem para o clássico contra o Atlético-MG, no Mineirão. Já o São Paulo, que chegou à décima partida consecutiva sem vitória - incluindo a derrota em amistoso para o Flamengo - começa a se preocupar com a zona de rebaixamento. A equipe é a 15.ª na tabela com oito pontos, um à frente do Vasco, que hoje cairia para a Série B. O próximo compromisso será diante do Internacional, quartafeira, no Morumbi. Apesar do placar, São Paulo e Cruzeiro fizeram um jogo relativamente equilibrado, mas a instabilidade dos donos da casa praticamente definiu o resultado. Depois do primeiro gol, o time paulista se lançou ao ataque e viu o adversário aproveitar os espaços com perfeição. Os gols saíram no segundo tempo. Após cobrança de lateral, Mayke cruzou a bola para a área. Douglas falhou na marcação e Luan, sozinho, encheu o pé de esquerda, de primeira, no ângulo direito de Rogério, aos cinco minutos. O tempo foi passando e os ânimos da torcida ficavam mais exaltados. O São Paulo até pressionava, mas quando a fase é ruim nada dá certo. Aos 33 minutos, Luan fez o segundo. Vinícius Araújo recebeu pelo meio e deu belo toque para o atacante, que estava em velocidade, ganhou de Rodríguez e tocou na saída de Rogério. Luan estava mesmo iluminado e não demoraria para que ele fizesse seu terceiro. Martinuccio puxou contra-ataque e deu ótima enfiada para o atacante, que dividiu com Rodrigo Caio, ganhou, ficou sozinho e tocou no canto esquerdo de Ceni. A partir desse momento, os gritos de protesto deixaram de ser direcionados ao time e passaram a pedir a saída do presidente Juvenal Juvêncio. SÃO PAULO 0 Rogério Ceni; Douglas, Lúcio, Rafael Toloi e Clemente Rodríguez; Rodrigo Caio, Denilson, Paulo Henrique Ganso e Jadson; Osvaldo (Silvinho) e Luis Fabiano (Aloísio). Técnico: Paulo Autuori. CRUZEIRO 3 Fábio; Mayke, Bruno Rodrigo, Dedé e Egídio; Nilton, Souza e Everton Ribeiro (Martinuccio); Ricardo Goulart (Lucca), Luan e Vinícius Araújo. Técnico: Marcelo Oliveira. Gols: Luan, aos cinco, aos 33 e aos 36 minutos do segundo tempo. Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa/SC). Renda:R$ ,00.Público: pagantes. Local: estádio do Morumbi, em São Paulo, ontem à noite. Tricolor leva 3 a 0 do Cruzeiro em pleno estádio do Morumbi, contabiliza sua sétima derrota seguida e pode terminar a rodada na temida zona do rebaixamento para a Série B Aícro Júnior/Editoria de Arte Djalma Vassão/Gazeta Press 20/7/2013 Meia Ganso tenta vencer a forte marcação do volante Nilton INGRESSOS Fifa pode facilitar vida dos cambistas na Copa Agência Estado Ainda que de maneira involuntária, a Fifa poderá contribuir para a festa dos cambistas na Copa de A entidade divulgou os preços dos ingressos para o torneio (de R$ 30 a R$ 1.980) e deixou no ar várias dúvidas, mas anunciou medida que, se mantida como está, acabará facilitando a vida de quem pretende ganhar dinheiro com os bilhetes: a possibilidade de transferência de ingressos. A exemplo de outras competições da Fifa, na Copa os compradores dos bilhetes deverão fornecer dados de documentos para que possam ser identificados - cada pessoa poderá adquirir até quatro ingressos por jogo, para o máximo de sete partidas. No entanto, a entidade vai permitir que as entradas, com exceção da que estará em nome do titular, sejam transferidas. Vai ser possível mudar todos os nomes, menos o do principal solicitante (dos bilhetes), admitiu, em São Paulo, Thierry Weil, diretor de marketing da Fifa. Ele também anunciou que será possível revender os bilhetes por meio do canal oficial da entidade (www.fifa. com/ticketing). Um ingresso não poderá ser revendido antes que todos os outros sejam vendidos. Nesse caso, a revenda será feita pelo preço oficial. Weil preferiu descartar a ação de oportunistas: A Fifa tem um canal oficial para revenda e transferência de ingressos justamente para que tudo seja feito de forma correta. Qualquer outra forma é ilegal. Creio que quem precisar transferir um ingresso terá boas razões.

11 DIÁRIO DA REGIÃO ESPORTES Domingo, 21 de julho de 2013 / 11A JACARÉ NA ARENA Rio Preto recebe o Monte Azul em derby regional, às 10 horas, no estádio Riopretão, atrás de sua primeira vitória na Copa Paulista Ozair Júnior Depois do empate sem gols na estreia, o Rio Preto faz seu primeiro jogo em casa, no derby com o Atlético Monte Azul, hoje, às 10h, no estádio Anísio Haddad, em Rio Preto, com a missão de segurar um dos líderes do Grupo 1 da Copa Paulista. Estão bem equiparadas as equipes nessa chave, quem errar menos, sai com o resultado, avaliou o técnico Rogério Delgado. Em campo, Delgado acredita que seu time estará mais entrosado e reforçado. O atacante Paulo Henrique, ex-guariba, ganhou a vaga do prata da casa Marcão. O Paulo é mais experiente e espero que possa fazer Aícro Júnior/Editoria de Arte um bom jogo e nos ajudar com gols, disse o treinador. Outra mudança ocorrerá no meio de campo, com a entrada do volante Tabarana. O jogador que defendeu o Jacaré na Série A-3 fará sua reestreia ocupando o posto do meia Mário Luís, que sentiu contusão durante a semana. O Monte Azul tem bons jogadores que criam. Com o Tabarana, fortaleço a marcação e dou mais liberdade para o Pilo chegar e armar, disse Delgado. Tabarana sequer ficou no banco na partida de Franca, mas está animado com a chance. Estou feliz, será uma reestreia pelo Rio Preto e espero que seja melhor que fizemos no A-3. Vamos lutar para fazer o dever de casa e sair com a vitória, disse Tabarana. Vou reforçar a marcação no meio, mas também é para descer ao ataque e finalizar, emendou o volante. Além do lateral esquerdo Erick, o ala direito Cléo Silva não joga hoje por falta de documentação. O zagueiro Gilberto cumprirá seu segundo duelo de gancho pela expulsão na última rodada da A-3. Já o atacante Gabriel deve ficar no banco de reservas. Estou preparado para jogar os 90 minutos e temos de fazer o dever de casa. O Monte Azul é uma equipe forte, mas tivemos uma semana boa e vou trabalhar para que os gols saíam, disse Paulo Henrique. RIO PRETO MONTE AZUL Washington; Nego, Diego Pedroso, Gabriel e Cabral; Rafael Rueda, Santos, Tabarana e Pilo; Igor Pato e Paulo Henrique. Técnico: Rogério Delgado. Thiago; Fábio, Júnior Sergipano, Renan e Lucas; André Silva, Ferreira e Juca; Josué, Felipe Fumaça e Jerry. Técnico: Ademir Fesan. Árbitro: Junior César da Silva. Local: estádio Anísio Haddad, em Rio Preto, hoje, às 10h. Ingressos: R$ 10 (arquibancada) e R$ 20 (cadeira coberta). Há meia-entrada nos dois setores para estudantes com carteirinha da UNE ou Umes, maiores de 60 anos, aposentados, professores da rede pública e crianças de 5 a 12 anos. Edvaldo Santos 6/2/2013 Tabarana entra para reforçar meio campo, mas também terá que ajudar o ataque B ola & B atom Cláudia Arnal é publicitária e amante de todos os esportes A VOLTA SEM LANCE Neste mês o mundo acompanha a centésima edição do Tour da França ou Le Tour de France ou ainda Volta da França, a mais charmosa, e com certeza a mais prestigiada competição de ciclismo do planeta. Mesmo para os não aficionados desta modalidade esportiva é praticamente impossível passar imune ao charme da prova que é disputada em etapas por mais de três mil quilômetros de estradas irregulares e montanhosas incrustadas na deslumbrante paisagem francesa. A prova promoveu à celebridade, o heptacampeão, o texano Lance Armstrong. Antes de chegar às suas sete conquistas, Lance viveu passagens dramáticas enfrentando um câncer nos testículos e dois tumores, um no cérebro e outro no pulmão, que causaram comoção geral, perda de patrocínios e um desejo enorme de o atleta dar a volta por cima. Esta volta por cima aconteceu a partir de 1999 com sua primeira vitória no Tour da França, sagrando-se campeão na classificação geral individual e abrindo caminho para os demais títulos, obtidos nos anos seguintes. Acontece que um ano antes da primeira vitória, Lance iniciou um tratamento à base de uma poderosa (e estimulante, veio a se saber depois) droga chamada EPO (eritropoetina), que aumenta a produção de glóbulos vermelhos do sangue no organismo, fazendo com que o metabolismo aeróbico funcione de forma mais eficiente. O cara ficou praticamente invencível até Vitórias em série levantaram suspeitas e daí para uma denúncia de um companheiro de equipe foram algumas pedaladas e tchau! Doping confirmado, a União Internacional do Ciclismo anunciou no ano passado a retirada das sete vitórias de Lance Armstrong na Volta da França, banindo-o eternamente da modalidade. O brilho do grande campeão foi-se embora, mas o sol do verão europeu ilumina cada vez mais a agora centenária prova. Voilà! As colunistas Cláudia Arnal, Graziela Delalibera, Katiucia da Mota Lima e Mariana Mardegan se revezam na publicação semanal deste espaço COPA PAULISTA SEGUNDONA Mirassol goleia Noroeste e lidera grupo Fernandópolis e Tanabi jogam de Ozair Júnior O Mirassol fez um primeiro tempo irrepreensível, derrotou o Noroeste por 3 a 1, ontem à tarde, no estádio Alfredo de Castilho, em Bauru, segue com 100% de aproveitamento e está na liderança do Grupo 1 da Copa Paulista, com seis pontos. O adversário é lanterna, sem pontuar em duas rodadas. Os problemas extracampo do clube de Bauru, que não pode escalar o zagueiro Marcos Aurélio por falta de exames médicos exigidos pela Federação Paulista de Futebol, deixou o time fora de órbita. Com 8 minutos, o Leão abriu o placar. Maurício fez a jogada e bateu cruzado, o goleiro Yuri bateu roupa e Paulinho foi esperto e chegou para conferir seu primeiro gol com a camisa do Mirassol, 1 a 0. Maurício teve a chance de ampliar no minuto seguinte, mas chutou à esquerda do gol. Aos 15 minutos, porém, o zagueiro Wallace cometeu pênalti e David Dener bateu para fazer seu segundo gol com a camisa 9 do Leão, 2 a 0. Imediatamente, o técnico Edinho Machado mudou seu jeito de jogar, sacando o zagueiro Wallace e colocando Cassinho no meio-campo. E o Noroeste melhorou, pressionou o Leão e só não descontou por duas vezes porque André Zandoná estava esperto. Mas, no minuto final do primeiro tempo de jogo, Arnaldo recuperou a bola de forma legal e de perna esquerda fez o terceiro gol do Mirassol, 3 a 0. Na etapa final, o jogo ficou sem emoção, já que o Mirassol só administrou o que havia feito na etapa inicial. Só aos 25 minutos, numa jogada de bola parada, o time de Bauru diminuiu. Na cobrança de falta de Douglas, Magrão desviou de cabeça para vencer Zandoná, 3 a 1. O Mirassol teve chances de fazer o quarto gol, mas o placar não se modificou. Vinícius, Lucas, Dias e David Dener festejam o segundo gol do Mirassol NOROESTE 1 Yuri; Bonfim, Wallace (Cassinho) e Magrão; Júnior Maranhão, Ruan (Felipe), Rafael Muçamba, Marco Túlio e Douglas; Cleberson e Valdir (Zé Roni). Técnico: Edinho Machado. MIRASSOL Quioshi Goto/ A Cidade 20/7/ André Zandoná; Arnaldo, Marcelo Augusto, Daniel Gigante e Vinicius; Dias, Lucas, Paulinho (Marcel) e Douglas (Nathan); Maurício e David Dener (Adilson Bahia).Técnico: Anderson Batatais. Gols: Paulinho aos 8 e David Dener (pênalti) aos 16, e Arnaldo aos 46 minutos do 1º tempo; Magrão aos 25 minutos do 2º tempo. Árbitro: Alex Lopes Loula. Renda: R$ 3.540,00. Público: 508 pagantes. Local: estádio Alfredo de Castilho, em Bauru, ontem à tarde. olho na liderança Ozair Júnior Tanabi e Fernandópolis entram em campo hoje, às 10h, na última rodada da primeira fase da Segundona Paulista (4ª divisão), de olho na liderança do Grupo 1. Os dois já estão classificados. O Índio da Noroeste jogam em casa, no estádio Alberto Victolo, em Tanabi, contra o líder líder Araçatuba, que soma 14 pontos, dois a mais que o próprio Tanabi. Para o Tanabi ser primeiro, além de vencer, depende de um tropeço do Fernandópolis, que soma 13 pontos e encara o Bandeirante, quarto com oito, no estádio Cláudio Rodante, em Fernandópolis. Pelo Grupo 3, outros dois clubes da região classificados cumprem tabela. O Olímpia, vice-líder com 17 pontos, recebe o Guariba, quinto com sete, no estádio Tereza Breda. Já a Inter de Bebedouro, terceiro com 15, recebe o lanterna Taquaritinga, com quatro, no estádio Sócrates Stamato, na cidade de Bebedouro. Sem chances de avançar, o José Bonifácio, quarto com 11, recebe a líder Matonense, 21, no Antônio Pereira Braga.

12 12A / Domingo, 21 de julho de 2013 ESPORTES DIÁRIO DA REGIÃO F lash B ola Edwellington Villa Ayupe é campeão paulista de 1997 com o Corinthians Lateral eficiente na marcação, com facilidade no apoio e bom cobrador de faltas, Ayupe começou a carreira no América-RJ, destacou-se no Vasco, fazendo parte do time campeão brasileiro de 1989, e atuou em mais 12 clubes. Disputou dez edições do Campeonato Paulista e foi campeão pelo Corinthians em 1997, na equipe que contava também com o lateral/volante Edinan, revelado no América de Rio Preto. Mineiro de São João Nepomuceno, na zona da mata e a 950 quilômetros de Rio Preto, Marco Aurélio Ayupe foi aprovado por acaso em uma peneira do América-RJ, quando tinha 13 anos de idade. Na verdade meu pai (Elias Nassif) levou meu irmão (Lalucio), o Adil (ponta-esquerda que depois jogou no Corinthians) e o atacante Zeca, recorda. Fui junto, levei a chuteira escondida e, como faltou lateral esquerdo, também treinei. Para surpresa geral eu fui aprovado pelo técnico Djalma. Ficou dois anos treinando e participou de alguns jogos do infantil (sub-15). Em 1984, o Vasco comprou o passe dele, que passou a atuar como meio-campista. Teve atuações brilhantes nas categorias de base da equipe cruzmaltina, conquistando títulos estaduais. Foi convocado para todas as seleções cariocas de base e pela Seleção Brasileira. Integrou a Seleção de Novos que foi campeã do Torneio de Toulon na França. O goleiro Taffarel e o volante Dunga também estavam na equipe. Seu desempenho chamou a atenção do treinador Joel Santana, que o promoveu ao time principal e o adaptou à lateral direita. Aos 17 anos, Ayupe estreou nos profissionais na vitória de 2 a 0 sobre a Portuguesa de Desportos, no dia 28 de maio de 1986, no estádio municipal de Juiz de Fora, pela Taça Cidade de Juiz de Fora. Fez seu primeiro gol como profissional contra o Fluminense, nas Laranjeiras. Foi um bonito gol de falta, diz. Ayupe permaneceu no Gigante da Colina até Foram 11 anos dedicados ao Vasco. Neste período, saiu emprestado para Bangu (1991), Bragantino (1993) e para o Grêmio, em Integrou o elenco vascaíno campeão do Brasileirão de 1989, no time que tinha o goleiro Acácio, Marco Antônio Boiadeiro, Zé do Carmo, Andrade, Tita, Sorato, entre outros. Eu ficava na reserva do Luiz Carlos Winck e do Mazinho (tetracampeão com a Seleção na Copa de 1994), informa. Desligou-se do Vasco e peregrinou por vários clubes. Acertou com o Corinthians, disputando o Brasileiro de Sob o comando do técnico Valdyr Espinosa, estreou na derrota de 1 a 0 para o Atlético-MG, no dia 11 de agosto, no Mineirão, em Belo Horizonte. Foi campeão do Paulistão do ano seguinte, inclusive, com boas atuações nos duelos contra o América (5 a 0 no Canindé, no dia 13 de abril, e 3 a 3 no Teixeirão, no dia 17 de maio). Aliás, o jogo em Rio Preto foi o último oficial de Ayupe pelo Timão. Sua despedida ocorreu dia 2 de julho, no empate sem gols com o Taubaté, no estádio Joaquim de Moraes Filho, no Vale do Paraíba, em amistoso. No total, foram 16 partidas pelo Corinthians, com sete vitórias, cinco empates, quatro derrotas e nenhum gol. GRÊMIO 2 Danrlei; Ayupe, Paulão, Agnaldo Liz e Roger; Pingo, Jamir, Carlos Miguel e Carlinhos (Emerson) (Luciano); Fabinho e Gilson. Técnico: Felipão. CORINTHIANS 0 Ronaldo; Wilson Mano, Gralak, Moacir e Daniel; Embu, Zé Elias, Ezequiel e Marcelinho Carioca; Fabinho Fontes e Casagrande. Técnico: Carlos Alberto Silva. Gols: Gilson aos 27 e Fabinho aos 47 minutos do segundo tempo. Árbitro: Antonio Pereira da Silva (GO). Renda e público: não disponíveis. Local: estádio Olímpico, em Porto Alegre, na terça-feira, dia 19 de abril de 1994, no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, com Ayupe defendendo o time gremista. SELEÇÃO JUVENIL Em 1984 num jogo amistoso no Maracanã. De pé, a partir da esquerda: André Cruz, não identificado, Ricardo, Catita, Veloso e Anderson; agachados: os jogadores Márcio, não identificado, Pintinho, Ayupe e Willian Ayupe acumulou títulos em sua trajetória. Ao ser emprestado do Vasco para o Grêmio, ele era o homem das bolas paradas (cobrador de faltas, escanteios e pênaltis) do tricolor gaúcho na conquista do título da Copa do Brasil de 1994, sob a batuta do treinador Luiz Felipe Scolari. A competição foi disputada entre 18 de fevereiro e 10 de agosto. Na primeira fase, o time gremista eliminou o Criciúma (2 a 2 e 2 a 1) e depois despachou o Corinthians (2 a 0 e 2 a 2). A vítima nas quartas de final foi o Vitória (1 a 0 e 1 a 0). Na semi, com Ayupe, o Grêmio superou o Vasco CORINTHIANS Time que ficou no 1 a 1 com o Goiás, dia 16/11/1996. De pé: Henrique, o atacante sul-africano Mark Frank Willians, Ayupe, Romerito, Célio Silva e Maurício; agachados: Silvynho, Mirandinha, Marcelinho Carioca, Marcelinho Paulista e Lindomar CORINTHIANS 0 Wilson; Giba, Baré, Henrique e Biro Biro; Marcelinho Paulista, Ezequiel, Tupãzinho (Elias) e Adil; Neto (Kel) e Viola. Técnico: Nelsinho Baptista. BRAGANTINO PRINCIPAL Ayupe no Vasco em De pé: Célio Silva, Ayupe, Zé do Carmo, Marco Aurélio e Acácio. agachados: Lira, Vivinho, França, Sonny Anderson, Bismarck e Ernani O COMEÇO Ayupe no time infantil (sub-15) do Vasco em Em pé, da esquerda para a direita: professor Paulo César, Zé luis, Fernando, Cid, Edelson, Marco, Marcelo, Sérgio, Cássio e Almir (dirigente); agachados, na mesma ordem: Perninha, Eliseu, Leonardo (que também jogou no Flamengo, Milan, Paris Saint-Germain da França e foi campeão da Copa de 1994 com a Seleção Brasileira), Franca, Edinho, Ayupe, Guto e Bismarck 1 Gabriel; Ayupe, Remerson, Júnior e Biro; Da Guia, Donizete, Tuquinha e Marco Aurélio (Carlos Augusto); João Santos e Chicão (Carlos André). Técnico: Givanildo Oliveira. Gol: Marco Aurélio aos 42 minutos do primeiro tempo. Kel perdeu um pênalti para o Timão. Árbitro: Silas Santana. Expulsão: Remerson. Renda: Cr$ 450,750 milhões. Público: pagantes. Local: Parque São Jorge, em São Paulo, domingo, 24/1/1993, pelo Paulistão, com Ayupe na equipe de Bragança Paulista. Fotos: Arquivo pessoal de Marco Aurélio Ayupe - Colaboração: Nei Medina COM AS FAIXAS Ayupe (segundo à esquerda) e o lateral/volante Edinan (terceiro à esquerda), de Rio Preto, recebem as faixas e honrarias pelo título do Paulistão de 1997 com o Corinthians, emoldurados pelos diretores Zezinho Mansur e Jorge Rachid (2 a 1 e 0 a 0) e na final derrotou o Ceará (1 a 0 e 0 a 0). Ayupe também foi campeão da Série A-2 do Campeonato Paulista com o Mogi Mirim em 1995, logo após se desligar definitivamente do Vasco. Em seguida, transferiu-se para o Sport Recife. Jogou ainda na Portuguesa Santista, Comercial de Ribeirão Preto, Portuguesa de Desportos, ABC de Natal e encerrou a carreira no América-RJ, em Curiosamente seu último gol foi contra a sua vítima preferida, o Fluminense. Ao pendurar a chuteira, Ayupe retornou a São João Nepomuceno, onde é professor e AMÉRICA 3 Michael Schumacher; Correia, Dininho (Paulo Américo), Alexandre e Reginaldo; Bolé, Wallace, Ivan Baitello (Léo) e Pestana; Tiganá e Marcelo Sergipano. Técnico: Luiz Carlos Ferreira. CORINTHIANS 3 Ronaldo; Ayupe, Célio Silva, Antonio Carlos Zago e Carlos Roberto; Romeu, André Santos, Marcelinho Carioca e Souza; Mirandinha e Túlio Maravilha. Técnico: Nelsinho Baptista. Gols: Bolé aos 3, Túlio aos 8 e aos 10, Tiganá aos 15, Mirandinha aos 23 e Marcelo Sergipano aos 46 minutos do segundo tempo. Árbitro: Cláudio Vinícius Cerdeira (RJ). Renda: R$ ,00. Público: pagantes. Local: estádio Teixeirão, em Rio Preto, sábado, dia 17/5/1997, pelo Paulistão. CAMPEÃO De pé estão Sorato, França e Ayupe; e ajoelhados: Eliseu e Tiba, com o troféu do título carioca sub-20 Conquistou títulos com Grêmio e Mogi Mirim SÓ CRAQUES Seleção Sub-20 do Brasil na década de 1980, com oito jogadores do Vasco. A partir da esquerda: Bismarck, Willian, Mazinho (campeão da Copa de 1994 nos Estados Unidos), Chico, o ídolo nacional Romário, Lira, Serginho e Ayupe coordenador da escola de futebol da prefeitura. O projeto atende de graça 200 crianças e jovens de 10 a 20 anos de idade. Com ascendência turca e nascido no dia 25 de abril de 1969, Ayupe é casado com Márcia Adriana e pai de Gabriela (hoje com 18 anos) e Marco Aurélio Júnior, de 15. GRÊMIO Campeão da Copa do Brasil de De pé: Danrlei, Pingo, Agnaldo Liz, Roger, Ayupe e Paulão; agachados: Fabinho, Nildo, Jamir, Carlos Miguel e Emerson RECENTE Marco Aurélio Ayupe concede entrevista ao amigo Nei Medina, em São João Nepomuceno

13 DIÁRIO DA REGIÃO ESPORTES Domingo, 21 de julho de 2013 / 13A SACANAGEM COM O TRAÍRA Na presidência do Catanduvense, Dimas Macedo sorteia, mas não entrega carro zero quilômetro ao torcedor Joaquim da Silva, ganhador da promoção durante o Paulista da Série A-2 deste ano Carlos Petrocilo Aesperança que o aposentado Joaquim Cardoso da Silva tinha de dirigir o seu primeiro carro zero quilômetro acabou em três cheques sem fundos, de R$ 6 mil cada. Conhecido por Traíra e famoso no bairro Pachá, periferia de Catanduva, o torcedor adquiriu o carnê de ingressos para todos os jogos do Catanduvense no estádio Silvio Salles pela Série A-2 do Paulista deste ano. Na promoção realizada pela diretoria, ele ganhou uma camisa oficial do clube e um número para concorrer ao sorteio de um carro zero quilômetro. E não é que o Traíra foi o sorteado! No dia combinado para buscar o carro, ele foi convencido por Dimas Macedo, presidente do clube até o mês passado, a trocar o bem, correspondente a um Gol Geração 4 básico (R$ 23 mil), por um cheque de R$ 18 mil. Macedo aproveitou-se da simplicidade de Traíra e o convenceu que para regularizar o veículo teria que desembolsar mais de R$ 2 mil só com a documentação. Um despachante consultado pela reportagem informou que o gasto, incluindo IPVA, chegaria a R$ 1,1 mil. Traíra aceitou a proposta, mas o cheque de uma conta do Catanduvense foi devolvido por falta de fundos. O contemplado procurou novamente o clube e recebeu outros três cheques, desta vez, emitidos por uma empresa de Dimas Macedo, a Only Alimentos, com vencimentos todo dia 28, de maio, junho e julho. Os de maio e junho já voltaram. Eu sou pobre, sou humilde, mas vou cobrar o Dimas até debaixo da cama dele. Não tenho nada a perder, estou com 68 anos, e ele não poderia fazer isso, disse Traíra, que mesmo aposentado, trabalha como vigilante noturno. Trabalhei no Grêmio nas décadas de 1970 e 1980, amo esse clube e jamais quero ir à Justiça contra ele. Vou esperar a nova diretoria ser formada e propor um acordo. Se me pagarem R$ 1 mil por mês, eu aceito. O presidente do conselho deliberativo do Bruxo, Osvaldir Darcie, o Manolita, isentou o clube de culpa. Eu não sei o negócio que ele fez com o Dimas. Os cheques não são do Grêmio, são da empresa do Dimas. O que posso fazer? Manda ele me procurar na segunda-feira (amanhã) e vamos ligar para o Dimas. Coitado, dá dó, limitou-se a dizer Manolita. Histórias como a de Traíra correram de boca em boca nos bastidores de América e Catanduvense nos últimos dois anos. Porém, seus protagonistas sempre pediram anonimato. A reportagem foi a Catanduva procurar por Traíra e, no momento em que pedia informação sobre o seu endereço, ouviu de um ou outro morador: aquele que ganhou o carro e não levou? Joaquim Cardoso da Silva, o popular Traíra, mostra um dos cheques sem fundos emitido por Dimas Macedo em troca do Gol 0 km que havia sorteado Guilherme Baffi 10/7/2013 Ex-presidente do Catanduvense levou calote Walmor Peruzo cobra R$ 413 mil de Dimas Macedo e contratou um investigador para tentar descobrir o paradeiro dele Thomaz Vita Neto 5/1/2012 Luiz Carlos Augusto e Martelinho ficaram a ver navios Presidente do Catanduvense no primeiro semestre, Dimas Macedo foi investidor do América até outubro do ano passado. Ele assumiu o Rubro em novembro de 2011, na Série A-2, e trouxe Marcelinho Carioca como o seu garoto propaganda. Sob comando de Macedo, o América caiu para o A-3. Numa tarde de quinta-feira chegou ao Teixeirão, pediu prazo para o acerto de contas com jogadores, eliminados na segunda fase da Copa Paulista, e foi embora. Dias depois, Macedo assumiu a presidência do Catanduvense, sucedendo Walmor Peruzzo. Após chegadas triunfais em Rio Preto e em Catanduva, como salvador da pátria, Macedo sempre foi solícito com a imprensa. Hoje, porém, sumiu do mapa. O Diário tentou entrevistá-lo, entretanto, as ligações para dois celulares dele caíram direto na caixa de mensagens. Peruzzo é mais um na fila da Justiça e até contratou um investigador para descobrir o paradeiro do empresário. O Dimas me deve R$ 413 mil e não o encontro. Fui avalista em mais de 20 casas alugadas por ele e cedidas para jogadores do Catanduvense. Também avalizei um galpão onde movimentaria uma nova empresa, a Only, disse Peruzzo. Fui avalista em uma factory. O tombo foi de R$ 147 mil. Caí na conversa dele. Por tudo que fez com Catanduvense e América, o Dimas merece um castigo. Ele abre empresas em nome de laranjas apenas para pegar cheques e crédito nos bancos, destacou Peruzzo. (CP) Empresário abandonou o América em outubro Após a eliminação na Copa Paulista do ano passado, Dimas Macedo sem avisar ao América dispensou todos os jogadores, acertando o salário atrasado de setembro e os 15 dias trabalhados de outubro com cheques pré-datados, pegou seus pertences e foi embora no dia 16 de outubro do ano passado. O presidente do clube, Luiz Carlos de Marco, o Martelinho, e o presidente do conselho deliberativo, Luiz Carlos Augusto, foram pegos de surpresa. Na ocasião, o clima esquentou. Augusto e Macedo bateram boca. Dono de um escritório de contabilidade, Augusto cobrava a prestação de contas de Macedo. Fiquei seis meses exigindo os balanços financeiros, alertei a todos sobre a inadimplência do América com FGTS, INSS e Imposto de Renda, mas não fui atendido, disse Augusto. Mesmo sem esses numerários, em abril deste ano o conselho Edvaldo Santos 18/10/2012 aprovou a prestação de contas referente ao exercício anterior. Em caso de dívidas de impostos contraídas nesse período, a responsabilidade é do América, que pode processar os parceiros, pedindo uma indenização pela falta de pagamento, destacou Augusto. Quase um mês depois da saída, Macedo estava no Catanduvense. Além da inadimplência, Augusto também acusou o investidor de fazer um limpa no alojamento do Teixeirão. Martelinho recorda que nesse dia Macedo o convidou para tomar café da manhã enquanto seus funcionários transportavam desde bolas, doadas pela Federação Paulista de Futebol, até alimentos. Eu comecei a ficar intrigado quando fui à empresa do Dimas e não vi movimento de nada, até perguntei se não havia um laboratório de controle de qualidade por ser uma empresa de alimentação. Eu vi que era um mundo de fantasia, contou Martelinho. (CP) Rombo chega a R$ 1,7 mi A saída de Dimas Macedo do Catanduvense foi ainda mais tumultuada que a do América. Antes do jogo contra a Portuguesa, valendo o acesso ao Paulistão, com dois meses de salários atrasados, o elenco se recusou a treinar e ameaçou não entrar em campo. O técnico Luciano Dias convenceu o grupo a jogar. Após o episódio, Macedo sumiu do Silvio Salles e, por telefone, renunciou ao cargo. Manolita contratou Wagner Violin para fazer um levantamento e descobriu que o Bruxo herdou dívida de R$ 1,7 milhão só na gestão de Dimas Macedo. Ninguém esperava que aconteceria tudo isso. Hoje, o clube recebe muita cobrança e visita de oficial de justiça, eu já recebi sete avisos de ações trabalhistas, informou João Navarro, funcionário da Secretaria de Esporte, Lazer e Dimas Macedo desapareceu após o Paulista A-2 deste ano Turismo (Smelt) e que trabalha no estádio Silvio Salles. A maioria dos ex-jogadores do Bruxo na Série A-2 deste ano ainda aguarda um acordo com a diretoria, antes de recorrer à Justiça. Já o atacante Emílio procurou os seus direitos. No América, a situação não é diferente. Eu recebi 15 ações, que totalizam mais de R$ 1 milhão, disse Luiz Carlos de Marco, o Martelinho, que renunciou da presidência no último dia 28 de maio. O Diário também tentou ouvir o advogado de Macedo em pelo menos três ações contra o América: a do zagueiro Di Fábio, no valor de R$ 56 mil; do técnico Vilson Tadei, de R$ 135 mil; e do lateral Renner, de R$ 47 mil - todos integrantes do elenco da Série A-2 de Porém, Demis Batista Leite, não atendeu as ligações. (CP) Leia mais na página 14A Edvaldo Santos 15/1/2013

14 14A / Domingo, 21 de julho de 2013 ESPORTES DIÁRIO DA REGIÃO FUNCIONÁRIOS DANÇAM Carlos Petrocilo Funcionários e jogadores de América e Catanduvense não foram os únicos prejudicados pela devastadora passagem de Dimas Macedo pelos dois clubes. Em dezembro de 2011, assim que anunciou a parceria com o Rubro, o empresário adquiriu as empresas Takehara e BFC, localizadas no Distrito Industrial Ulisses Guimarães, em Rio Preto. Ele fez uma fusão das duas com a DGL. Esta empresa sediada em Santana do Paranaíba, na Grande São Paulo, que ele já possuía desde 2007, é do ramo atacadista de alimentos (desde fabricação de molhos até transporte rodoviário de produtos perecíveis). Os antigos proprietários da Takehara e BFC não quiseram dar entrevista e seus advogados pediram para eles não terem os nomes citados na reportagem. Assim como a dona de um espaço de lazer, arrendado ao empresário. Fúlvio Lopes é um dos 34 ex-funcionários da DGL e que ingressou na Justiça do Trabalho para receber seus direitos, Advogado Michael Juliani move ações contra empresa de Dimas Empresas de Dimas Macedo fecham em Rio Preto Edvaldo Santos 5/7/2013 em torno de R$ 13 mil. Em novembro de 2011, me casei e pedi férias na BFC, ainda antes da fusão, diz Lopes. Quando voltei ao trabalho, no começo de janeiro, havia um aviso de interrupção da produção e que a empresa estava à venda. Uma semana depois, o Dimas Macedo chegou e se apresentou como novo dono, que assumiria todas as despesas com os funcionários, desde acerto de contas a férias vencidas. Nem o 13º eu recebi. O trabalho recomeçaria uma semana depois. Porém, quando voltamos, a empresa estava fechada e um recado que ninguém poderia entrar, disse Lopes. Nem deram baixa na minha carteira. Somente o advogado Michael Juliani, de Mirassol, move seis ações contra a empresa DGL, hoje atualizadas em R$ 173 mil. Numa delas, inclusive, a favor do ex-funcionário Fabiano Rosa, o Tribunal Regional Federal (TRF) determinou busca para apreender caminhões da empresa. Até o fechamento desta edição, os veículos não haviam sido apreendidos. Segundo o site da Receita Federal, a empresa DGL existe desde 1997, com endereço de Santana do Paranaíba. Em Rio Preto, de acordo com outro funcionário, gerente de produção na época, Luiz Antonio Lopes, ela nunca funcionou. O Dimas comprou a empresa, assumiu os funcionários e ficou o ano passado inteiro sem produzir nada, disse. Me lembro que o Dimas ia com o pessoal do América, o Zanirato, inclusive, na empresa, e fazia o maior oba-oba. Recentemente uma carreta encostou por lá e levou tudo embora. Estou cobrando mais de R$ 50 mil na Justiça, porque não tive salário e nem recolheram INSS e FGTS, acrescenta Lopes. Dividida Ozair Júnior ATLETISMO EM CRISE A crise enfrentada pelo atletismo de Rio Preto poderia ser solucionada se a Associação Riopretense Pró-Atletismo (Arpa/Smel/Flex) conseguisse captar a verba aprovada em seu projeto de lei de incentivo fiscal do governo federal, no valor de R$ 650 mil, no seu primeiro ano. Empresas interessadas poderão destinar 1% do dinheiro que recolhe com imposto de renda ao projeto. O presidente da Arpa, Claudinei Vaz de Lima, está correndo atrás, mas reclama que falta visão e até mesmo vontade dos empresários. Enquanto o tempo passa e isso não acontece, temos que assistir a um trabalho de sete anos sendo prejudicado. O pedido de socorro à Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (Smel) soa com crítica para a estrutura disponibilizada na cidade, que pode, sim, fazer mais. Macedo chegou ao América como salvação A parceria com Dimas Macedo poderia ser a salvação não só do América como também da gestão de Alcides Zanirato. A imagem do então presidente, que no ano passado concorreu ao cargo de vereador, estava arranhada pelo rebaixamento do Paulistão à Série A-2, em 2007, e também pelas dívidas e execuções judiciais dos últimos patrimônios do clube. Macedo chegou ao Rubro em meio à eleição presidencial de outubro de 2011 por intermédio de Ademir Piacente, que na época era diretor das categorias de base. Zanirato disse que foi apresentado a Macedo por Piacente. O personal trainer do Dimas era amigo do Piacente e sabíamos que ele investia no Oeste de Itápolis e estava disposto a ajudar o América, disse Zanirato. Conversamos e acertamos a vinda do Dimas para o América. MUNDIAL DE ATLETISMO Ex-presidente Zanirato diz que tinha boa amizade com Dimas Zanirato diz que cultivou uma boa amizade com Dimas. Ele nunca fez nada de prejudicial e até transferiu o título de eleitor para Rio Preto e votou em mim na eleição do ano passado. Piacente, que hoje é parceiro do Rio Preto nas categorias de base, diz ter resolvido deixar o América na época, pois discordava de algumas ideias do novo gestor. Claudiney dos Santos ganha medalha de prata na França Ozair Júnior O paratleta rio-pretense Claudiney Batista dos Santos ganhou a medalha de prata no Mundial de Atletismo de Lyon, na França, ontem, na prova do lançamento do dardo pela classe F-57 para deficientes físicos. Dono da melhor marca do mundo (45,38 metros), ele fez apenas 44,94m na prova unificada com o F-58 e totalizou 993 pontos, três a menos que o iraniano Mohammad Khalvandi, classe F-58, que marcou a distância de 50,23m. O bronze ficou com o egípcio Raed Salem (F-58), com 46,46m e 923 pontos. O atleta do Clube Amigos dos Deficientes (CAD/Vetnil/ Smel) ainda compete nas provas do arremesso de peso e no lançamento do disco com a Seleção Brasileira em Lyon. Ontem, Odair Santos, classe T-11, foi o mais rápido na prova dos 5000m e garantiu o primeiro ouro do Brasil na França. Com o tempo de 15min33s37, ele deixou para trás o atual campeão paralímpico, o chileno Cristian Valenzuela (15min45s68), e o português Nuno Alves (16min12s69). Na classe T-46 dos 5000m, Alex Pires também foi medalha de prata com o tempo de 15min10s82, atrás de Guilherme Baffi 24/1/2013 Samir Nouioua, com 15min09s92, e na frente do australiano Michael Roeger, que fez o tempo de 15min13s98. Já Izabela Silva Campos foi apenas a 9ª na final do disco F-11. Outra atleta do CAD no Mundial é Jerusa Santos, que disputará os 100 e 200m T-11. Hoje, 13 brasileiros estarão na pista em Lyon disputando medalhas. Rio-pretense já garantiu a prata Guilherme Baffi 30/9/2011 No Catanduvense, a chegada de Dimas Macedo é contraditória. Antes de assumir a presidência, o empresário dizia ser amigo do prefeito Geraldo Vinholi (PSDB), que o convidou para assumir o cargo. Procurado, Vinholi não quis se pronunciar sobre o assunto. A assessoria de comunicação da prefeitura de Catanduva emitiu uma nota: O prefeito Geraldo Vinholi não possui qualquer interferência no Grêmio Catanduvense. Vinholi sempre tentou ajudar a equipe, fato que continuará acontecendo, independentemente da diretoria, uma vez que o clube leva o nome e representa o município. E completa, com frase do prefeito: A equipe tem minha ajuda pessoal, com outras pessoas envolvidas e empenhadas em conseguir patrocínios e outras formas de ajuda ao time, finalizou Vinholi. (CP) JUDÔ Sarah Menezes e Charles Chibana conquistam ouro Agência Estado A seleção brasileira de judô se saiu bem no primeiro dia do Grand Slam de Moscou, Rússia. Ontem, os lutadores do País conquistaram duas medalhas de ouro, com Sarah Menezes (até 48kg) e Charles Chibana (até 66kg), faturaram três pratas e dois bronzes. Atual campeã olímpica, Sarah Menezes superou na final a mongol Otgontsetseg Galdabrakh, que recebeu mais punições. Já Charles Chibana garantiu o segundo ouro do Brasil ao vencer o britânico Colin Oates com dois wazaris, o que vale como um ippon. Três brasileiros perderam na decisão. Ketleyn Quadros (até 57kg) levou um ippon da alemã Myriam Roper na final. Érika Miranda (até 52kg) acabou sendo jogada de uchimata e sofreu o ippon da finlandesa Jaana Sundberg. Já Felipe Kitadai (até 60kg) levou ippon de uchimata do georgiano Amiran Papinashvili. Secretaria A Smel defende seu lado. Diz fazer o que pode para cada modalidade e que as equipes precisam ter outras fontes de receita para se manterem. O coordenador de esportes Paulo Estevão cita o futsal do Automóvel e o basquete do América como exemplos de modalidades que possuem outros patrocinadores e ajudam no papel da Smel, diferente do atletismo da Arpa e do vôlei masculino da ARE. A Secretaria dá o mais grosso, técnico, auxílioatleta e o transporte. Visão míope O maior problema da Smel é deixar claro que se importa apenas com os resultados em Jogos Regionais, Jogos Abertos do Interior e Joguinhos da Juventude, onde as modalidades representam a cidade. Ter um atleta campeão nacional, integrando uma Seleção Brasileira de base, deveria ser mais valorizado. Essas competições devem ser o começo, até mesmo porque, a cada ano que passa, os Regionais ficam mais fracos tecnicamente. América... A verba de R$ 100 mil prometida pela Associação do Proprietários de Camarotes e Cadeiras Cativas do Teixeirão ao futebol do América é a esperança de que 2014 seja um ano diferente para o clube, que definha desde ressurgindo Além desse dinheiro, o presidente José Carlos Branco já corre em outra frente para levantar dinheiro. Venderá espaços publicitários na parte externa dos muros do Teixeirão. A ideia é conseguir custear ao menos comissão técnica, cozinheira, lavanderia, porteiro e administrador do estádio com a verba arrecadada. Quase deu balão O presidente do Rio Preto, Vergílio Dalla Pria Netto, teve que usar sua experiência no futebol para não ser passado para trás pelos representantes do zagueiro Raphael Silva. Enquanto o Jacaré tentava colocá-lo no São Caetano, Silva foi orientado a assinar um pré-contrato com a Ponte Preta. Porém, a negativa do zagueiro de ir para o jogo em Franca foi o que esperava o cartola, que procurava os meios jurídicos para fazer prevalecer o direito do clube. Flerte O zagueiro Anderson Santos, 34 anos, que mora em Rio Preto, treina no Riopretão para manter sua forma e passou a ser um sonho de consumo do clube para Copa Paulista e Série A-3. Porém, o jogador que já passou por Atlético- MG, Vasco da Gama e defendeu a Ferroviária no último A-2, é caro segundo os dirigentes esmeraldinos e dificilmente ficaria na Vila Universitária.

15 DIÁRIO DA REGIÃO Cidades Editor de Cidades: Milton Rodrigues / / Chefe de Reportagem: Bruno Gilliard / / Domingo, 21 de julho de 2013 /1B Diário, junto com o leitor, vai escolher itens para cápsula do tempo histórica Belisário/Editoria de Arte Touro Agressivo é destaque na programação do Rio Preto Country Bulls desta noite Reprodução/Facebook DAQUI A 37 ANOS VAI ENCARAR? Guilherme Baffi 18/7/2013 Cinco dias com Francisco Fernanda entrou no clima e pintou as unhas com os símbolos da Jornada Jornada Mundial da Juventude, presidida pelo papa Francisco, recebe 2,9 mil jovens das dioceses da região Cecilia Demian Da Redação Queridos jovens! Sei que muitos de vocês estão viajando para o Rio. Que o Senhor os acompanhe ao longo da viagem Mensagem do papa Francisco, no twiter As dioceses de Rio Preto, Jales, Catanduva e Barretos enviam 2,9 mil jovens ao Rio de Janeiro para participar de um dos maiores eventos internacionais da Igreja Católica, a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), de 23 a 28 de julho. A previsão é de 2 milhões de jovens participantes de todo o mundo. O interesse é grande: são cinco dias na companhia do papa Francisco, eleito em março deste ano para liderar as hostes católicas do planeta. É a primeira viagem internacional deste Papa, nascido na Argentina e escolhido para substituir Bento 16. É a quarta visita de um pontífice ao Brasil: são duas de João Paulo 2º (1980 e 1991) e uma de Bento 16 (maio de 2007). O investimento na preparação dos jovens foi intenso no Brasil, com a realização de préjornadas, encontros, vigílias e reflexões. Nos últimos dias antes da viagem, eles se reforçaram espiritualmente na Semana Missionária. Segundo o comitê organizador da JMJ, a semana teve o objetivo de dar aos peregrinos a possibilidade de partilhar momentos de oração e reflexão com as comunidades locais. Assim, o jovem que participa da jornada pode evangelizar outros. Jovens evangelizando e sendo evangelizados por jovens, é um dos lemas. Um dos peregrinos mais engajados é o bispo da Diocese de Catanduva, dom Otacílio Luziano da Silva. A jornada vai ser ótima para fortalecer o trabalho da Igreja junto à juventude. Vai dar novo agenda resumida do Papa Dia 22 - segunda-feira Chegada à tarde ao Aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim (Galeão), no Rio de Janeiro. Visita ao Palácio Guanabara, sede do governo do Estado. Vai para o Sumaré onde se hospeda durante a JMJ Dia 23 - terça-feira agenda privada e descanso Dia 24 - quarta-feira Missa em Aparecida, às 10h30, no Santuário Nacional. Almoço no Seminário Bom Jesus, em Aparecida. De volta ao Rio, visita ao Hospital São Francisco de Assis, destinado à recuperação de dependentes de droga e de álcool Dia 25 - quinta-feira - Missa, em caráter privado, na residência do Sumaré. Visita ao Palácio da Cidade, onde recebe as chaves da cidade das mãos do prefeito Eduardo Paes e abençoa as bandeiras oficiais dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos. Visita à Comunidade da Varginha (Manguinhos). Visita à igreja São Jerônimo Emiliano, encontro com a comunidade paroquial e bênção do altar; passagem por um campo de futebol; visita a uma família. Às 17h, preside a Festa da Acolhida aos Jovens da JMJ, na praia de Copacabana, com celebração da Palavra e bênção. vigor à vida deles para que assumam seu lugar na Igreja e anunciem o Evangelho, disse o bispo. Oração e solidariedade No Colégio Santo André, em Rio Preto, 45 jovens se reuniram durante três dias para momentos de oração e partilha de vida. Deste grupo, 10 estarão presentes no Rio de Janeiro. Para a estudante Giovanna July Alves, 18 anos, a jornada da juventude já começou há mais de um ano, quando o grupo começou a se reunir mensalmente. "Fizemos um ano de preparação. Esta semana está ainda mais intensa. Estou muito ansiosa para viver este grande momento de fé", disse. A professora Fernanda Cristina Gaspar Lemes, 25 anos, já entrou no clima e até pintou as unhas com temas alusivos ao Dia 26 - sexta-feira Missa particular no Sumaré. Em seguida, Quinta da Boa Vista. Confissão de cinco jovens de cinco continentes (América, Europa, África, Ásia e Oceania). Visita ao Palácio São Joaquim, residência do arcebispo do Rio. Encontro com cinco jovens detentos. Às 12h, oração do Angelus do balcão do palácio. Encontro com o comitê organizador e patrocinadores da JMJ. Às 17h, na Praia de Copacabana, Via Sacra com os jovens. Dia 27 Sábado Missa na Catedral às 9h. Encontro no Teatro Municipal com políticos, diplomatas, representantes religiosos e civis, empresários e artistas. Almoço com cardeais do Brasil. Vigília de Oração com jovens no Campus Fidei, de Guaratiba. Dia 28 Domingo Missa do Envio da JMJ em Guaratiba. Encontro com a coordenação da jornada e do Conselho Episcopal Latino-americano. Encontro com voluntários no RioCentro. Às 19h, embarque a Roma no Aeroporto Tom Jobim. evento. É hora de aprendizado e união da juventude em torno da mesma fé. Vamos para o Rio não como turistas, mas sim peregrinos neste momento único de nossa vida, disse Fernanda. Nem só de oração e danças foi feita a semana missionária. Entre outras atividades, os jovens reunidos no Santo André visitaram as obras da Fraternidade São Francisco de Assis na Providência de Deus, em Jaci. Um momento de aprendizado e comprometimento. Nós encontramos realidades distantes da nossa. Por isso, pretendemos nos colocar a serviço do próximo no nosso dia a dia, disse o universitário Landri Alves Neto, 19 anos. Para ele, a jornada será marcante na história de cada um. É o ápice de um grande encontro, e não o final. Vamos nos abastecer e depois partilhar tudo isso com nossa comunidade. Enquanto muitos se preparam durante mais de um ano, houve quem decidiu embarcar na última hora. Foi assim com a advogada Ana Carolina Merlini, 31. Durante a semana missionária, surgiu a chance de ir ao Rio. Um amigo que já estava com as despesas da viagem pagas não pôde ir por motivo de trabalho. Consegui uma folga e estou muito feliz em poder viver essa experiência, contou. A maior parte dos jovens segue viagem para o Rio a partir de hoje e participa integralmente da jornada. Outros vão apenas para a vigília de encerramento, no próximo sábado, dia 27, em Guaratiba. Segundo os organizadores, há 500 mil inscritos, mas como na última jornada em Madri, em 2012, o público pode passar de 2 milhões de participantes. (Colaborou Salomão Boaventura)

16 2B / Domingo, 21 de julho de 2013 CIDADES DIÁRIO DA REGIÃO A equipe voluntária do Papa Sessenta mil pessoas em todo o Brasil são selecionadas para ajudar na JMJ; em Rio Preto, 60 pessoas se prepararam para esta experiência única Cecilia Demian Da Redação Tem jovem que vai para o Rio sem pegar praia, passar férias, se divertir ou curtir uma balada. Vão a serviço da Igreja, de coração aberto, boa vontade, trabalhando nos cinco dias da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) sem remuneração e ainda desembolsando em torno de R$ 600 para os gastos pessoais, que já foram pagos à organização da jornada. Mas para essa esforçada parcela, vale muito a pena. Dá emoção. A sensação do professor rio-pretense Rafael Marques Ribeiro, 27 anos, ao receber a confirmação de sua participação como voluntário na JMJ foi uma mistura de arrepio, alegria e emoção. Quando recebi o de confirmação em outubro do ano passado, saí correndo, gritando para que meus pais fossem ler. Nem acreditei, afirma. Assim como ele, 60 jovens de Rio Preto vão trabalhar no atendimento ao público sem receber nenhum centavo. No total no País, são 60 mil pessoas. Segundo o assessor da Juventude da Diocese de Rio Preto, padre Sílvio Roberto, durante a jornada, Rio Preto estará muito bem representada. São 60 jovens da Diocese que vão mostrar serviço, ajudar nos trabalhos junto ao público e quando estiverem de volta vão multiplicar o que aprenderam sobre evangelização, disse o padre. A professora Priscila Romero Lopes, de 21 anos, de Cosmorama não tem medo de dividir seu dia a dia com desconhecidos e já partiu para o Rio. O serviço é uma doação. Tenho certeza de que farei novos amigos por lá, disse. Sua função será ajudar na distribuição dos kits para os peregrinos. Segundo o Comitê Organizador Local (COL), os voluntários também têm papel fundamental na jornada. Mais de 72 mil pessoas - inclusive de outras denominação de Igreja - se inscreveram. Desses, 60 mil foram selecionados e devem atuar no evento em todos os aspectos logísticos. Foi com um telefonema, no início do ano, que o estudante Fabrício Eric de Carvalho, 19, soube da sua convocação. Estava jantando quando recebi ligação com área diferente. Fiquei desconfiado, mas atendi e me me informaram que eu tinha sido selecionado. Fui correndo contar à minha mãe, que Divulgação Priscila, de Cosmorama, e Rafael, de Rio Preto, atuam como voluntários ficou preocupada, mas também muito feliz com a notícia, contou. Uma de suas funções será ficar no cordão de isolamento durante a vigília em Guaratiba. Duas primas que moram em Icém também foram selecionadas. A enfermeira Camila Gonçalves, 27 anos, não esconde a ansiedade. Fiquei muito feliz. Como nunca pude ir aos eventos fora do País, essa é a hora, disse. o que faz um voluntário Atendimento nas praças de alimentação e shows Acolhida dos peregrinos Atendimento na hospedagem Vigilância nos cordões de isolamento para passagem do Papa Nos aeroportos e rodoviárias Nos pontos de informação Na organização dos eventos de massa Nos atos culturais, liturgia, tradução, serviços de saúde (apenas brasileiros), setores administrativos, comunicação (redes sociais) e auxílio aos portadores de necessidades especiais A publicitária Jaqueline Silva, 26 anos, se diz realizada. Ir como voluntária é ainda melhor, pois colocarei em prática os ensinamentos que recebi na minha formação cristã, de ajudar e servir, disse. A professora Mariana Moreira da Silva, 30 anos, já está no Rio e se impressionou com a quantidade de jovens da Colômbia, Estados Unidos, Venezuela, Angola e Paquistão nas ruas. Na jornada, temos a oportunidade de mostrar ao mundo que podemos ser santos sem deixar de ser jovens. Quando voltarem para casa, daqui a uma semana, eles terão muita história para contar. É uma experiência para toda a vida. (Colaborou Salomão Boaventura) tempo serviços Santa Fé do Sul 19 C/28 C Pereira Barreto 18 C/32 C Rio Preto 18 C/26 C Solcom muitas nuvens. Pancadas de chuva Fernandópolis 17 C/28 C Jales 16 C/28 C Cardoso 18 C/27 C Votuporanga 17 C/28 C Ubarana 18 C/26 C Rio Preto 18 C/26 C Novo Horizonte 18 C/26 C Frutal 17 C/25 C Olímpia 15 C/29 C Catanduva 15 C/29 C Barretos 18 C/25 C Bebedouro 15 C/31 C Matão 17 C/27 C Norte Solcom muitasnuvens. Pancadas dechuva à tarde e à noite. Capital Solcom muitasnuvens duranteo dia. Períodos denublado, com chuva. Oeste Chuvosodurante o dia e a noite. Nordeste Solcom aumentode nuvensao longo do dia. À noite ocorrem pancadasde chuva. Litoral/Leste Solcom muitasnuvens duranteo dia. Períodos denublado, com chuva. Centro Sul Solcom muitasnuvens duranteo dia. Períodos denublado, com chuva. Fonte: Fases da lua Cheia 22/7 15h16 Minguante 29/7 14h43 Nova 8/7 4h14 Crescente 16/7 0h18 Norte Oeste Centro/Sul Ensolarado Períodos de Sol Chuvoso Instável Nublado Nordeste Capital Litoral/Leste localização dos radares estáticos hoje Velocidade máxima permitida 40km Av. Nossa Sra. Da Paz Elevado João XXIII Av. Monte Aprazível Velocidade máxima permitida 60km Av. Com. Vicente Filizola Av. Mario Andreazza Av. Nossa Sra. Da Paz Av. José Bonifácio Av. Feliciano Sales Cunha Av. José Munia Av. Philadelpho M.G.Neto Fonte - Secretaria de Trânsito, Transportes e Segurança tome nota DIÁRIO DA REGIÃO DIRETORIA ADMINISTRAÇÃO E REDAÇÃO Avenida João Batista Vetorazzo, 50 CEP: Distrito Industrial São José do Rio Preto (SP) Fone: (17) IMPRESSO NA GRÁFICA DA REGIÃO Avenida Feliciano Salles Cunha, 1515 CEP: Distrito Industrial São José do Rio Preto (SP) Fone: (17) SUCURSAL SÃO PAULO Alameda Gabriel Monteiro da Silva, 2373 São Paulo - SP - CEP: Fone: (11) Noticiando ou comentando, nossa preocupação há de ser a verdade (Nº 1, Ano 1, 23/7/1950) Diretor Presidente: Norberto Buzzini - Diretora Vice-Presidente: Neuza Castro Buzzini REDAÇÃO Editor-chefe Fabrício Carareto Editora-executiva Rita Magalhães Coordenadora de área Ligia Ottoboni Editora de projetos especiais Cecilia Demian Opinião Marival Correa Editor de Arte César Augusto Belisário da Silva Editor de Fotografia Antonio Carlos Ribeiro CLASSIFICADOS Classifone: Depto. Comercial: Fax: Fax Classificados: e Os artigos assinados representam a opinião dos autores. O ponto de vista do jornal é expresso nos editoriais. O jornal publica textos das agências Estado, Globo e Associated Press ONDE CIRCULA O DIÁRIO DA REGIÃO Nascidadesde: Adolfo, Altair, AlvaresFlorence, AméricodeCampos, Auriflama, Bady Bassitt, Bálsamo, Barretos, Bebedouro, Buritama, Cajobi, Cardoso, Catanduva, Catiguá, Cedral, Cosmorama, Elisiário, Eng. Schmitt, Embaúba, Estrela d Oeste, Fernandópolis, Floreal, Fronteira, Frutal, General Salgado, Guapiaçu, Guaraci, Ibirá, Icém, Indiaporã, Ipiguá, Irapuã, Itajobi, Jaci, Jales, José Bonifácio, Macaubal, Macedônia, Magda, Mendonça, Mira Estrela, Mirassol, Mirassolândia, Monte Aprazível, Monte Azul Paulista, Neves Paulista, Nhandeara, Nipoã, Nova Aliança, Nova Granada, Nova Itapirema, Novais, Novo Horizonte, Olímpia, Onda Verde, Orindiuva, Ouroeste, Palestina, Palmares Pta, Palmeira D Oeste, Paraíso, Paulo de Faria, Pereira Barreto, Pindorama, Pirangi, Planalto, Poloni, Pontes Gestal, Populina, Potirendaba, Riolândia, Sales, Santa Adélia, Santa Fé do Sul, São José do Rio Preto, Sebastianópolis do Sul, Severínia, Tabapuã, Talhados, Tanabi, Thermas de Ibirá, Ubarana, Uchoa, Urânia, Urupês, Valentim Gentil, Votuporanga e Zacarias CIRCULAÇÃO E ASSINATURAS ou Telemarketing: BALCÃO DO CENTRO DE RIO PRETO Rua Delegado Pinto de Toledo, 2844 CEP: Fone: (17) VENDA AVULSA Terça a sábado.... R$ 2,20 Domingo.... R$ 3,40 ASSINATURAS ANUAL SEMESTRAL TRIMESTRAL 478,87 251,41 131,99 ATÉ 12X ATÉ 6X ATÉ 3X ASSINATURAS RENOVAÇÃO ANUAL SEMESTRAL TRIMESTRAL 432,07 226,83 119,09 ATÉ 12X ATÉ 6X ATÉ 3X ASSINATURAS - DIÁRIO IMPRESSO + DIÁRIO DIGITAL ANUAL SEMESTRAL TRIMESTRAL 526,88 276,61 145,22 ATÉ 12X ATÉ 6X ATÉ 3X ASSINATURAS RENOVAÇÃO - DIÁRIO IMPRESSO + DIÁRIO DIGITAL ANUAL SEMESTRAL TRIMESTRAL 475,27 249,52 131,00 ATÉ 12X ATÉ 6X ATÉ 3X Beneficente A equipe de voluntariado da Associação de Assistência à Criança Deficiente (Aacd) promove diariamente um bazar solidário em suas instalações, com peças de roupas e objetos de decoração. Além de comprar os produtos, a pessoa pode ajudar doando as mercadorias e sendo voluntária. O bazar funciona de segunda a sexta, das 8h às 17. informações pelo telefone (17) Curso O Regime Próprio de Previdência Social de Rio Preto (Riopretoprev) realiza, nos dias 7, 8 e 9 de agosto curso para Certificação Profissional Anbima - CPA10 no Auditório Abreu Sodré, no 9 andar da Prefeitura. Interessados devem preencher formulário, que pode ser solicitado pelo com.br, e depois enviar para este mesmo endereço de . Asinformações para a coluna Tome Nota devem ser enviadas para o ou remetidas por escrito àredação do Diário da Região, à avenida Feliciano Salles Cunha, A publicação égratuita.

17 DIÁRIO DA REGIÃO CIDADES Domingo, 21 de julho de 2013 / 3B Dom Orani celebra a 1ª missa Anfitrião do papa Francisco no maior evento internacional da Igreja Católica, o arcebispo do Rio, dom Orani Tempesta, ex-bispo de Rio Preto, preside a celebração de abertura da JMJ na terça, dia 23 Cecilia Demian Tomaz Silva/ABr 18/7/2013 Edvaldo Santos 28/7/2010 católicos Antes mesmo de alguma participação do papa Francisco na 28ª Jornada Mundial da Juventude, o arcebispo anfitrião, dom Orani João Tempesta, celebra missa de abertura na terça-feira, dia 23, marcando o início oficial do encontro. A cerimônia começa às 15 horas, no palco armado na praia de Copacabana, com shows e participação de DJs católicos. O Coral Carioca JMJ, integrado por 100 cantores conhecidos na música católica e por ministros de música, apresenta 30 músicas. Três voluntários estrangeiros integram o grupo para o solo da versão do Hino da JMJ 2013 em outros idiomas. A Jornada terá tudo o que o jovem gosta, principalmente música, muita música. O show de abertura continua com bandas e cantores, além da Orquestra Sinfônica de Barra Mansa. Palco no Campus Fidei (Guaratiba), onde o papa preside missa campal; no detalhe, dom Orani Às 18 horas, os participantes recebem os símbolos da JMJ, que já percorreram o Brasil desde 2011: a Cruz Peregrina e o Ícone de Nossa Senhora. Em seguida, dom Orani inicia a missa, com participação de seminaristas, padres, bispos e cardeais. No dia seguinte, 24, quarta-feira, o papa vai a Aparecida, de helicóptero para celebração e encontro com o presidente da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), dom Raymundo Damasceno, e retorna ao Rio de Janeiro. O que me anima e deve animar os romeiros a proclamar a urgência da evangelização é que ela constitui o primeiro serviço que a Igreja pode prestar à humanidade. No mundo de hoje, que apesar de conhecer realizações maravilhosas parece perder o sentido último das coisas e da própria existência, a nova evangelização é uma tarefa urgente, disse o arcebispo. Com as recentes manifestações populares no Rio, dom Orani assinou nota conjunta com a OAB/Rio e Associação Brasileira de Imprensa (ABI), defendendo a livre manifestação pacífica, as instituições, o patrimônio público e privado e repudiando a violência. Diocese de Rio Preto População: Católicos: Peregrinos na JMJ: Diocese de Catanduva População: Católicos: Peregrinos na JMJ: 550 Diocese de Barretos População: Católicos: Peregrinos na JMJ: 500 Diocese de Jales População: Católicos: Peregrinos na JMJ: 300 População total das dioceses: Total de católicos: Total de peregrinos para a JMJ: Fonte: IBGE Censo 2010 Dilma Rousseff recebe Francisco no Rio Agência Estado A presidente Dilma Rousseff chega ao Rio de Janeiro às 15h30 de amanhã para receber, às 16h, o papa Francisco na Base Aérea do Galeão. No Palácio Guanabara, às 17h, será realizada a cerimônia oficial da visita pontifical. Às 18h, Dilma tem encontro privado, e volta à Brasília às 19h. Ontem, ela se reuniu no Palácio da Alvorada, com quatro ministros para coordenar a visita do papa. Participaram do encontro os ministros da Justiça, José Eduardo Cardozo, de Relações Exteriores, Antonio Patriota, da Defesa, Celso Amorim e da Secretaria-geral da Presidência, Gilberto Carvalho. Alessandra Tarantino/AP 8/7/2013 Francisco, o papa sem pompa Nome civil: Jorge Mario Bergoglio Nome canônico: Francisco (inspirado na humildade e caridade de São Francisco de Assis) Ordem que professa: Companhia de Jesus Nascimento: Buenos Aires (Argentina) Data: 17/12/1936 Sucessor de: Bento 16, que abdicou em 28/2/2013; é o 266º pontífice da história Estudos: Graduação e mestrado em Química, na Universidade de Buenos Aires; doutorado na Alemanha Carreira religiosa: ingressou no noviciado em 1958; fez o juniorado em Santiago, Chile; graduado em Filosofia (Universidade Católica de Buenos Aires) e Teologia Ordenação sacerdotal: 13/12/1969 Votos perpétuos: 1973 Bispo auxiliar de Buenos Aires: 1992 Arcebispo de Buenos Aires: 1998 Aícro Júnior/Editoria de Arte Cardeal de Buenos Aires: 2001 Outras atividades: Mestre de Noviços, no Seminário da Villa Barilari; superior provincial dos jesuítas, na Argentina, professor, reitor da Faculdade de Filosofia e Teologia de San Miguel Idiomas: além do espanhol fala com fluência italiano, alemão, francês e inglês, com bons conhecimentos de português Eleição papal: 13/3/2013 (no segundo dia do conclave, em Roma) Posse no Vaticano: 19/3/2013 Dados: primeiro papa nascido no continente americano; segundo papa não europeu em mais de 1200 anos de história do Vaticano (o primeiro foi São Gregório 3º, eleito em 731, nascido na Síria); primeiro jesuíta papa da história Lema pontifical: Miserando atque eligendo (Olhou-o com misericórdia e o escolheu) Time preferido: San Lorenzo Devoto de Nossa Senhora, o Papa celebra em Aparecida (SP) Segurança O governo federal está preocupado com as manifestações no Rio de Janeiro e quer assegurar que não haja imprevistos durante a JMJ. Durante a semana, as Forças Armadas estarão atuando na segurança, seguindo as regras da GLO (Garantia da Lei e da Ordem). Significa que as Forças Armadas podem ser empregadas se necessário, já que a coordenação da segurança é do Exército. A mesma preocupação se reflete em Aparecida, onde o papa celebra missa na quarta-feira, dia 24, no Santuário Nacional. Um efetivo de 5 mil homens das Forças Armadas, Polícias Civil, Militar e Federal vai reforçar a segurança. Parte dos 2,2 mil soldados do Exército que participam da operação já está na cidade e iniciou o reforço nos principais acessos à Basílica e ao Seminário Bom Jesus, onde o pontífice vai almoçar. A segurança contará ainda com integrantes das Polícias Rodoviárias Estadual e Federal e do Corpo de Bombeiros, além de 154 seguranças patrimoniais e representantes da Guarda Suíça (do Vaticano). O esquema inclui quatro helicópteros equipados com câmeras capazes de detectar alvos a um quilômetro de distância, jipes e equipamentos capazes de identificar até a presença de produtos químicos, como bombas, no perímetro onde Francisco estiver. Cobertura Pela segunda vez, o Diário da Região envia a editora Cecilia Demian e o repórter fotográfico Pierre Duarte para fazer cobertura de visita pontifical. Em maio de 2007, os dois passaram uma semana em São Paulo, acompanhando a programação do papa Bento 16, que incluiu a canonização de Frei Galvão

18 4B / Domingo, 21 de julho de 2013 CIDADES DIÁRIO DA REGIÃO A CÁPSULA DO TEMP Raul Marques Para celebrar os 63 anos de fundação do Diário na próxima terça-feira, valorizar o que existe de mais importante na atualidade em Rio Preto nos mais variados segmentos e resguardar a história do município, o jornal vai criar uma cápsula do tempo. A proposta é que o recipiente, com menção de cada eleito na forma de símbolos, seja aberto em 23 de julho de 2050, quando o Diário completa o seu primeiro centenário. Para escolher 37 representantes essenciais, o mesmo número de anos que a cápsula ficará guardada embaixo do chão, será realizada uma grande eleição, com 63 candidatos. Os votos serão recolhidos no portal diarioweb.com.br. Um grupo formado por 25 personalidades rio-pretenses, dos mais variados setores, já indicou 40 opções. A única regra: não sugerir o próprio nome, produção ou projeto. O leitor pode participar e mandar suas sugestões até o dia 26 (sexta-feira), 17h. Afinal, ainda faltam 23 ideias para fechar a lista. Para fazer parte desse momento histórico, é necessário enviar sua dica para o para É importante indicar o candidato e também um objeto que o represente. Por exemplo: Rio Preto Esporte Clube. O que o simboliza? Uma camisa, flâmula ou suvenir do clube. A criação da cápsula do tempo empolgou as pessoas ouvidas pela reportagem. A expressão cápsula do tempo começou a ser usada em 1930, mas a ideia é antiga, anterior a Cristo. A Represa é um lugar importante. Também incluiria na minha lista o Mercadão e o trabalho desenvolvido pelo pintor naïf José Antônio da Silva, afirma a presidente da Acirp, Adriana Neves. A Represa será simbolizada com amostra de água, em um recipiente fechado hermeticamente. O professor José Roberto Ruggiero, diretor da Unesp de Rio Preto, acrescenta: No parque da Represa, incluo o complexo Swift, um marco de um período do desenvolvimento e que abriga um teatro e um parque cultural. Acoplada a isso está a estrada de ferro, e dali se pode avistar a Estação Ferroviária e a Biblioteca Municipal, com arquitetura particular. Na concepção do defensor público Júlio César Tanone, a capivara é o animal que se tornou símbolo de Rio Preto. Assim, não pode ser ignorada. Para o zoólogo Dino Vizotto, a Unesp não deve ficar de fora. Até por ser a primeira universidade rio-pretense. Iniciou os primeiros cursos, de Letras, História Natural e Pedagogia, no fim dos anos 50. Tem papel importante não só no ensino, mas também na pesquisa. A advogada Suzana Quintana, que preside a OAB em Rio Preto, afirma que é necessário lembrar, daqui 37 anos, os movimentos populares que invadiram as ruas de Rio Preto neste ano. Foi um momento histórico, com a manifestação do cidadão em busca de seus direitos. A historiadora Nilce Lodi incluiria um álbum com fotografias atuais dos principais pontos. Uma forma de comparar a infraestrutura existente em 2013, o que avançou e o que deixou de existir. O fotógrafo Toninho Cury resguardaria amostras das nascentes dos córregos Canela e Borá, que sofrem com o avanço do progresso e correm risco de desaparecer em breve. No próximo domingo, o jornal vai divulgar em uma reportagem a relação completa dos 63 concorrentes e abrir no site a votação, que vai durar um mês. Enfim, faça sugestões e defenda os seus candidatos. Quem ganha é a cidade.

19 DIÁRIO DA REGIÃO CIDADES Domingo, 21 de julho de 2013 / 5B O Diário guarda objetos mais representativos de Rio Preto em recipiente especial que será aberto só daqui a 37 anos, quando jornal completa um século de vida; leitor ajudará a escolher os itens

20 6B / Domingo, 21 de julho de 2013 CIDADES DIÁRIO DA REGIÃO Dinossauros do ar Uma galera cinquentona, mas ainda cheia de gás, se reúne para fazer aquilo que mais gosta, saltar de paraquedas e sentir o vento no rosto José Thomas de Melo Paixão. Não há palavra que melhor descreva o sentimento de um paraquedista por este esporte radical. Com a adrenalina à flor da pele, os apaixonados pelas alturas entram em um pequeno avião que rapidamente ganha os céus. Na altura adequada, a porta se abre e a aventura começa. Desde o ano de 1966 o clube de paraquedismo de São José do Rio Preto forma muito além de corajosos saltadores. Forma uma verdadeira família que tem os pés no chão e os olhos no céu. Devido ao grande movimento de voos comerciais no aeroporto rio-pretense, novatos e veteranos se encontram mensalmente no aeroporto de Mirassol para conversar, trocar experiências e sobretudo saltar. Não existe experiência melhor. Sinto saudade do tempo que eu me jogava de um avião nas alturas, diz o auxiliar administrativo Sílvio Roberto Rodrigues Oliveira, de 55 anos. Há 27 anos ele parou de saltar mas recentemente se animou e voltou a frequentar o clube, faz um curso de reciclagem e planeja o próximo salto. Os paraquedistas mais experientes de Rio Preto, carinhosamente chamados de dinossauros do ar, ainda frequentam o clube para fazer o que mais gostam, cair das alturas com toda a segurança. Isso é um vício. Basta pular de paraquedas uma única vez para quererrepetir adose, conta o protético José César de Moraes, 52 anos. Coragem que já é preciso ter logoao entrar no avião, ondeo novato é alertado por um adesivo. Cuidado, provoca dependência, diz claramente o aviso. Dia de área, é assim que os paraquedistas chamam o dia em que os saltos estão marcados. No último domingo, a área foi especial para o advogado Jair Sparapani. Há 12 anos ele deixou de saltar. No entanto, o tempo não tirou a paixão pelos ares de sua vida e ele novamente entrou no avião para realizar seu salto número Cada salto é uma emoção diferente, contou. Quando o avião pilotado por Marciano Rios de Barros - experiente piloto em lançamentos de paraquedas - atingiu a altura de 6 mil pés (1,8 mil metros), Jair deixou o avião e entregou-se à adrenalina. Foram dozesegundos de queda livre e quinze minutos com o paraquedas JoséThomasdeMelo(1ºàesq.) e a turma de paraquedistas experientes, carinhosamente chamados de dinossauros do ar aberto. No chão, Jair não escondia a emoção. Um beijo apaixonado da esposa Nanci foi o prêmio para o veterano paraquedista. Amigo inseparável Edélcio Rubens Genari, 57 anos, fez seu primeiro salto com 16 anos. Durante mais de 30 anos teve o paraquedas como amigo inseparável. Há pouco mais de 2 anos, por motivos de saúde, precisou deixar as áreas, mas não o clube. Quando os saltos acontecem, estápresente noaeroporto para incentivar os jovens e rever velhos amigos. Tive um tio militar que foi paraquedista. Ele quem me incentivou no esporte, disse. Hoje, quando Edélcio olha para cima, sente saudades do tempo em que podia abrir seu paraquedas e sentir o vento no rosto. Naquele tempo não havia tanta tecnologia, Advogado Jair Sparapani em seu salto 1.265: Cada vez uma emoção diferente saltávamos pelo amor. Formado paraquedista em 1968, José Carlos Saes, 63 anos, recorda-se que até a década de 70 Rio Preto era a capital nacional do paraquedismo, posto hoje ocupadopelo município deboituva, região de Sorocaba. Mesmo sempoder saltar, JoséCarlos mantém muitas recordações. Naquela época fazíamos apresentações em várias cidades da região. O renomado cabeleireiro Isaac Egídio, 69 anos, é uma das lendas vivas do paraquedismo em Rio Preto. Formado na segunda turma de alunos do clube, ele tem no currículo saltos e conquistas importantes como campeonatos brasileiros, panamericanos e melhor colocação entre os atletas latino-americanos no campeonato mundial de Fotos: Arquivo pessoal Cabeleireiro Isaac Egídio, 69 anos, é uma das lendas do paraquedismo em Rio Preto paraquedismo na Iugoslávia, na década de 70. Isaac já voou alto. Ele conta que a maior altitude que saltou foi 18 mil pés (6 mil metros). Seu salto mais emocionante foi durante um jogo de futebol. Foi no antigo estádio Mário Alves Mendonça em um jogo América e Santos e Pelé estava lá, recorda. Isaac também saltou durante a noite e sobre isso, o mais marcante foi durante o governo militar. Em Rio Preto fizemos um salto noturno, mas não tínhamos avisado as autoridades. Assim que pousamos no aeroporto já havia militares armados nos esperando querendo saber o que estávamos fazendo. Hoje, em cada final de semana com áreas, chegam a ocorrer mais de 100 saltos. Quem quiser conhecer o clube é só ir e conversar. Afamíliado clubedeparaquedismo de Rio Preto está aberta a novos membros. (colaborou Salomão Boaventura) São Paulo de todos os povos São Paulo é o estado que mais tem recebido trabalhadores estrangeiros nos últimos dez anos, de acordo com levantamento realizado pela agência Investe São Paulo com base em informações do Ministério do Trabalho e Emprego. Só em 2013, foram concedidas autorizações no estado, o que equivale a 40% do emitido em todo o país. Considerando-se todos que vieram de 2010 até o primeiro trimestre de 2013, foram autorizações - 46% dos registrados em todo o Brasil. Coreanos em Piracicaba Os números são reflexo do crescente número de empresas estrangeiras que tem vindo para o estado nos últimos anos, especialmente para as regiões situadas num raio a 200 quilômetros da Capital. Investimentos empresariais de grande porte foram feitos nos últimos anos em Sorocaba e Vale do Paraíba. Veja o caso de Piracicaba. A instalação da fábrica da Hyundai fez com que centenas de sul-coreanos adotassem a cidade como moradia, exemplifica o presidente da agência, Luciano Almeida. Foram construídos restaurantes, escolas internacionais e diversas outras instalações para atender a colônia de estrangeiros que passou a integrarse à população local. Esse fenômeno acontece em diversas cidades do Estado, diz ele. Colônias Atualmente, São Paulo concentra as maiores comunidades de italianos, libaneses, espanhóis, japoneses e portugueses do mundo fora de seus países de origem. É também o Estado que concentra o maior volume de investimentos estrangeiros diretos anunciados, segundo levantamento do o FDI Markets. Em 2012, 456 investimentos foram identificados, sendo 219 deles, ou seja, 48%, para o Estado de São Paulo. Esses 219 resultariam em um investimento potencial de R$ 1,8 bilhão. Caçula Começa a funcionar em fevereiro de 2014 a Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp), a quarta universidade pública do Estado. O anúncio foi feito pelo governador Geraldo Alckmin em entrevista exclusiva à Rede APJ -- Associação Paulista de Jornais. Darão apoio as tradicionais USP, Unicamp e Unesp, o Centro Estadual de Ensino Tecnológico Paula Souza e a Fundação Padre Anchieta. Incentivo ecológico Plantar árvores poderá ser algo lucrativo para as prefeituras. Os municípios que tiverem uma árvore para cada habitante receberão o selo Árvore do Bem, e com ele terão privilégios na captação de recursos federais para os setores de saneamento, infraestrutura, habitação, saúde, educação e transporte. Os privilégios estão previstos no projeto de lei da Câmara que chegou ao Senado Federal esta semana. Agora cabe aos senadores analisarem e votarem a proposta. Incentivo ecológico (2) A quantidade de árvores será contada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), e deverá ser igual ao número de habitantes contabilizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). As árvores, preferencialmente nativas, devem estar nas áreas urbanas, como vias, praças e demais logradouros públicos. As plantadas em áreas privadas, nos parques e em unidades de conservação não serão consideradas. Piscante mortes quem é Jose Thomaz de Melo é o atual presidente do Clube de Paraquedismo São José do Rio Preto. Ele se formou paraquedista em Dedicou-se a modalidade de precisão, conquistando o campeonato paulista de precisão em Naquele ano viajou ao Japão, onde morou até Quando retornou a Rio Preto viu que o paraquesdismo estava em baixa e ficou indignado. Após organizar todos os documentos necessários, em conjunto com o atleta Acássio Amorim começou a marcar as datas dos saltos. Hoje estamos realizados em poder encontrar os dinossauros e formando os futuros dinossauros, disse Melo. como participar Interessados em fazer como o José Thomas de Melo e publicar sua própria reportagem no Diário da Região devem entrar em contato pelos s e e proporem o tema e a abordagem que pretendem dar à matéria. Os assuntos propostos serão avaliados pela Redação que, em caso de aprovação, acompanha e supervisiona a produção da reportagem. A publicação não tem custo e a participação do leitor-repórter é totalmente voluntária. A Assembleia Legislativa aprovou projeto de lei de autoria do deputado Celso Giglio (PSDB) que prevê que os semáforos em estado de atenção, com a luz amarela piscando, sejam mantidos no período de zero às 8h, quando o fluxo de veículos é consideravelmente menor. A exceção ficaria por conta dos locais em que o fluxo de veículos ou pedestres se mantiver intenso neste horário. Tráfico de drogas Cerca de 2,5 milhões de pessoas são retiradas anualmente de seus lares e países para submergir, como vítimas, no tráfico de seres humanos, segundo dados da Organização das Nações Unidas. É como se, ao longo de 12 meses, toda a população do Grande ABC sumisse do mapa. Esse universo criminoso movimenta, ainda de acordo com estimativas da ONU, 32 bilhões de dólares por ano, resultado de atividades ligadas a prostituição, mão de obra escrava e venda de órgãos. FERNANDO CÉSAR DOS SANTOS faleceu no dia 19/07/2013 aos 28 anos de idade. Deixa a filha Vitória Fernanda. Seu sepultamento deu-se no dia 20/07/13 às 17h, saindo seu féretro do velório Municipal Distrito Engenheiro Schmitt, para o mesmo cemitério. CARMO ALFREDO OKUMURA faleceu no dia 19/07/2013 aos 54 anos de idade. Era casado com a sra. Lenir de Carvalho Okumura e deixa os filhos Adriana, Aline e Marco. Seu sepultamento deu-se no dia 20/07/13 às 17h, saindo seu féretro do velório São João Batista, para o mesmo cemitério. Veiculam nesta coluna notas de falecimento enviadas pelas funerárias até as 17h de segunda à sexta-feira e até as 11h aos sábados. Notas enviadas depois desses horários e aos domingos e feriados veiculam na edição seguinte. O conteúdo das notas de falecimento é de total responsabilidade das funerárias cabendo ao Diário da Região apenas a sua reprodução.

Onde posso encontrar o formulário para? Onde posso encontrar o formulário para? Για να ρωτήσετε που μπορείτε να βρείτε μια φόρμα

Onde posso encontrar o formulário para? Onde posso encontrar o formulário para? Για να ρωτήσετε που μπορείτε να βρείτε μια φόρμα - Γενικά Onde posso encontrar o formulário para? Onde posso encontrar o formulário para? Για να ρωτήσετε που μπορείτε να βρείτε μια φόρμα Quando foi emitido seu/sua [documento]? Για να ρωτήσετε πότε έχει

Διαβάστε περισσότερα

REPÚBLICA DE ANGOLA EMBAIXADA DA REPÚBLICA DE ANGOLA NA GRÉCIA DIPLOMÁTICO OFICIAL ORDINÁRIO ΙΠΛΩΜΑΤΙΚΗ ΕΠΙΣΗΜΗ ΚΑΝΟΝΙΚΗ

REPÚBLICA DE ANGOLA EMBAIXADA DA REPÚBLICA DE ANGOLA NA GRÉCIA DIPLOMÁTICO OFICIAL ORDINÁRIO ΙΠΛΩΜΑΤΙΚΗ ΕΠΙΣΗΜΗ ΚΑΝΟΝΙΚΗ REPÚBLICA DE ANGOLA EMBAIXADA DA REPÚBLICA DE ANGOLA NA GRÉCIA PEDIDO DE VISTO ΑΙΤΗΣΗ ΓΙΑ ΒΙΖΑ FOTO ΦΩΤΟΓΡΑΦΙΑ DIPLOMÁTICO OFICIAL ORDINÁRIO ΙΠΛΩΜΑΤΙΚΗ ΕΠΙΣΗΜΗ ΚΑΝΟΝΙΚΗ TRÂNSITO TRABALHO F. RESIDÊNCIA

Διαβάστε περισσότερα

bab.la Φράσεις: Προσωπική Αλληλογραφία Ευχές ελληνικά-πορτογαλικά

bab.la Φράσεις: Προσωπική Αλληλογραφία Ευχές ελληνικά-πορτογαλικά Ευχές : Γάμος Συγχαρητήρια. Σας ευχόμαστε όλη την ευτυχία του κόσμου. Desejando a vocês toda felicidade do mundo. νιόπαντρο ζευγάρι Θερμά συγχαρητήρια για τους δυο σας αυτήν την ημέρα του σας. Parabéns

Διαβάστε περισσότερα

Inscrição Carta de Referência

Inscrição Carta de Referência - Introdução Αγαπητέ κύριε, Αγαπητέ κύριε, Formal, destinatário do sexo masculino, nome desconhecido Αγαπητή κυρία, Αγαπητή κυρία, Formal, destinatário do sexo femino, nome desconhecido Αγαπητέ κύριε/κύρια,

Διαβάστε περισσότερα

Ταξίδι Τρώγοντας έξω. Τρώγοντας έξω - Στην είσοδο. Τρώγοντας έξω - Παραγγελία φαγητού

Ταξίδι Τρώγοντας έξω. Τρώγοντας έξω - Στην είσοδο. Τρώγοντας έξω - Παραγγελία φαγητού - Στην είσοδο Eu gostaria de reservar uma mesa para _[número de pessoas]_ às _[hora]_. Για να κάνετε κράτηση Uma mesa para _[número de pessoas]_, por favor. Για να ζητήσετε τραπέζι Eu gostaria de reservar

Διαβάστε περισσότερα

Ταξίδι Γενικά. Γενικά - Τα απαραίτητα. Γενικά - Συνομιλία. Παράκληση για βοήθεια. Ερώτηση σε πρόσωπο αν μιλά αγγλικά

Ταξίδι Γενικά. Γενικά - Τα απαραίτητα. Γενικά - Συνομιλία. Παράκληση για βοήθεια. Ερώτηση σε πρόσωπο αν μιλά αγγλικά - Τα απαραίτητα Podría ayudarme? Παράκληση για βοήθεια Habla inglés? Ερώτηση σε πρόσωπο αν μιλά αγγλικά Habla_[idioma]_? Ερώτηση σε πρόσωπο αν μιλά ορισμένη γλώσσα No hablo_[idioma]_. Διασαφήνιση ότι δεν

Διαβάστε περισσότερα

Eletromagnetismo. Johny Carvalho Silva Universidade Federal do Rio Grande Instituto de Matemática, Física e Estatística. ...:: Solução ::...

Eletromagnetismo. Johny Carvalho Silva Universidade Federal do Rio Grande Instituto de Matemática, Física e Estatística. ...:: Solução ::... Eletromagnetismo Johny Carvalho Silva Universidade Federal do Rio Grande Instituto de Matemática, Física e Estatística Lista -.1 - Mostrar que a seguinte medida é invariante d 3 p p 0 onde: p 0 p + m (1)

Διαβάστε περισσότερα

Αιτήσεις Συνοδευτική Επιστολή

Αιτήσεις Συνοδευτική Επιστολή - Εισαγωγή Αξιότιμε κύριε, Επίσημη επιστολή, αρσενικός αποδέκτης, όνομα άγνωστο Αξιότιμη κυρία, Επίσημη επιστολή, θηλυκός αποδέκτης, όνομα άγνωστο Αξιότιμε κύριε/ κυρία, Prezado Senhor, Caro Senhor, Prezada

Διαβάστε περισσότερα

Ταξίδι Γενικά. Γενικά - Τα απαραίτητα. Γενικά - Συνομιλία. Παράκληση για βοήθεια. Ερώτηση σε πρόσωπο αν μιλά αγγλικά

Ταξίδι Γενικά. Γενικά - Τα απαραίτητα. Γενικά - Συνομιλία. Παράκληση για βοήθεια. Ερώτηση σε πρόσωπο αν μιλά αγγλικά - Τα απαραίτητα Você pode me ajudar, por favor? Παράκληση για βοήθεια Você fala inglês? Ερώτηση σε πρόσωπο αν μιλά Você fala _[idioma]_? Ερώτηση σε πρόσωπο αν μιλά ορισμένη γλώσσα Eu não falo_[idioma]_.

Διαβάστε περισσότερα

Business Opening. Very formal, recipient has a special title that must be used in place of their name

Business Opening. Very formal, recipient has a special title that must be used in place of their name - Opening Portuguese Greek Excelentíssimo Sr. Presidente, Αξιότιμε κύριε Πρόεδρε, Very formal, recipient has a special title that must be used in place of their name Prezado Senhor, Caro Senhor, Formal,

Διαβάστε περισσότερα

Συνέλευση Κανονικών Ορθοδόξων Επισκόπων Λατινικής Αμερικής. Γενική Γραμματεία ΔΕΛΤΙΟ ΤΥΠΟΥ

Συνέλευση Κανονικών Ορθοδόξων Επισκόπων Λατινικής Αμερικής. Γενική Γραμματεία ΔΕΛΤΙΟ ΤΥΠΟΥ Συνέλευση Κανονικών Ορθοδόξων Επισκόπων Λατινικής Αμερικής Γενική Γραμματεία ΔΕΛΤΙΟ ΤΥΠΟΥ «Πορευθέντες μαθητεύσατε πάντα τὰ ἔθνη» Μτ 28, 19 Συνήλθεν άπó τής 20ης έως 23ης Ιανουαρίου άρξαμένου έτους, είς

Διαβάστε περισσότερα

Ταξίδι Γενικά. Γενικά - Τα απαραίτητα. Γενικά - Συνομιλία. Παράκληση για βοήθεια. Ερώτηση σε πρόσωπο αν μιλά αγγλικά

Ταξίδι Γενικά. Γενικά - Τα απαραίτητα. Γενικά - Συνομιλία. Παράκληση για βοήθεια. Ερώτηση σε πρόσωπο αν μιλά αγγλικά - Τα απαραίτητα Kan du vara snäll och hjälpa mig? Παράκληση για βοήθεια Talar du engelska? Ερώτηση σε πρόσωπο αν μιλά αγγλικά Talar du _[språk]_? Ερώτηση σε πρόσωπο αν μιλά ορισμένη γλώσσα Jag talar inte

Διαβάστε περισσότερα

Εμπορική αλληλογραφία Επιστολή

Εμπορική αλληλογραφία Επιστολή - Διεύθυνση Mr. J. Rhodes Rhodes & Rhodes Corp. 212 Silverback Drive California Springs CA 92926 Mr. J. Rhodes Rhodes & Rhodes Corp. 212 Silverback Drive California Springs CA 92926 Αμερικανική γραφή διεύθυνσης:

Διαβάστε περισσότερα

Ταξίδι Γενικά. Γενικά - Τα απαραίτητα. Γενικά - Συνομιλία. Παράκληση για βοήθεια. Ερώτηση σε πρόσωπο αν μιλά αγγλικά

Ταξίδι Γενικά. Γενικά - Τα απαραίτητα. Γενικά - Συνομιλία. Παράκληση για βοήθεια. Ερώτηση σε πρόσωπο αν μιλά αγγλικά - Τα απαραίτητα Você pode me ajudar, por favor? Παράκληση για βοήθεια Você fala inglês? Ερώτηση σε πρόσωπο αν μιλά αγγλικά Você fala _[idioma]_? Ερώτηση σε πρόσωπο αν μιλά ορισμένη γλώσσα Eu não falo_[idioma]_.

Διαβάστε περισσότερα

Método de Diferenças Finitas Aplicado à Precicação de Opções EDÍLIO ROCHA QUINTINO Dissertação de Mestrado submetida ao Programa de Pós-Graduação em Computação da Universidade Federal Fluminense como requisito

Διαβάστε περισσότερα

At IP Barão de Geraldo

At IP Barão de Geraldo Prédio Povo At 6.8 8.3 IP Barão de Geraldo Ajuda na leitura: A cada parada, duas próximas palavras Igreja Igreja 1 E Saulo consentia na sua morte. Naquele dia, levantou-se grande perseguição contra a igreja

Διαβάστε περισσότερα

Αξιότιμε κύριε Πρόεδρε, Muito formal, o destinatário tem um título especial que deve ser usado no lugar do seu primeiro nome

Αξιότιμε κύριε Πρόεδρε, Muito formal, o destinatário tem um título especial que deve ser usado no lugar do seu primeiro nome - Introdução Inglês Grego Dear Mr. President, Αξιότιμε κύριε Πρόεδρε, Muito formal, o destinatário tem um título especial que deve ser usado no lugar do seu primeiro nome Dear Sir, Αγαπητέ κύριε, Formal,

Διαβάστε περισσότερα

VERBOS II: A idéia de tempo, em grego, refere-se à qualidade da ação e não propriamente ao tempo,

VERBOS II: A idéia de tempo, em grego, refere-se à qualidade da ação e não propriamente ao tempo, 43 VERBOS II: A idéia de tempo, em grego, refere-se à qualidade da ação e não propriamente ao tempo, como em português. No presente, por exemplo, temos uma ação durativa ou linear. É uma ação em progresso,

Διαβάστε περισσότερα

Personal Letter. Letter - Address. Κυρ. Ιωάννου Οδ. Δωριέων 34 Τ.Κ 8068, Λάρνακα

Personal Letter. Letter - Address. Κυρ. Ιωάννου Οδ. Δωριέων 34 Τ.Κ 8068, Λάρνακα - Address Sr. Vítor Silva Av. Alagoas 546 Bairro Alegria Vitória da Conquista BA 45025-440 Standard English Address format: name of recipient street number + street name name of town + region/state + zip/postal

Διαβάστε περισσότερα

Προσωπική Αλληλογραφία Επιστολή

Προσωπική Αλληλογραφία Επιστολή - Διεύθυνση Mr. N. Summerbee 335 Main Street Novjorko NY 92926 Ελληνική γραφή διεύθυνσης: Όνομα Παραλήπτη Όνομα και νούμερο οδού Ταχυδρομικός κώδικας, Πόλη. Sr. Vítor Silva Av. Alagoas 546 Bairro Alegria

Διαβάστε περισσότερα

Opalas de Pedro II: o APL como remediação da grande mina

Opalas de Pedro II: o APL como remediação da grande mina BrunoMilanez 1 JoséAntonioPuppimdeOliveira 2 1. Introdução 2. OmunicípiodePedroIIeseuentorno 1 2 United Nations University Institute of Advanced Studies 3 percapita percapita percapita per capita percapita

Διαβάστε περισσότερα

Previsão Orçamentária 2011 Total 2010 % Realizado Jan/2011 Fev/2011 Mar/2011 Abr/2011 Mai/2011 Jun/2011 Jul/2011 Ago/2011 Set/2011 Out/2011 Nov/2011 Dez/2011 Média Realizado Despesas Mensais (Operacionais)

Διαβάστε περισσότερα

Comece aqui. Ξεκινήστε εδώ Guia de início rápido. Blu-ray Disc /DVD Home Theatre System. Οδηγός γρήγορης έναρξης BDV-N9200WL BDV-N7200WL BDV-N7200WL

Comece aqui. Ξεκινήστε εδώ Guia de início rápido. Blu-ray Disc /DVD Home Theatre System. Οδηγός γρήγορης έναρξης BDV-N9200WL BDV-N7200WL BDV-N7200WL Blu-ray Disc /DVD Home Theatre System BDV-N9200WL BDV-N7200WL PT Comece aqui Ξεκινήστε εδώ Guia de início rápido Οδηγός γρήγορης έναρξης BDV-N7200WL BDV-N9200WL 1 PT Conteúdo da embalagem/configurar os

Διαβάστε περισσότερα

Ξεκινήστε εδώ Οδηγός γρήγορης έναρξης

Ξεκινήστε εδώ Οδηγός γρήγορης έναρξης Blu-ray Disc /DVD Home Theatre System BDV-EF1100 Comece aqui Guia de início rápido Ξεκινήστε εδώ Οδηγός γρήγορης έναρξης BDV-EF1100 1 Conteúdo da embalagem/configurar os altifalantes Περιεχόμενα συσκευασίας/ρύθμιση

Διαβάστε περισσότερα

CADERNO DE CAPOEIRA. Αφιερωμένο στον Κώστα Μουργελάκη

CADERNO DE CAPOEIRA. Αφιερωμένο στον Κώστα Μουργελάκη CADERNO DE CAPOEIRA Αφιερωμένο στον Κώστα Μουργελάκη Caderno de Capoeira Dimitris Papadopoulos, 2008 Copyrighted Δημιουργία, σχεδιασμός και επιμέλεια βιβλίου: Δημήτρης Παπαδόπουλος(Estagiario Pernalonga)

Διαβάστε περισσότερα

Życie za granicą Studia

Życie za granicą Studia - Uczelnia Gostaria de me matricular em uma universidade. Wyrażenie chęci zapisania się na uczelnię Gostaria de me inscrever no curso de. graduação pós-graduação PhD tempo integral meio período online

Διαβάστε περισσότερα

Batista Pioneira Bíblia,

Batista Pioneira Bíblia, Este artigo é parte integrante da Revista Batista Pioneira Bíblia, Teologia e prática online - ISSN 2316-686X impresso: ISSN 2316-462X http://revista.batistapioneira.edu.br/ A AUTENTICIDADE DO TEXTO DO

Διαβάστε περισσότερα

Panel lateral/de esquina de la Synergy. Synergy πλαϊνή σταθερή πλευρά τετράγωνης καμπίνας. Rohová/boční zástěna Synergy

Panel lateral/de esquina de la Synergy. Synergy πλαϊνή σταθερή πλευρά τετράγωνης καμπίνας. Rohová/boční zástěna Synergy Instrucciones de instalación Suministrar al usuario ADVERTENCIA! Este producto pesa más de 19 kg, puede necesitarse ayuda para levantarlo Lea con atención las instrucciones antes de empezar la instalación.

Διαβάστε περισσότερα

Puerta corredera de la Synergy Synergy Συρόμενη πόρτα Posuvné dveře Synergy Porta de correr da Synergy

Puerta corredera de la Synergy Synergy Συρόμενη πόρτα Posuvné dveře Synergy Porta de correr da Synergy Instrucciones de instalación Suministrar al usuario ADVERTENCIA! Este producto pesa más de 19 kg, puede necesitarse ayuda para levantarlo Lea con atención las instrucciones antes de empezar la instalación.

Διαβάστε περισσότερα

Imigração Estudar. Estudar - Universidade. Dizer que você quer se matricular. Dizer que você gostaria de se inscrever em um curso

Imigração Estudar. Estudar - Universidade. Dizer que você quer se matricular. Dizer que você gostaria de se inscrever em um curso - Universidade Θα ήθελα να εγγραφώ σε πανεπιστήμιο. Dizer que você quer se matricular Θα ήθελα να γραφτώ για. Dizer que você gostaria de se inscrever em um curso ένα προπτυχιακό ένα μεταπτυχιακό ένα διδακτορικό

Διαβάστε περισσότερα

Imigração Acomodação. Acomodação - Aluguel. Θα ήθελα να ενοικιάσω ένα. Dizer que você gostaria de alugar algo. Tipo de acomodação. Tipo de acomodação

Imigração Acomodação. Acomodação - Aluguel. Θα ήθελα να ενοικιάσω ένα. Dizer que você gostaria de alugar algo. Tipo de acomodação. Tipo de acomodação - Aluguel Grego Θα ήθελα να ενοικιάσω ένα. Dizer que você gostaria de alugar algo δωμάτιο διαμέρισμα γκαρσονιέρα / στούντιο διαμέρισμα μονοκατοικία ημι-ανεξάρτητο σπίτι σπίτι σε σειρά κατοικιών Πόσο είναι

Διαβάστε περισσότερα

Tradução: Sexto Empírico, Contra os gramáticos 176-218 Rodrigo Pinto de Brito (UFS) 1 Rafael Hughenin (IFRJ)

Tradução: Sexto Empírico, Contra os gramáticos 176-218 Rodrigo Pinto de Brito (UFS) 1 Rafael Hughenin (IFRJ) Tradução: Sexto Empírico, Contra os gramáticos 176-218 Rodrigo Pinto de Brito (UFS) 1 Rafael Hughenin (IFRJ) RESUMO: Tradução de Sexto Empírico (c. II- III d.c.), Contra os gramáticos (Adv. Gram. 176-218

Διαβάστε περισσότερα

Έργα* στη Βραζιλία που χρηματοδοτούνται από Διεθνείς Χρηματοδοτικούς και Αναπτυξιακούς Οργανισμούς

Έργα* στη Βραζιλία που χρηματοδοτούνται από Διεθνείς Χρηματοδοτικούς και Αναπτυξιακούς Οργανισμούς Έργα* στη Βραζιλία που χρηματοδοτούνται από Διεθνείς Χρηματοδοτικούς και Αναπτυξιακούς Οργανισμούς Πηγή χρηματοδότησης Αριθμός έργων Δάνειο (δολάρια ΗΠΑ) Inter-American Development Bank Παναμερικανική

Διαβάστε περισσότερα

Τ ο οριστ ικό άρθρο ΕΝΙΚΟΣ Ονομαστική Γενική Αιτιατική Κλ ητική Αρσενικός ο του το(ν) Θηλ υκός η της τη(ν) Ουδέτερο το του το ΠΛΗΘΥ ΝΤΙΚΟΣ

Τ ο οριστ ικό άρθρο ΕΝΙΚΟΣ Ονομαστική Γενική Αιτιατική Κλ ητική Αρσενικός ο του το(ν) Θηλ υκός η της τη(ν) Ουδέτερο το του το ΠΛΗΘΥ ΝΤΙΚΟΣ Apresentação Άρθρο και Ουσιαστικά Nic o las Pe lic ioni de OLI V EI RA 1 Modelo de declinação de artigos e substantivos (άρθρο και ουσιαστικά, em grego) apresentado pela universidade Thessaloniki. Só é

Διαβάστε περισσότερα

Inmigración Estudiar. Estudiar - Universidad. Indicar que quieres matricularte. Indicar que quieres matricularte en una asignatura.

Inmigración Estudiar. Estudiar - Universidad. Indicar que quieres matricularte. Indicar que quieres matricularte en una asignatura. - Universidad Me gustaría matricularme en la universidad. Indicar que quieres matricularte Me quiero matricular. Indicar que quieres matricularte en una asignatura en un grado en un posgrado en un doctorado

Διαβάστε περισσότερα

Nro. 01 Septiembre de 2011

Nro. 01 Septiembre de 2011 SOL Cultura La Tolita, de 400 ac. a 600 dc. En su representación se sintetiza toda la mitología ancestral del Ecuador. Trabajado en oro laminado y repujado. Museo Nacional Banco Central del Ecuador Dirección

Διαβάστε περισσότερα

Ονομαστική Γενική Αιτιατική Κλητική Αρσ. γλ υκοί γλ υκών γλ υκούς γλ υκοί Θηλ. γλ υκές γλ υκών γλ υκές γλ υκές Ουδ. γλ υκά γλ υκών γλ υκά γλ υκά

Ονομαστική Γενική Αιτιατική Κλητική Αρσ. γλ υκοί γλ υκών γλ υκούς γλ υκοί Θηλ. γλ υκές γλ υκών γλ υκές γλ υκές Ουδ. γλ υκά γλ υκών γλ υκά γλ υκά Επίθετα και Μετοχές Nic o las Pe lic ioni de OLI V EI RA 1 Apresentação Modelo de declinação de adjetivos e particípios (επίθετα και μετοχές, em grego) apresentado pela universidade Thessaloniki. Só é

Διαβάστε περισσότερα

DECLARATION OF PERFORMANCE No CPD-0522 REV 1.02

DECLARATION OF PERFORMANCE No CPD-0522 REV 1.02 DECLARATION OF PERFORMANCE No. According to Construction Products Regulation EU No. 305/2011 This declaration is available in the following languages: English Declaration of Performance Page 2-3 Greek

Διαβάστε περισσότερα

Key figures Numeros chave Βασικά στοιχεία

Key figures Numeros chave Βασικά στοιχεία Key figures Numeros chave Βασικά στοιχεία 256 million turnover estimated for 2013 milhões de de faturação estimada em 2013 εκατομμύρια ευρώ πρόβλεψη πωλήσεων για το έτος 2013 22 million pieces sold per

Διαβάστε περισσότερα

KIT DE DRENAJE DE CONDENSADOS

KIT DE DRENAJE DE CONDENSADOS KIT DE DRENAJE DE CONDENSADOS Estas instrucciones forman parte integrante del manual que acompaña el aparato en el cual está instalado este Kit. Este manual se refiere a ADVERTENCIAS GENERALES y REGLAS

Διαβάστε περισσότερα

1.ª DECLINAÇÃO. Somente nomes femininos e masculinos, não há neutros. Os nomes femininos têm o

1.ª DECLINAÇÃO. Somente nomes femininos e masculinos, não há neutros. Os nomes femininos têm o 52 1.ª DECLINAÇÃO Somente nomes femininos e masculinos, não há neutros. Os nomes femininos têm o nominativo singular terminado em α (que pode ser puro ou impuro) ou η; já os masculinos os têm terminados

Διαβάστε περισσότερα

Pessoal Cumprimentos. Cumprimentos - Casamento. Cumprimentos - Noivado

Pessoal Cumprimentos. Cumprimentos - Casamento. Cumprimentos - Noivado - Casamento Συγχαρητήρια. Σας ευχόμαστε όλη την ευτυχία του κόσμου. Frase usada para felicitar um casal recém-casado Θερμά συγχαρητήρια για τους δυο σας αυτήν την ημέρα του γάμου σας. Frase usada para

Διαβάστε περισσότερα

KEY FIGURES/ NUMERO CHAVE/ ΣΤΑΤΙΣΤΙΚΑ ΣΤΟΙΧΕΙΑ

KEY FIGURES/ NUMERO CHAVE/ ΣΤΑΤΙΣΤΙΚΑ ΣΤΟΙΧΕΙΑ 2012 KEY FIGURES/ NUMERO CHAVE/ ΣΤΑΤΙΣΤΙΚΑ ΣΤΟΙΧΕΙΑ 240 MILLION TURNOVER IN 2011 21 MILLION PIECES SOLD 11 BRANCHES 7.500 SELLING POINTS IN THE WORLD COMMERCIAL REPRESENTATION IN MORE THAN 50 COUNTRIES

Διαβάστε περισσότερα

Key figures Numeros chave Βασικά στοιχεία 325 28 12 MILLION TURNOVER FORECAST FOR 2016 MILLION PIECES SOLD PER YEAR BRANCHES MILHÕES DE DE FATURAÇÃO PREVISTO EM 2016 MILHÕES DE PEÇAS VENDIDAS FILIAIS ΕΚΑΤΟΜΜΥΡΙΑ

Διαβάστε περισσότερα

MARCELO RENATO DE CERQUEIRA PAES JÚNIOR ALOCAÇÃO OTIMIZADA DE CENTRAIS SOLARES FOTOVOLTAICAS NO SISTEMA DE DISTRIBUIÇÃO DO OESTE DO ESTADO DA PARAÍBA

MARCELO RENATO DE CERQUEIRA PAES JÚNIOR ALOCAÇÃO OTIMIZADA DE CENTRAIS SOLARES FOTOVOLTAICAS NO SISTEMA DE DISTRIBUIÇÃO DO OESTE DO ESTADO DA PARAÍBA MARCELO RENATO DE CERQUEIRA PAES JÚNIOR ALOCAÇÃO OTIMIZADA DE CENTRAIS SOLARES FOTOVOLTAICAS NO SISTEMA DE DISTRIBUIÇÃO DO OESTE DO ESTADO DA PARAÍBA Dissertação apresentada ao Programa de Pós- Graduação

Διαβάστε περισσότερα

Personal Buenos deseos

Personal Buenos deseos - Matrimonio Desejando a vocês toda felicidade do mundo. Se usa al felicitar a una pareja de recién casados Parabéns e votos calorosos aos dois no dia do seu casamento. Se usa al felicitar a una pareja

Διαβάστε περισσότερα

Personal Buenos deseos

Personal Buenos deseos - Matrimonio Συγχαρητήρια. Σας ευχόμαστε όλη την ευτυχία του κόσμου. Se usa al felicitar a una pareja de recién casados Θερμά συγχαρητήρια για τους δυο σας αυτήν την ημέρα του γάμου σας. Se usa al felicitar

Διαβάστε περισσότερα

Ξεκινήστε εδώ Καλώς ορίσατε στον οδηγό γρήγορης έναρξης

Ξεκινήστε εδώ Καλώς ορίσατε στον οδηγό γρήγορης έναρξης Blu-ray Disc/DVD Home Theatre System Σύστημα οικιακού κινηματογράφου Blu-ray Disc/DVD BDV-L800 BDV-L800M Comece aqui Bem-vindo, este é o seu guia de início rápido Ξεκινήστε εδώ Καλώς ορίσατε στον οδηγό

Διαβάστε περισσότερα

AMORTIGUADORES DE VIBRACIÓN

AMORTIGUADORES DE VIBRACIÓN AMORTIGUADORES DE VIBRACIÓN Estas instrucciones forman parte integrante del manual que acompaña el aparato en el cual se va a instalar este accesorio. Este manual se refiere a ADVERTENCIAS GENERALES y

Διαβάστε περισσότερα

BEDIENUNGSANWEISUNG KD9875.0. mit Montageanweisungen

BEDIENUNGSANWEISUNG KD9875.0. mit Montageanweisungen BEDIENUNGSANWEISUNG mit Montageanweisungen GB F NL I E P GR Instructions for use and installation instructions Instructions d'utilisation et avis de montage Gebruiksaanwijzing en montagehandleiding Istruzioni

Διαβάστε περισσότερα

Instruções de funcionamento Οδηγίες χρήσης. Integrated Stereo Amplifier TA-A1ES

Instruções de funcionamento Οδηγίες χρήσης. Integrated Stereo Amplifier TA-A1ES Instruções de funcionamento Οδηγίες χρήσης Integrated Stereo Amplifier TA-A1ES AVISO Não instale o aparelho num espaço fechado, como numa estante ou num armário. Para reduzir o risco de incêndio, não tape

Διαβάστε περισσότερα

MANUAL DO UTILIZADOR E GUIA DE ASSISTÊNCIA PARA A MÁQUINA DE LAVAR ROUPA COM CARREGAMENTO SUPERIOR, ALTA EFICÁCIA E CONSUMO DE ÁGUA REDUZIDO

MANUAL DO UTILIZADOR E GUIA DE ASSISTÊNCIA PARA A MÁQUINA DE LAVAR ROUPA COM CARREGAMENTO SUPERIOR, ALTA EFICÁCIA E CONSUMO DE ÁGUA REDUZIDO MANUAL DO UTILIZADOR E GUIA DE ASSISTÊNCIA PARA A MÁQUINA DE LAVAR ROUPA COM CARREGAMENTO SUPERIOR, ALTA EFICÁCIA E CONSUMO DE ÁGUA REDUZIDO ΟΔΗΓΟΣ ΦΡΟΝΤΙΔΑΣ ΠΛΥΝΤΗΡΙΟΥ ΠΟΥ ΑΝΟΙΓΕΙ ΑΠΟ ΠΑΝΩ, ΚΑΙ ΛΕΙΤΟΥΡΓΕΙ

Διαβάστε περισσότερα

RENLIG PT ES GR NL FWM7

RENLIG PT ES GR NL FWM7 RENLIG PT ES GR NL FWM7 PORTUGUÊS 4 ESPAÑOL 31 ΕΛΛΗΝΙΚΑ 58 NEDERLANDS 88 PORTUGUÊS 4 Índice Informações de segurança 4 Descrição do produto 7 Painel de controlo 8 Primeira utilização 11 Personalização

Διαβάστε περισσότερα

A82300HNWO EL ΟΡΙΖΌΝΤΙΟΣ ΚΑΤΑΨΎΚΤΗΣ ΟΔΗΓΊΕΣ ΧΡΉΣΗΣ 2 PT ARCA CONGELADORA MANUAL DE INSTRUÇÕES 20 ES ARCÓN CONGELADOR MANUAL DE INSTRUCCIONES 38

A82300HNWO EL ΟΡΙΖΌΝΤΙΟΣ ΚΑΤΑΨΎΚΤΗΣ ΟΔΗΓΊΕΣ ΧΡΉΣΗΣ 2 PT ARCA CONGELADORA MANUAL DE INSTRUÇÕES 20 ES ARCÓN CONGELADOR MANUAL DE INSTRUCCIONES 38 A82300HNWO EL ΟΡΙΖΌΝΤΙΟΣ ΚΑΤΑΨΎΚΤΗΣ ΟΔΗΓΊΕΣ ΧΡΉΣΗΣ 2 PT ARCA CONGELADORA MANUAL DE INSTRUÇÕES 20 ES ARCÓN CONGELADOR MANUAL DE INSTRUCCIONES 38 2 ΓΙΑ ΑΡΙΣΤΑ ΑΠΟΤΕΛΕΣΜΑΤΑ Σας ευχαριστούμε που επιλέξατε

Διαβάστε περισσότερα

BEDIENUNGSANWEISUNG KD mit Montageanweisungen

BEDIENUNGSANWEISUNG KD mit Montageanweisungen BEDIENUNGSANWEISUNG mit Montageanweisungen GB F NL I E P GR Instructions for use and installation instructions Instructions d'utilisation et avis de montage Gebruiksaanwijzing en montagehandleiding Istruzioni

Διαβάστε περισσότερα

APRESENTAÇÃO E TRADUÇÃO DO PROÊMIO DO COMENTÁRIO DE SIMPLÍCIO AO ENCHEIRÍDION DE EPICTETO:

APRESENTAÇÃO E TRADUÇÃO DO PROÊMIO DO COMENTÁRIO DE SIMPLÍCIO AO ENCHEIRÍDION DE EPICTETO: APRESENTAÇÃO E TRADUÇÃO DO PROÊMIO DO COMENTÁRIO DE SIMPLÍCIO AO ENCHEIRÍDION DE EPICTETO: Aldo Dinucci Doutor em Filosofia pela PUC-RJ Mestrado em Filosofia da UFS RESUMO: Simplício não é um intelectual

Διαβάστε περισσότερα

Una visión alberiana del tema. Abstract *** El marco teórico. democracia, república y emprendedores; alberdiano

Una visión alberiana del tema. Abstract *** El marco teórico. democracia, república y emprendedores; alberdiano Abstract Una visión alberiana del tema - democracia, república y emprendedores; - - alberdiano El marco teórico *** - 26 LIBERTAS SEGUNDA ÉPOCA - - - - - - - - revolución industrial EMPRENDEDORES, REPÚBLICA

Διαβάστε περισσότερα

Onde posso encontrar o formulário para? Wo kann ich das Formular für finden? Για να ρωτήσετε που μπορείτε να βρείτε μια φόρμα

Onde posso encontrar o formulário para? Wo kann ich das Formular für finden? Για να ρωτήσετε που μπορείτε να βρείτε μια φόρμα - Γενικά Onde posso encontrar o formulário para? Wo kann ich das Formular für finden? Για να ρωτήσετε που μπορείτε να βρείτε μια φόρμα Quando foi emitido seu/sua [documento]? Για να ρωτήσετε πότε έχει

Διαβάστε περισσότερα

Ταξίδι Υγεία. Υγεία - Έκτακτο περιστατικό. Υγεία - Στο γιατρό. Παράκληση για μεταφορά στο νοσοκομείο. Παράκληση για άμεση γιατρική φροντίδα

Ταξίδι Υγεία. Υγεία - Έκτακτο περιστατικό. Υγεία - Στο γιατρό. Παράκληση για μεταφορά στο νοσοκομείο. Παράκληση για άμεση γιατρική φροντίδα - Έκτακτο περιστατικό Eu preciso ir ao hospital. Παράκληση για μεταφορά στο νοσοκομείο Me sinto doente. I need to go to the hospital. I feel sick. Eu preciso ir ao médico imediatamente! Παράκληση για άμεση

Διαβάστε περισσότερα

a a

a a Universidade Federal de Uberlândia - UFU Faculdade de Computação - FACOM Programa de Pós-graduação em Ciência da Computação Caracterização de Imagens utilizando Redes Neurais Articiais Autor: Eduardo Ferreira

Διαβάστε περισσότερα

MANUAL DO UTILIZADOR E GUIA DE ASSISTÊNCIA PARA A MÁQUINA DE LAVAR ROUPA COM CARREGAMENTO SUPERIOR, ALTA EFICÁCIA E CONSUMO DE ÁGUA REDUZIDO

MANUAL DO UTILIZADOR E GUIA DE ASSISTÊNCIA PARA A MÁQUINA DE LAVAR ROUPA COM CARREGAMENTO SUPERIOR, ALTA EFICÁCIA E CONSUMO DE ÁGUA REDUZIDO MANUAL DO UTILIZADOR E GUIA DE ASSISTÊNCIA PARA A MÁQUINA DE LAVAR ROUPA COM CARREGAMENTO SUPERIOR, ALTA EFICÁCIA E CONSUMO DE ÁGUA REDUZIDO ΟΔΗΓΟΣ ΦΡΟΝΤΙΔΑΣ ΠΛΥΝΤΗΡΙΟΥ ΠΟΥ ΑΝΟΙΓΕΙ ΑΠΟ ΠΑΝΩ, ΚΑΙ ΛΕΙΤΟΥΡΓΕΙ

Διαβάστε περισσότερα

Uso e Manutenção GUARDAR COM CUIDADO. Χρήση & Συντήρηση ΝΑ ΔΙΑΤΗΡΗΘΕΙ ΜΕ ΠΡΟΣΟΧΗ. Gebruik & Onderhoud ZORGVULDIG BEWAREN

Uso e Manutenção GUARDAR COM CUIDADO. Χρήση & Συντήρηση ΝΑ ΔΙΑΤΗΡΗΘΕΙ ΜΕ ΠΡΟΣΟΧΗ. Gebruik & Onderhoud ZORGVULDIG BEWAREN Uso e Manutenção GUARDAR COM CUIDADO Χρήση & Συντήρηση ΝΑ ΔΙΑΤΗΡΗΘΕΙ ΜΕ ΠΡΟΣΟΧΗ Gebruik & Onderhoud ZORGVULDIG BEWAREN Upotreba i održavanje PAŽLJIVO ČUVATI Użytkowanie & Konserwacja STARANNIE ZACHOWAĆ

Διαβάστε περισσότερα

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA INSTITUTO DE LETRAS DEPARTAMENTO DE TEORIA LITERÁRIA E LITERATURAS LICENCIATURA EM LETRAS PORTUGUÊS MONOGRAFIA EM LITERATURA

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA INSTITUTO DE LETRAS DEPARTAMENTO DE TEORIA LITERÁRIA E LITERATURAS LICENCIATURA EM LETRAS PORTUGUÊS MONOGRAFIA EM LITERATURA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA INSTITUTO DE LETRAS DEPARTAMENTO DE TEORIA LITERÁRIA E LITERATURAS LICENCIATURA EM LETRAS PORTUGUÊS MONOGRAFIA EM LITERATURA EMANUELLE ALVES MELO ALGUMAS REFLEXÕES SOBRE A TRADUÇÃO

Διαβάστε περισσότερα

TKHS 315 M. Manual de serviços original... 3 Πρωτότυπο οδηγιών λειτουργίας... 22 Original brugsvejledning... 42. www.metabo.com. 0017_31_3v5IVZ.

TKHS 315 M. Manual de serviços original... 3 Πρωτότυπο οδηγιών λειτουργίας... 22 Original brugsvejledning... 42. www.metabo.com. 0017_31_3v5IVZ. 0017_31_3v5IVZ.fm TKHS 315 M 115 169 4353 / 1215-3.1 Manual de serviços original...................................... 3 Πρωτότυπο οδηγιών λειτουργίας.................................. 22 Original brugsvejledning........................................

Διαβάστε περισσότερα

APRESENTAÇÃO E TRADUÇÃO DO ELOGIO DE HELENA DE GÓRGIAS DE LEONTINOS 1

APRESENTAÇÃO E TRADUÇÃO DO ELOGIO DE HELENA DE GÓRGIAS DE LEONTINOS 1 RIO DE JANEIRO, V.16, N.2, P.201-212, 2009 ETHICA APRESENTAÇÃO E TRADUÇÃO DO ELOGIO DE HELENA DE GÓRGIAS DE LEONTINOS 1 ALDO DINUCCI * RESUMO Apresento neste trabalho minha tradução a partir do grego clássico

Διαβάστε περισσότερα

Portable CD/DVD Player

Portable CD/DVD Player 4-411-681-11(1) (PT-EL-TR) Portable CD/DVD Player DVP-FX780 Portable CD/DVD Player Instruções de funcionamento Οδηγίες χρήσης Kullanım Talimatları PT EL TR DVP-FX780 2012 Sony Corporation AVISO Para reduzir

Διαβάστε περισσότερα

La experiencia de la Mesa contra el Racismo

La experiencia de la Mesa contra el Racismo La experiencia de la Mesa contra el Racismo Informe Di icultad para identi icarse como discriminado Subsistencia de mecanismos individuales para enfrentar el racismo Las propuestas de las organizaciones

Διαβάστε περισσότερα

SAGEM PHOTO EASY 155. Manual de Instruções A. Liasse AZUR_Portugais.book Page 1 Lundi, 20. décembre :59 12

SAGEM PHOTO EASY 155. Manual de Instruções A. Liasse AZUR_Portugais.book Page 1 Lundi, 20. décembre :59 12 Liasse AZUR_Portugais.book Page 1 Lundi, 20. décembre 2004 12:59 12 SAGEM PHOTO EASY 155 Manual de Instruções 251847615A S Date en cours : 20 décembre 2004 C:\Documents and Settings\G092899\Bureau\AZUR

Διαβάστε περισσότερα

CARELINK EXPRESS TM MONITOR ΣΥΣΚΕΥΗ ΠΑΡΑΚΟΛΟΥΘΗΣΗΣ. MONITOR CARELINK EXPRESS TM Model 2020B/2020C / Μοντέλο 2020B/2020C / Modelo 2020B/2020C

CARELINK EXPRESS TM MONITOR ΣΥΣΚΕΥΗ ΠΑΡΑΚΟΛΟΥΘΗΣΗΣ. MONITOR CARELINK EXPRESS TM Model 2020B/2020C / Μοντέλο 2020B/2020C / Modelo 2020B/2020C CARELINK EXPRESS TM MONITOR ΣΥΣΚΕΥΗ ΠΑΡΑΚΟΛΟΥΘΗΣΗΣ CARELINK EXPRESS TM MONITOR CARELINK EXPRESS TM Model 2020B/2020C / Μοντέλο 2020B/2020C / Modelo 2020B/2020C Electromagnetic Compatibility Declaration

Διαβάστε περισσότερα

Personligt Brev. Brev - Adress. Κυρ. Ιωάννου Οδ. Δωριέων 34 Τ.Κ 8068, Λάρνακα

Personligt Brev. Brev - Adress. Κυρ. Ιωάννου Οδ. Δωριέων 34 Τ.Κ 8068, Λάρνακα - Adress Κυρ. Ιωάννου Οδ. Δωριέων 34 Τ.Κ 8068, Λάρνακα Sr. Vítor Silva Av. Alagoas 546 Bairro Alegria Vitória da Conquista BA 45025-440 Standard engelskt adressformat:, företagets namn, gatunummer + gatunamn,

Διαβάστε περισσότερα

DVD Home Theatre System

DVD Home Theatre System 0:GR(f6)01cov-cel.fm] DAV-DZ530.book Page 1 Tuesday, March 27, 2007 3:28 PM 2-895-972-11(1) DVD Home Theatre System Manual de Instruções Οδηγίς χρήσης PT GR DAV-DZ530/DZ630 2007 Sony Corporation T)\2895972111\2895972111DAVDZ530-630\PT\PT02reg.fm]

Διαβάστε περισσότερα

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE FILOSOFIA LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE LETRAS CLÁSSICAS E VERNÁCULAS

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE FILOSOFIA LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE LETRAS CLÁSSICAS E VERNÁCULAS UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE FILOSOFIA LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE LETRAS CLÁSSICAS E VERNÁCULAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LETRAS CLÁSSICAS ARTHUR XERXES BURLAMAQUI THEOPHILO

Διαβάστε περισσότερα

Física P.A.U. VIBRACIÓNS E ONDAS 1 VIBRACIÓNS E ONDAS

Física P.A.U. VIBRACIÓNS E ONDAS 1 VIBRACIÓNS E ONDAS Física P.A.U. VIBRACIÓNS E ONDAS 1 VIBRACIÓNS E ONDAS PROBLEMAS M.H.S.. 1. Dun resorte elástico de constante k = 500 N m -1 colga unha masa puntual de 5 kg. Estando o conxunto en equilibrio, desprázase

Διαβάστε περισσότερα

Delfi Delos Unique. Uso e Manutenção GUARDAR COM CUIDADO. Χρήση & Συντήρηση ΝΑ ΔΙΑΤΗΡΗΘΕΙ ΜΕ ΠΡΟΣΟΧΗ. Gebruik & Onderhoud ZORGVULDIG BEWAREN

Delfi Delos Unique. Uso e Manutenção GUARDAR COM CUIDADO. Χρήση & Συντήρηση ΝΑ ΔΙΑΤΗΡΗΘΕΙ ΜΕ ΠΡΟΣΟΧΗ. Gebruik & Onderhoud ZORGVULDIG BEWAREN Delfi Delos Unique Uso e Manutenção GUARDAR COM CUIDADO Χρήση & Συντήρηση ΝΑ ΔΙΑΤΗΡΗΘΕΙ ΜΕ ΠΡΟΣΟΧΗ Gebruik & Onderhoud ZORGVULDIG BEWAREN Upotreba i održavanje PAŽLJIVO ČUVATI Użytkowanie & Konserwacja

Διαβάστε περισσότερα

Muito formal, o destinatário tem um título especial que deve ser usado no lugar do seu primeiro nome

Muito formal, o destinatário tem um título especial que deve ser usado no lugar do seu primeiro nome - Introdução Grego Romeno Αξιότιμε κύριε Πρόεδρε, Stimate Domnule Preşedinte, Muito formal, o destinatário tem um título especial que deve ser usado no lugar do seu primeiro nome Αγαπητέ κύριε, Stimate

Διαβάστε περισσότερα

MANUAL DO UTILIZADOR E DE CUIDADOS PARA O SECADOR DE ROUPA ELECTRÓNICO ΟΔΗΓΟΣ ΧΡΗΣΗΣ ΚΑΙ ΦΡΟΝΤΙΔΑΣ ΗΛΕΚΤΡΟΝΙΚΟΥ ΣΤΕΓΝΩΤΗΡΙΟΥ

MANUAL DO UTILIZADOR E DE CUIDADOS PARA O SECADOR DE ROUPA ELECTRÓNICO ΟΔΗΓΟΣ ΧΡΗΣΗΣ ΚΑΙ ΦΡΟΝΤΙΔΑΣ ΗΛΕΚΤΡΟΝΙΚΟΥ ΣΤΕΓΝΩΤΗΡΙΟΥ MANUAL DO UTILIZADOR E DE CUIDADOS PARA O SECADOR DE ROUPA ELECTRÓNICO ΟΔΗΓΟΣ ΧΡΗΣΗΣ ΚΑΙ ΦΡΟΝΤΙΔΑΣ ΗΛΕΚΤΡΟΝΙΚΟΥ ΣΤΕΓΝΩΤΗΡΙΟΥ ASCIUGATRICE ELETTRONICA MANUALE DI USO E MANUTENZIONE BENUTZUNGS- UND PFLEGEANLEITUNG

Διαβάστε περισσότερα

ATEX P/A/L/O. Manual de Segurança ATEX para bombas centrífugas e de deslocamento positivo. Português 3

ATEX P/A/L/O. Manual de Segurança ATEX para bombas centrífugas e de deslocamento positivo. Português 3 ATEX P/A/L/O Manual de Segurança ATEX para bombas centrífugas e de deslocamento positivo Instruções do usuário: para assegurar o cumprimento da Diretiva Européia 94/9/EC. Instruções originais. Εγχειρίδιο

Διαβάστε περισσότερα

USER MANUAL RDB72721AX

USER MANUAL RDB72721AX RDB72721AX EL Οδηγίες Χρήσης 2 Ψυγειοκαταψύκτης PT Manual de instruções 17 Combinado RO Manual de utilizare 31 Frigider cu congelator ES Manual de instrucciones 45 Frigorífico-congelador USER MANUAL 2

Διαβάστε περισσότερα

Filipenses 2:5-11. Filipenses

Filipenses 2:5-11. Filipenses Filipenses 2:5-11 Filipenses La ciudad de Filipos fue nombrada en honor de Felipe II de Macedonia, padre de Alejandro. Con una pequeña colonia judía aparentemente no tenía una sinagoga. El apóstol fundó

Διαβάστε περισσότερα

Η αγορά ηλεκτρονικών παιχνιδιών της Βραζιλίας

Η αγορά ηλεκτρονικών παιχνιδιών της Βραζιλίας ΓΕΝΙΚΟ ΠΡΟΞΕΝΕΙΟ ΤΗΣ ΕΛΛΑΔΟΣ στον Άγιο Παύλο Βραζιλίας ΓΡΑΦΕΙΟ ΟΙΚΟΝΟΜΙΚΩΝ ΚΑΙ ΕΜΠΟΡΙΚΩΝ ΥΠΟΘΕΣΕΩΝ Η αγορά ηλεκτρονικών παιχνιδιών της Βραζιλίας Οκτώβριος 2014 Συντάκτρια: Γεωργία Βελέντζα Γραμματέας ΟΕΥ

Διαβάστε περισσότερα

IV FESTIVAL LEA. Concurso entre escuelas de aprendizaje del español

IV FESTIVAL LEA. Concurso entre escuelas de aprendizaje del español IV FESTIVAL LEA El IV Festival Iberoamericano Literatura En Atenas, organizado por la revista Cultural Sol Latino, el Instituto Cervantes de Atenas y la Fundación María Tsakos, dura este año dos semanas:

Διαβάστε περισσότερα

Personligt Brev. Brev - Adress. Κυρ. Ιωάννου Οδ. Δωριέων 34 Τ.Κ 8068, Λάρνακα

Personligt Brev. Brev - Adress. Κυρ. Ιωάννου Οδ. Δωριέων 34 Τ.Κ 8068, Λάρνακα - Adress Sr. Vítor Silva Av. Alagoas 546 Bairro Alegria Vitória da Conquista BA 45025-440 Κυρ. Ιωάννου Οδ. Δωριέων 34 Τ.Κ 8068, Λάρνακα Standard engelskt adressformat:, företagets namn, gatunummer + gatunamn,

Διαβάστε περισσότερα

Black and White, an innovation in wooden flooring.

Black and White, an innovation in wooden flooring. a m s t e r d a m v i e n n a l o n d o n p a r i s m o s c o w d u b l i n m i l a n c o p e n h a g e n g e n e v a a t h e n s b a r c e l o n a r e y k j a v i c k i e v GB PT ES IT GR Black and White,

Διαβάστε περισσότερα

LAGAN PT ES NL GR FCF186/44

LAGAN PT ES NL GR FCF186/44 LAGAN PT ES NL GR FCF186/44 PORTUGUÊS 4 ESPAÑOL 19 NEDERLANDS 33 ΕΛΛΗΝΙΚΑ 48 PORTUGUÊS 4 Índice Informações de segurança 4 Funcionamento 7 Primeira utilização 7 Utilização diária 8 Sugestões e conselhos

Διαβάστε περισσότερα

TRIGONOMETRIA. hipotenusa L 2. hipotenusa

TRIGONOMETRIA. hipotenusa L 2. hipotenusa TRIGONOMETRIA. Calcular las razones trigonométricas de 0º, º y 60º. Para calcular las razones trigonométricas de º, nos ayudamos de un triángulo rectángulo isósceles como el de la figura. cateto opuesto

Διαβάστε περισσότερα

AULA 2 SUBSTANTIVOS EM PORTUGUÊS EM GREGO. διὰ πίστεως γὰρ περιπατοῦμεν, οὐ διὰ εἴδους (πρός Κορινθιους Β' 5.7) 1

AULA 2 SUBSTANTIVOS EM PORTUGUÊS EM GREGO. διὰ πίστεως γὰρ περιπατοῦμεν, οὐ διὰ εἴδους (πρός Κορινθιους Β' 5.7) 1 AULA SUBSTANTIVOS διὰ πίστεως γὰρ περιπατοῦμεν, οὐ διὰ εἴδους (πρός Κορινθιους Β' 5.7) EM PORTUGUÊS Substantivos são palavras que designam pessoas e lugares (próprios), coisas e ideias (comuns concretos

Διαβάστε περισσότερα

LEONARDO DANIEL TAVARES UM SIMULADOR DE TRÁFEGO URBANO BASEADO EM AUTÔMATOS CELULARES Belo Horizonte, Minas Gerais Março de 2010 Universidade Federal de Minas Gerais Escola de Engenharia Programa de Pós-Graduação

Διαβάστε περισσότερα

την..., επειδή... Se usa cuando se cree que el punto de vista del otro es válido, pero no se concuerda completamente

την..., επειδή... Se usa cuando se cree que el punto de vista del otro es válido, pero no se concuerda completamente - Concordar En términos generales, coincido con X por Se usa cuando se concuerda con el punto de vista de otro Uno tiende a concordar con X ya Se usa cuando se concuerda con el punto de vista de otro Comprendo

Διαβάστε περισσότερα

PT BEJUBLAD ES GR RAFFINERAD NL

PT BEJUBLAD ES GR RAFFINERAD NL BEJUBLAD RAFFINERAD PT ES GR NL Consulte a última página deste manual para obter a lista completa dos centros de assistência técnica autorizados e os respectivos números de telefone nacionais. PORTUGUÊS

Διαβάστε περισσότερα

Blu-ray Disc Player BDP-S300. M anual de Instruções (1) Printed in Spain

Blu-ray Disc Player BDP-S300. M anual de Instruções (1) Printed in Spain 3-214-800-61(1) Blu-ray Disc Player M anual de Instruções BDP-S300 TM Ε γ χ ε ι ρ ί δ ι ο ο δ η γ ι ώ ν Para encontrar dicas e informações úteis sobre os produtos e serviços Sony, por favor visite: www.sony-europe.com/myproduct

Διαβάστε περισσότερα

Αιτήσεις Συνοδευτική Επιστολή

Αιτήσεις Συνοδευτική Επιστολή - Εισαγωγή Prezado Senhor, Caro Senhor, Monsieur, Επίσημη επιστολή, αρσενικός αποδέκτης, όνομα άγνωστο Prezada Senhora, Cara Senhora, Επίσημη επιστολή, θηλυκός αποδέκτης, όνομα άγνωστο Prezado(a) Senhor(a),

Διαβάστε περισσότερα

ΠΡΟΣ: ΚΟΙΝ.: συγκρότηση Επιτροπής για την επιλογή ελευθέρων βοηθηµάτων Ισπανικής γλώσσας

ΠΡΟΣ: ΚΟΙΝ.: συγκρότηση Επιτροπής για την επιλογή ελευθέρων βοηθηµάτων Ισπανικής γλώσσας ΕΛΛΗΝΙΚΗ ΗΜΟΚΡΑΤΙΑ ΥΠΟΥΡΓΕΙΟ ΠΑΙ ΕΙΑΣ ΚΑΙ ΘΡΗΣΚΕΥΜΑΤΩΝ, ΠΟΛΙΤΙΣΜΟΥ ΚΑΙ ΑΘΛΗΤΙΣΜΟΥ ----- ΕΝΙΑΙΟΣ ΙΟΙΚΗΤΙΚΟΣ ΤΟΜΕΑΣ Π/ΘΜΙΑΣ & /ΘΜΙΑΣ ΕΚΠΑΙ ΕΥΣΗΣ /ΝΣΗ ΣΠΟΥ ΩΝ /ΘΜΙΑΣ ΕΚΠ/ΣΗΣ ΤΜΗΜΑ Α Βαθµός Ασφαλείας: Να διατηρηθεί

Διαβάστε περισσότερα

Το ίκτυο Βιβλιοθηκών του Τµήµατος Κοινωνικού Έργου της Caja Madrid. La Red de Bibliotecas de Obra Social Caja Madrid

Το ίκτυο Βιβλιοθηκών του Τµήµατος Κοινωνικού Έργου της Caja Madrid. La Red de Bibliotecas de Obra Social Caja Madrid Το ίκτυο Βιβλιοθηκών του Τµήµατος Κοινωνικού Έργου της Caja Madrid La Red de Bibliotecas de Obra Social Caja Madrid Το ίκτυο Βιβλιοθηκών αποτελεί τµήµα ενός Χρηµατοπιστωτικού Φορέα που προορίζει ποσοστό

Διαβάστε περισσότερα

Catálogodegrandespotencias

Catálogodegrandespotencias www.dimotor.com Catálogogranspotencias Índice Motores grans potencias 3 Motores asíncronos trifásicos Baja Tensión y Alta tensión.... 3 Serie Y2 Baja tensión 4 Motores asíncronos trifásicos Baja Tensión

Διαβάστε περισσότερα

S1301005 A REACCIÓN EN CADEA DA POLIMERASA (PCR) NA INDUSTRIA ALIMENTARIA EXTRACCIÓN DO ADN EXTRACCIÓN DO ADN CUANTIFICACIÓN. 260 280 260/280 ng/µl

S1301005 A REACCIÓN EN CADEA DA POLIMERASA (PCR) NA INDUSTRIA ALIMENTARIA EXTRACCIÓN DO ADN EXTRACCIÓN DO ADN CUANTIFICACIÓN. 260 280 260/280 ng/µl CUANTIFICACIÖN 26/VI/2013 S1301005 A REACCIÓN EN CADEA DA POLIMERASA (PCR) NA INDUSTRIA ALIMENTARIA - ESPECTROFOTÓMETRO: Cuantificación da concentración do ADN extraido. Medimos a absorbancia a dúas lonxitudes

Διαβάστε περισσότερα

JESUS O PÃO DA VIDA. Mat 14:15 οψιας G3798 A-GSF δε G1161 CONJ γενομενηςg1096 V- Mar 6:35 και G2532 CONJ ηδη G2235 ADV ωρας G5610 N-GSF πολλης

JESUS O PÃO DA VIDA. Mat 14:15 οψιας G3798 A-GSF δε G1161 CONJ γενομενηςg1096 V- Mar 6:35 και G2532 CONJ ηδη G2235 ADV ωρας G5610 N-GSF πολλης JESUS O PÃO DA VIDA Mat 14:15 οψιας G3798 A-GSF δε G1161 CONJ γενομενηςg1096 V- 2ADP-GSF προσηλθον G4334 V-2AAI-3P αυτω G846 P-DSM οι G3588 T-NPM μαθηται G3101 N-NPM αυτου G846 P-GSM λεγοντες G3004 V-PAP-NPM

Διαβάστε περισσότερα

Για να ρωτήσετε αν κάποιος μπορεί να σας βοηθήσει να γεμίσετε μια φόρμα

Για να ρωτήσετε αν κάποιος μπορεί να σας βοηθήσει να γεμίσετε μια φόρμα - Γενικά Dónde tengo que pedir el formulario/impreso para? Για να ρωτήσετε που μπορείτε να βρείτε μια φόρμα Dónde tengo que pedir el formulario/impreso para? Cuál es la fecha de expedición de su (documento)?

Διαβάστε περισσότερα

Ψυγειοκαταψύκτης Combinado Frigorífico-congelador

Ψυγειοκαταψύκτης Combinado Frigorífico-congelador EL PT ES Οδηγίες Χρήσης 2 Manual de instruções 17 Manual de instrucciones 31 Ψυγειοκαταψύκτης Combinado Frigorífico-congelador ZRB34312WA ZRB34312XA Περιεχόμενα Πληροφορίες για την ασφάλεια 2 Οδηγίες για

Διαβάστε περισσότερα

Original em grego, conforme o texto estabelecido por J. Burnet.

Original em grego, conforme o texto estabelecido por J. Burnet. Parmênides. Da Natureza. Tradução do Professor Dr. José Gabriel Trindade Santos. Modificada pelo tradutor. Primeira edição, Loyola, São Paulo, Brasil, 2002. Original em grego, conforme o texto estabelecido

Διαβάστε περισσότερα

GETTING STARTED? EASY.

GETTING STARTED? EASY. User Manual GETTING STARTED? EASY. ZBB28465SA EL Οδηγίες Χρήσης 2 Ψυγειοκαταψύκτης PT Manual de instruções 14 Combinado ES Manual de instrucciones 25 Frigorífico-congelador ΠΛΗΡΟΦΟΡΊΕΣ ΑΣΦΑΛΕΊΑΣ Πριν από

Διαβάστε περισσότερα